Profile cover photo
Profile photo
satiro ayres
34 followers
34 followers
About
Posts

Post has attachment
Programação completa do Caminhos do Frio 2018 é divulgada, no Brejo da Paraíba
Rota cultural tem shows de Jorge Vercillo, Santanna, Cezzinha, Waldonys, Cavaleiros do Forró, Niedson Lua, Os Gonzagas e Nathalia Bellar. Por G1 PB 28/06/2018 16h24    Atualizado há 3 horas Jorge Vercillo é atração do Caminhos do Frio em Remígio (Foto: Gabr...
Add a comment...

Post has attachment
Justiça Federal determina que UFCG divulgue novo edital para o Sisu 2018.2 Justiça exige mais vagas para deficientes. Comprov diz que UFCG ainda não foi notificada e que instituição apenas cumpre o percentual do MEC. Por G1 PB 28/06/2018 18h51 Atualizado há menos de 1 minuto Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG) Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG) Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG) A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) deu um prazo de 15 dias à Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) para que divulgue um novo edital abrindo mais vagas para pessoas com deficiência, nos cursos de graduação do período 2018.2. O prazo vale a partir da notificação das partes e se aplica ao resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A liminar foi do juiz federal da 4ª Vara Federal de Campina Grande, Vinicius Costa Vidor, mas não impede o início das aulas. O presidente da Comissão de Processos Vestibulares (Comprov), Antônio José, disse que a UFCG ainda não foi notificada da decisão e destacou que a Universidade não tem autonomia para aumentar o número de vagas, pois apenas cumpre o percentual que é indicado pelo Ministério da Educação (MEC) para as vagas do Sisu. Na decisão, o juiz observou que o percentual de vagas destinadas aos cotistas deficientes não obedecia à legislação em vigor. Segundo o juiz, a UFCG reservou 4,89% das vagas para pessoas com deficiência, quando, na verdade, deveria fixar um percentual de, pelo menos, 13,85%, obedecendo à proporção de deficientes sobre a população geral da unidade da Federação onde está instalada a instituição, de acordo com dados do IBGE. O percentual mínimo de vagas a ser reservado à pessoa com deficiência é definido por lei, sendo ilegal qualquer redução. Apesar de ser considerado ilegal, a decisão não deve levar à suspensão total da seleção ou mesmo impedir o início da atividade letiva dos estudantes já aprovados. Assim, os alunos já aprovados e matriculados não serão prejudicados. A decisão impõe, ainda, que a União “adote as providências necessárias à reabertura do sistema eletrônico de oferecimento de vagas (SiSU) para fins de inscrição dos candidatos portadores de deficiência às vagas extraordinárias a serem ofertadas pela UFCG”. Depois de notificada, a UFCG terá 30 dias para concluir o novo processo seletivo, oportunizando o ingresso regular dos candidatos portadores de deficiência no correspondente semestre letivo. Caso não cumpra a decisão, a UFCG fica sujeita a multa de R$ 500 mil.
Por G1 PB 28/06/2018 18h51    Atualizado há menos de 1 minuto Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG) A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) deu um prazo de 15 dias à Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) para que di...
Justiça Federal determina que UFCG divulgue novo edital para o Sisu 2018.2 Justiça exige mais vagas para deficientes. Comprov diz que UFCG ainda não foi notificada e que instituição apenas cumpre o percentual do MEC. Por G1 PB 28/06/2018 18h51 Atualizado há menos de 1 minuto Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG) Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG) Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG) A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) deu um prazo de 15 dias à Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) para que divulgue um novo edital abrindo mais vagas para pessoas com deficiência, nos cursos de graduação do período 2018.2. O prazo vale a partir da notificação das partes e se aplica ao resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A liminar foi do juiz federal da 4ª Vara Federal de Campina Grande, Vinicius Costa Vidor, mas não impede o início das aulas. O presidente da Comissão de Processos Vestibulares (Comprov), Antônio José, disse que a UFCG ainda não foi notificada da decisão e destacou que a Universidade não tem autonomia para aumentar o número de vagas, pois apenas cumpre o percentual que é indicado pelo Ministério da Educação (MEC) para as vagas do Sisu. Na decisão, o juiz observou que o percentual de vagas destinadas aos cotistas deficientes não obedecia à legislação em vigor. Segundo o juiz, a UFCG reservou 4,89% das vagas para pessoas com deficiência, quando, na verdade, deveria fixar um percentual de, pelo menos, 13,85%, obedecendo à proporção de deficientes sobre a população geral da unidade da Federação onde está instalada a instituição, de acordo com dados do IBGE. O percentual mínimo de vagas a ser reservado à pessoa com deficiência é definido por lei, sendo ilegal qualquer redução. Apesar de ser considerado ilegal, a decisão não deve levar à suspensão total da seleção ou mesmo impedir o início da atividade letiva dos estudantes já aprovados. Assim, os alunos já aprovados e matriculados não serão prejudicados. A decisão impõe, ainda, que a União “adote as providências necessárias à reabertura do sistema eletrônico de oferecimento de vagas (SiSU) para fins de inscrição dos candidatos portadores de deficiência às vagas extraordinárias a serem ofertadas pela UFCG”. Depois de notificada, a UFCG terá 30 dias para concluir o novo processo seletivo, oportunizando o ingresso regular dos candidatos portadores de deficiência no correspondente semestre letivo. Caso não cumpra a decisão, a UFCG fica sujeita a multa de R$ 500 mil.
Justiça Federal determina que UFCG divulgue novo edital para o Sisu 2018.2 Justiça exige mais vagas para deficientes. Comprov diz que UFCG ainda não foi notificada e que instituição apenas cumpre o percentual do MEC. Por G1 PB 28/06/2018 18h51 Atualizado há menos de 1 minuto Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG) Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG) Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) (Foto: Marinilson Braga/UFCG) A Justiça Federal na Paraíba (JFPB) deu um prazo de 15 dias à Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) para que divulgue um novo edital abrindo mais vagas para pessoas com deficiência, nos cursos de graduação do período 2018.2. O prazo vale a partir da notificação das partes e se aplica ao resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). A liminar foi do juiz federal da 4ª Vara Federal de Campina Grande, Vinicius Costa Vidor, mas não impede o início das aulas. O presidente da Comissão de Processos Vestibulares (Comprov), Antônio José, disse que a UFCG ainda não foi notificada da decisão e destacou que a Universidade não tem autonomia para aumentar o número de vagas, pois apenas cumpre o percentual que é indicado pelo Ministério da Educação (MEC) para as vagas do Sisu. Na decisão, o juiz observou que o percentual de vagas destinadas aos cotistas deficientes não obedecia à legislação em vigor. Segundo o juiz, a UFCG reservou 4,89% das vagas para pessoas com deficiência, quando, na verdade, deveria fixar um percentual de, pelo menos, 13,85%, obedecendo à proporção de deficientes sobre a população geral da unidade da Federação onde está instalada a instituição, de acordo com dados do IBGE. O percentual mínimo de vagas a ser reservado à pessoa com deficiência é definido por lei, sendo ilegal qualquer redução. Apesar de ser considerado ilegal, a decisão não deve levar à suspensão total da seleção ou mesmo impedir o início da atividade letiva dos estudantes já aprovados. Assim, os alunos já aprovados e matriculados não serão prejudicados. A decisão impõe, ainda, que a União “adote as providências necessárias à reabertura do sistema eletrônico de oferecimento de vagas (SiSU) para fins de inscrição dos candidatos portadores de deficiência às vagas extraordinárias a serem ofertadas pela UFCG”. Depois de notificada, a UFCG terá 30 dias para concluir o novo processo seletivo, oportunizando o ingresso regular dos candidatos portadores de deficiência no correspondente semestre letivo. Caso não cumpra a decisão, a UFCG fica sujeita a multa de R$ 500 mil.
comandodopovopb.blogspot.com
Add a comment...

Post has attachment
PF cumpre mandados na Grande João Pessoa e prende delator da Lava Jato
Um delator da Operação Lava Jato, foi preso preventivamente, nesta terça-feira (15), pela Polícia Federal (PF), em João Pessoa, dentro da Operação Efeito Dominó. Os policiais federais também cumpriram um mandado de busca e apreensão na cidade de Cabedelo, n...
Add a comment...

Post has attachment
Crime na gestão do Conde teria desviado R$ 60 mil
ASSINE  O JORNAL Ministério Público da Paraíba (Foto: Reprodução) Uma operação batizada de ‘DDT’, do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado da Paraíba, cumpriu, nesta terça-feira (15), cinco mandados de b...
Add a comment...

Post has attachment
Confira em fotos como foram as cerimônias de despedida do deputado Rômulo Gouveia
15/05/2018 às 11:04 Fonte:  Da Redação Desde que foi comunicada por seus familiares na manhã do último domingo (13), a morte precoce e inesperada do deputado federal Rômulo Gouveia (PSD), provavelmente provocada por um infarto, gerou uma grande comoção em t...
Add a comment...

Post has attachment
População realiza protesto contra atos do prefeito em Baía da Traição
O prefeito Sérgio Lima, do município de Baía da Traição, Litoral Norte da Paraíba, foi alvo de protestos neste domingo (03). Indígenas, populares, comerciantes, taxistas, entre outros, protestaram contra atos da administração municipal. Um documento, expedi...
Add a comment...

Post has attachment
Acidente com ambulância de São Bento deixa uma vítima fatal neste domingo
Um grave acidente envolvendo ambulância e moto, ocorrido na manhã deste domingo, dia 03, por volta das 11h, na BR 110, nas proximidades da Fazenda Suécia, Município de São José de Espinharas (PB), deixou uma pessoa morta e outras duas pessoas feridas. De ac...
Add a comment...

Post has attachment
Raniery diz que discurso do PT da PB não se sustenta
Deputado estadual Raniery Paulino (PMDB) reagiu às declarações recentes do deputado estadual Anísio Maia (PT), que rechaçou a possibilidade de a legenda na Paraíba se aliar ao PMDB, um partido que tramou o golpe para chegar ao poder. Para Raniery, o discurs...
Add a comment...

Post has attachment
Cássio prevê união das oposições mantida em 2018 e diz que, se preciso, ficará fora da disputa do ano que vem
“Para construir a unidade, se for preciso, ficarei fora da disputa eleitoral de 2018”. A declaração foi dada na tarde de ontem, pelo senador Cássio Cunha Lima (PSDB), durante convenção do partido, em João Pessoa. O tucano disse que reunirá todos os esforços...
Add a comment...

Post has attachment
Homem é encontrado degolado em sítio no interior da Paraíba
A vítima, que tinha sinais de violência pelo corpo, estava degolada com ferimentos pelo tórax. Ele estava sem documentação Polícia  | Em 11/11/17 às 11h54, atualizado em 11/11/17 às 11h59 | Por Alexandre Kito, do Jornal Correio da Paraíba Imprimir Enviar no...
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded