Profile cover photo
Profile photo
Ricelly Assis
Além, porém aqui...
Além, porém aqui...
About
Posts

Post has attachment
Música, cerveja e a certeza da incerteza
Contando passos ela segue, ninguém sabe para onde, ela só
vai. O brinco de argola se enrosca no fone de ouvido, ou seria o contrário? A
questão mesmo é: De onde vem esse vento? Enroscando fones, trazendo lembranças,
evocando sentimentos... Se ela soubesse q...
Add a comment...

Post has attachment
Tempo suficiente
Tenho 30 minutos. Já pensei e repensei tantas coisas, já quis e perdi o interesse
tantas vezes. Já escrevi tantos textos na minha cabeça e deixei que se
perdessem, na esperança de me encontrar no texto seguinte. Passo mais tempo
analisando atitudes do que a...
Add a comment...

Post has attachment
Nenhuma palavra...
Era um evento qualquer, vi você de longe, sentada com outras
pessoas que eu não me dei ao trabalho de olhar. Estava andando, não em sua
direção, eu seguia reto, e então você se levantou com uma dessas pessoas, e eu
novamente não tive interesse em olhar quem...
Add a comment...

Post has attachment
Até o fundo
Pessoas vagas, em sua maioria, são pessoas rasas. Existe
sensação melhor do que pular de cabeça, ir até o fundo e depois voltar à
superfície pra encher os pulmões de ar novamente? Já viu alguém fazer tal
salto, com tamanha maestria e excitação em um lago ra...
Add a comment...

Post has attachment
Ausência na presença
De olhos fechados, inconsciente, sem amarras e as regras que
você estipulou no mundo real. Sonhar tem sido, de longe, a melhor alternativa...
É nesse universo paralelo de vontades que me vejo ao seu lado, sinto seu toque,
me arrepio com seu sorriso e me ban...
Add a comment...

Post has attachment
Dedilhar de nervos
Enquanto os sons da noite invadem cada cômodo da casa Um coração pulsa aqui dentro As batidas tomam forma, entram no tom, ecoam desejos O corpo reage a cada pensamento Como um dedilhar de nervos Um toque, um sorriso, um entrelaçar de dedos
Add a comment...

Post has attachment
Amadurecência
Queria acreditar que os textos recuperarão sua força, assim
como eu... Tenho consciência e maturidade o suficiente pra saber que não sou
mais aquela que tinha milhões de coisas bonitas pra dizer, que tocavam o
coração e fazia as pessoas se identificarem. Te...
Add a comment...

Post has attachment
Acima do juízo
Os dias se tornaram mais longos do eu imaginei que fosse
possível. A sensação de ter um elefante sentado no peito e um abacaxi
atravessado na garganta trazem à tona uma dor que de tão intensa se tornou
física. É estranho se sentir assim mesmo após tanto tem...
Add a comment...

Post has attachment
Era quase primavera
Era quase primavera. Os pássaros que cantavam por ali pareciam
ter migrado, ou foram cantar em outro jardim. As flores que pareciam brotar se
resumiam agora a galhos tortos e pequenas pétalas espalhadas pelo chão molhado
pelo sereno. Mas, oras, era quase pr...
Add a comment...

Post has attachment
A arte de cultivar borboletas.
Eu ainda sinto aquelas malditas borboletas, parecem nunca dormir... No final, sou eu quem adormeço enquanto elas brincam em meu estômago, fazem piruetas, giram, e eu só queria arrancá-las de lá. Guardá-las em uma caixa de vidro, onde eu pudesse ver suas cor...
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded