Profile cover photo
Profile photo
Literistorias Literistorias
44 followers
44 followers
About
Communities and Collections
View all
Posts

Post has attachment
O fantasma do pote – uma crônica natalina
A vida doméstica é aquela loucura:
todo mundo enlouquece todo mundo pelos maiores motivos ínfimos... Aqui em casa,
um dos mais recorrentes motivos desprezíveis são os potes. Tupperware, pote de vidro, pote descartável, mas
reaproveitável, potes! Ninguém som...
Add a comment...

Post has attachment
Correr e ler sobre corrida!
Às mulheres com que corro
toda semana e aos professores que me orientam e impulsionam, o meu amor e a minha
gratidão. Com vocês, eu vou mais
longe! Prólogo: Há alguns meses, eu me juntei a um grupo de mulheres [1] que correm juntas em
parques, em ciclovias,...
Correr e ler sobre corrida!
Correr e ler sobre corrida!
literistorias.blogspot.com
Add a comment...

Post has attachment
O gosto da manga
Eu nunca gostei de manga. Antes que
alguém levante a voz, sim, eu provei e não gostei. Esse fato era tão
inaceitável para uma amiga minha que ela dizia que era minha falha de caráter.
Mas, ainda que eu não gostasse da fruta, havia qualquer coisa que me fazi...
O gosto da manga
O gosto da manga
literistorias.blogspot.com
Add a comment...

Post has attachment
Renascimento e tradição bizantina, tradução do artigo “Les Grecs sans Byzance” de Christian Förstel
Muitas vezes o estudo do Renascimento investe
todas as fichas no protagonismo italiano, jogando na sombra a dívida com a
tradição bizantina... O artigo “Les Grecs sans Byzance” de Christian Förstel
revela as ambiguidades dessa relação através do estudo do p...
Add a comment...

Post has attachment
Pensando alto sobre o tempo, a História e as crianças
Escrevi a 1a parte desse texto pensando em professores que tive o prazer de conhecer nas últimas semanas e na companhia de quem passei um pedacinho do meu sábado. Obrigada por me ouvirem! Pensando
alto sobre o tempo, a História e as crianças As crianças tra...
Add a comment...

Post has attachment
LITERISTÓRIAS completou 3 anos ONTEM, dia 22/7! De presente, uma entrevista com um fenômeno: uma professora brasileira de Literatura portuguesa cujo discurso em uma formatura viralizou na internet e emocionou seus alunos e pessoas que nunca estiveram em suas salas de aula. Trata-se da Profa. Dra. Mônica Figueiredo (UFRJ), uma das maiores especialistas da obra de Eça de Queirós.
Conheço MÔNICA FIGUEIREDO há muitos
anos. Eu ainda morava no Rio de Janeiro, estava no fim de minha graduação em
Letras na UFRJ, quando dividimos uma mesa em um evento. Ela brilhava, notei
logo. Depois, eu já no Mestrado, ela no Doutorado, cursamos uma disc...
Add a comment...

Post has attachment
O arroz doce da minha tia Graça
O blog LITERISTÓRIAS está muito perto de completar 3 anos. Nesse tempo,
fui constante, bissexta, militante da educação, contista e cronista. Neste
2018, desaparecida é uma boa
definição... Tenho uma surpresa preparada para o aniversário, mas enquanto ele
nã...
O arroz doce da minha tia Graça
O arroz doce da minha tia Graça
literistorias.blogspot.com
Add a comment...

Post has attachment
“Construindo pontes”, de Heloísa Passos. Um filme-documentário-biografia-combinada de Álvaro, de sua família e do Brasil recente.
No último dia 16 de abril, eu e a
filha fomos ver o filme de Heloísa Passos “Construindo pontes”. Tratava-se da
estreia, no Shopping Crystal em Curitiba. É difícil de caracterizar essa obra,
daí a profusão de elementos que incluí no título da resenha. Eu nã...
Add a comment...

Post has attachment
Três DESAFIOS propostos ao PROFESSOR: Conferência proferida no Instituto Internacional da Língua Portuguesa da Cidade da Praia em Cabo Verde (África), dia 26 de abril de 2018.
Obs.: As imagens indicadas no texto
foram mostradas em PowerPoints, mas não serão trazidas para cá. Três
DESAFIOS propostos ao PROFESSOR Em 2015, depois
que a jovem Malala Yousafzai conclamou os países membros da
ONU na própria sede da organização a firmare...
Add a comment...

Post has attachment
A encomendadeira do Caju – uma história real
Na semana em que acompanhei meu pai
no hospital São Francisco e na semana de seu falecimento, aconteceram coisas
meio extraordinárias comigo. Dois exemplos: enquanto meu pai lutava, fui
confundida com uma cega no metrô e fui ajudada como tal; na semana em q...
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded