Shared publicly  - 
 
México marca entrada nos pisos de terra.


Armindo Araújo vai lutar por um lugar pontuável


Depois do asfalto de Monte Carlo e da neve do Rali da Suécia, Armindo Araújo e Miguel Ramalho estão já no México a preparar a primeira prova do ano em pisos de terra. A dupla da equipa WRC TEAM MINI PORTUGAL está de regresso a uma prova que guarda boas recordações, venceu-a no PWRC em 2010, mas agora com uma tarefa bem diferente. Terminar num lugar entre os dez primeiros da geral é o principal objectivo da equipa do MINI JCW WRC.

Sem a possibilidade de realizar qualquer teste, quer em solo mexicano quer na Europa em piso semelhante, Armindo Araújo parte para a terceira prova da temporada com um grande “handicap” face a alguns dos seus adversários mas, nem por isso, menos desmotivado em conseguir um bom resultado. “Não fizemos nenhum teste antes desta prova e vamos ter de ao longo do rali acertar o carro o melhor possível. No shakedown já poderemos encontrar um ponto de partida para a afinação que devemos utilizar. O MINI nunca correu no México mas nós já cá estivemos em 2010 e temos a noção que esta prova é muito dura e as altitudes sempre foram um dos grandes problemas. Vamos fazer o nosso trabalho e luta por um lugar pontuável”, começa por dizer o piloto português, apoiado pela MINI, GALP e MCA.

O Rali do México é, para Armindo Araújo e Miguel Ramalho, o arranque de uma serie de seis provas disputadas em pisos de terra. “Vamos procurar nesta prova encontrar algumas soluções para as próximas provas. Muito daquilo que fizermos aqui no México, em temos de afinações, serão importantes para o Rali de Portugal e para as restantes provas. Regressar a esta prova é óptimo pois as recordações são muito boas. Vencemos em 2010 mas agora temos uma missão diferente. Vamos andar rápido e evitar qualquer tipo de erro ou furos. Uma especial como a de Otates com 41,88 quilómetros obriga a gerir o andamento de outra forma. Estamos preparados para isso e motivados para dar o nosso melhor”, afirmou ainda Armindo Araújo.

O Rally Guanajuato México 2012 será composto por três etapas e um total de vinte e quatro provas especiais. As hostilidades têm início marcado para quinta-feira, com a disputa da Super Especial DC Shoes Street Stage Guanajauto e o final do rali agendado para domingo após a realização da Power Stage. Durante quatro dias, Armindo Araújo e Miguel Ramalho terão de ultrapassar mais de quatrocentos quilómetros cronometrados.

** A diferença horária para Portugal é de -6 Horas
Translate
6
2
Paulo Taveira's profile photo
Translate
Add a comment...