Profile

Cover photo
Maria Rodrigues
Worked at Unilever
Attended Instituto Superior de Economia
Lived in Lisboa
1,855 followers|36,462,890 views
AboutPostsPhotosYouTube

Stream

Maria Rodrigues

Shared publicly  - 
 
Entre brumas ... Um divagar pela ... Solidão
Há dias em que sentimos com mais intensidade o fardo da solidão. À medida que nos elevamos, monte acima, no desempenho do próprio dever, experimentamos a solidão dos cimos e uma profunda tristeza nos dilacera a alma sensível.  Onde se encontram os que sorri...
 ·  Translate
Há dias em que sentimos com mais intensidade o fardo da solidão. À medida que nos elevamos, monte acima, no desempenho do próprio dever, experimentamos a solidão dos cimos e uma profunda tristeza nos dilacera a alma sensíve...
2
Add a comment...

Maria Rodrigues

Shared publicly  - 
 
Que estrela é que me desperta - Poema de Rosa Lobato Faria
Que estrela é que me desperta de noite pela calada para ver se eu tenho aberta a porta da madrugada. Que estrela é que se insinua sob a minha roupa branca a descobrir que estou nua com um mistério na anca. Que estrela é que me constrange a abandonar o pudor...
 ·  Translate
Que estrela é que me desperta de noite pela calada para ver se eu tenho aberta a porta da madrugada. Que estrela é que se insinua sob a minha roupa branca a descobrir que estou nua com um mistério na anca. Qu...
1
Add a comment...

Maria Rodrigues

Shared publicly  - 
 
Estremoz
Em março eu e a minha familia fomos passar um fim de semana em Vila Viçosa, como já falei e mostrei - AQUI - Um dos locais por que passamos foi por Estremoz, foi apenas uma visita muito curta, mas deixo aqui  um pouco do que vimos. Estremoz situa-se no Dis...
 ·  Translate
Em março eu e a minha familia fomos passar um fim de semana em Vila Viçosa, como já falei e mostrei - AQUI - Um dos locais por que passamos foi por Estremoz, foi apenas uma visita muito curta, mas deixo aqui  um pouco do que ...
1
Add a comment...

Maria Rodrigues

Shared publicly  - 
 
Gota de Água - Poema de António Gedeão
Eu, quando choro, não choro eu. Choro aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu. António Gedeão
 ·  Translate
Eu, quando choro, não choro eu. Choro aquilo que nos homens em todo o tempo sofreu. As lágrimas são as minhas mas o choro não é meu. António Gedeão
2
Add a comment...

Maria Rodrigues

Shared publicly  - 
 
Há palavras - Poema de Alexandre O'Neill
Há palavras que nos beijam como se tivessem boca. Palavras de amor, de esperança. De imenso amor, de esperança louca! Palavras nuas que beijas Quando a noite perde o rosto; Palavras que se recusam Aos muros do teu desgosto. De repente coloridas Entre palavr...
 ·  Translate
Há palavras que nos beijam como se tivessem boca. Palavras de amor, de esperança. De imenso amor, de esperança louca! Palavras nuas que beijas Quando a noite perde o rosto; Palavras que se recusam Aos muros do teu desg...
4
1
Maria Ladeira's profile photoHelia Vicente's profile photo
 
Belas palavras com sabor a poesia!!! Bj
 ·  Translate
Add a comment...
Have her in circles
1,855 people

Maria Rodrigues

Shared publicly  - 
 
Ah, que bela Manhã de primavera - Poema de Fernanda de Castro
Ah, que bela
manhã de Primavera! Abram ao sol as portas, as janelas! Cheira a café com leite, a sabonete, a goivos, a sol novo, a vida nova! A Rua canta!…
sinos e pregões, apitos e buzinas, vozes claras. –”Gostas de mim?” — “Gosto de ti” — e o céu cobre a C...
 ·  Translate
Ah, que bela manhã de Primavera! Abram ao sol as portas, as janelas! Cheira a café com leite, a sabonete, a goivos, a sol novo, a vida nova! A Rua canta!… sinos e pregões, apitos e buzinas, vozes claras. –”Gostas de mim?” ...
2
Nicinha Fernandes's profile photoMaria Rodrigues's profile photo
2 comments
 
Obrigado Nicinha.
 ·  Translate
Add a comment...

Maria Rodrigues

Shared publicly  - 
 
Meu lírio roxo - Poema de Matilde Rosa Araujo
Vi sozinho Num canteiro Um lírio roxo... Ai! a luz e o perfume da manhã! E o meu rosto acabado de lavar! E lá ficou, Sozinho, Num canteiro, O meu lírio roxo, Branco e transparente de alegria! Matilde Rosa Araújo
 ·  Translate
Vi sozinho Num canteiro Um lírio roxo... Ai! a luz e o perfume da manhã! E o meu rosto acabado de lavar! E lá ficou, Sozinho, Num canteiro, O meu lírio roxo, Branco e transparente de alegria! Matilde Rosa Araújo
1
Add a comment...

Maria Rodrigues

Shared publicly  - 
 
Legenda dos Dias - Poema de Raul de Leoni
O Homem desperta e sai cada alvorada Para o acaso das cousas... e, à saída, Leva uma crença vaga, indefinida, De achar o Ideal nalguma encruzilhada... As horas morrem sobre as horas... Nada! E ao poente, o Homem, com a sombra recolhida Volta, pensando: "Se ...
 ·  Translate
O Homem desperta e sai cada alvorada Para o acaso das cousas... e, à saída, Leva uma crença vaga, indefinida, De achar o Ideal nalguma encruzilhada... As horas morrem sobre as horas... Nada! E ao poente, o Homem, com a sombra...
4
Add a comment...

Maria Rodrigues

Shared publicly  - 
 
O Pintor Johan Severin Nilsson
Johan Severin Nilsson (1846–1918) foi um pintor e fotógrafo sueco. Nasceu em Halland, no sul da Suécia. Estudou no Royal Swedish Academy of Arts, em Estocolmo 1865-1871 e, em Léon Bonnat em Paris durante três anos. Severin pintou retratos, paisagens e image...
 ·  Translate
Johan Severin Nilsson (1846–1918) foi um pintor e fotógrafo sueco. Nasceu em Halland, no sul da Suécia. Estudou no Royal Swedish Academy of Arts, em Estocolmo 1865-1871 e, em Léon Bonnat em Paris durante três anos. S...
3
Marta Vinhais's profile photo
 
Não conhecia e gostei muito. Obrigada pela visita; espero que volte.
Beijos e abraços
Marta
 ·  Translate
Add a comment...

Maria Rodrigues

Shared publicly  - 
 
CORES DA VIDA
Porque
ver a vida em preto e branco se Deus nos presenteou com um paraíso colorido? A vida tem as cores que nós a enxergamos... se para nós a vida é cinzenta, Somos incapazes de ver beleza em uma folha seca! Se para nós o mundo não tem graça. Somos incapaze...
 ·  Translate
Porque ver a vida em preto e branco se Deus nos presenteou com um paraíso colorido? A vida tem as cores que nós a enxergamos... se para nós a vida é cinzenta, Somos incapazes de ver beleza em uma folha seca! Se para nós o mun...
1
Add a comment...
People
Have her in circles
1,855 people
Work
Employment
  • Unilever
    1987
Places
Map of the places this user has livedMap of the places this user has livedMap of the places this user has lived
Previously
Lisboa
Story
Tagline
Sou um ínfimo grão de areia na imensidade da Vida.
Introduction

Quem sou? Sou mulher, filha, esposa, empregada e mãe, como tantas e tantas outras mulheres. Adoro a natureza, fotografia, poesia, ler, de sair  e estar com a familia, de ver filmes policiais, e de "navegar na Net", gosto de pesquisar, de ver, de aprender novas coisas, talvez por isso me deu na cabeça começar um blog. Hoje, este cantinho é a minha forma de aliviar o stress, de quebrar a minha rotina. Nos momentos em que aqui estou, todas as preocupações e tristezas, dúvidas e problemas, ficam por momentos esquecidos. É o meu tempo para deixar a alma DIVAGAR.

Bragging rights
Os meus filhos.
Education
  • Instituto Superior de Economia
    Gestão, 1983
Basic Information
Gender
Female