Profile cover photo
Profile photo
Patricia Lockstockblog
3 followers
3 followers
About
Patricia's posts

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment
Ninguém me perguntou, mas eu tenho que dizer. Estamos numa crise de prioridades. Como é que, a algo com um efeito tão nefasto a nível ecológico, económico e social, se pode atribuir tão poucos recursos? Como é que é possível que as pessoas que combatem os fogos tenham que o fazer mal equipados?

Post has attachment
Para mim, «meter os pés pelas mãos» é uma dessas expressões. Por exemplo, se eu disser que os nossos governantes meteram os pés pelas mãos no caso do Edward Snowden/Evo Morales, não consigo evitar vê-los a, literalmente, passarem os pés pelo meio das mãos enquanto se enrolam numa bolinha que desliza para um canto na esperança que ninguém a veja.

Post has attachment
Está na altura de dizer: Estou farta de levar festinhas na cabeça!

Não falo de festinhas literais, falo de festinhas figuradas como aquelas que nos chegam da Europa.
Não tenho filhos, mas, se tivesse, tenho a certeza que os ia tratar como a Europa nos tem tratado.

Quando nos portamos bem, passam-nos a mão na cabeça e mandam uns elogios. Quando nos portamos mal, metem-nos a um canto e mandam-nos pensar no quê que fizemos mal.

Ora, quanto a isso só tenho a dizer que Portugal e os portugueses já cá andam há muito mais tempo que a União Europeia e, bem ou mal, temos sobrevivido. Aliás, não é à toa que inventámos o conceito de «desenrascanço» e ele deve servir para qualquer coisa além de usar cintos como correias de distribuição e de fazer puxadas de corrente elétrica.

Eles já deviam ter percebido que (como alguém já disse) um país que começou com um homem a bater na mãe não se deixa ficar e, como se diz no futebol, até comemos a relva, se for preciso.

Bom, bom, seria se os nossos governantes incorporassem esse espírito, aí, sim, poder-se-ia dizer que, efetivamente, nos representam. Até lá, vai mais uma festinha na cabeça.

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment
Agora é que fizeram bonito. Como se não bastasse um governo em debandada, ainda temos a Bolívia a cair-nos em cima porque alguém que assumiu (e, como diz alguém que conheço, «assumption is the mother of all fuck ups») que vinha a bordo do avião do Presidente colombiano esse grande criminoso internacional, Edward Snowden. 

Cá para mim, há aqui um grande equívoco, nunca se viu um criminoso com cara de copinho de leite e que usasse óculos. Só isso devia ser suficiente para fazer o Governo Português querer pegá-lo ao colo em vez de o mandar à sua vida.

E esta observação dos óculos tem fundamentos. Os criminosos não usam óculos porque atrapalham na hora de cometer os crimes. Os óculos partem-se, caem, embaciam-se e sujam-se quando tentamos matar pessoas e fugir e assim. 

O único tipo de criminoso que pode usar óculos, é o chamado de «colarinho branco». Esses não precisam de se preocupar, nunca precisam de sujar as mãos e nunca se viu um que tivesse que correr, sem ser por desporto. 

Ainda assim, não discordo da possibilidade de ter que rever a minha teoria. É que ela não considera esse novo crime que é falar, ou melhor, falar a verdade e, sendo assim, ponham-se a pau os copinhos de leite. É melhor tirarem os óculos, porque, provavelmente, vão ter que fugir.
Wait while more posts are being loaded