Profile cover photo
Profile photo
Jorge Silva
132 followers
132 followers
About
Jorge's posts

Post has attachment
Vôo Livre
O Perdão é o pássaro da Liberdade. Por isso minha alma, vôa, Não fica pelo mundo à tôa. ... "Forgiveness is the bird of freedom. Thus fly my soul, fly away, Do not stay around the world in vain."

Post has shared content

Post has shared content

Post has attachment
BEM-VINDOS AO TEMPO DE DESPERTAR
Publicado em 7 de mar de 2015
Por Giovani Barcelos

"Bem-vindos ao tempo de despertar!

Ainda que existam muitos líderes tentando levar as pessoas a ter uma visão distorcida da realidade, todos nós somos indivíduos extraordinários e não há nenhuma razão para não perceber isso.

O mundo está pronto para um novo entendimento, preparado para uma nova percepção. E ao compreender isso, manter este pensamento, e definir sua intenção de atrair aqueles que também a percebem, haverá uma grande reunião de guias e conselheiros, num movimento de revolução pacífica como jamais visto antes neste planeta.

Este é o TEMPO DE DESPERTAR! Despertar para quem você é, e não para quem sua mãe acha que você deva ser.

Despertar para quem você é e para aquilo que você quer e é importante para você sem ter que se preocupar em preencher os desejos e as necessidades de uma sociedade, ou de outras pessoas.

Ao encontrar o seu próprio caminho você terá o potencial de ajudar as pessoas a sua volta, e quando reconhecer o desejo de alguém e olhar para essa pessoa compreendendo a perfeição de onde ela se encontra, e através do seu foco dar sua completa atenção àquilo que ela mesma pediu para ser, você a ajudará a se elevar em proporções extremas e alcançar o que deseja.

Isso tudo pode parecer complicado, mas não é.

Na verdade é simples assim: quando você interage com alguém, que poderia se sentir mais feliz do que está, e você, tendo a capacidade de vê-la como realmente é, mantém essa imagem tão vívida em sua própria mente que, quando estiver com você, ela se verá assim também.

Ao despertar para quem você é, você terá certeza do seu valor, ficará entusiasmado (cheio de Deus) com as experiências da vida, consciente do seu guia interno e convicto de que os resultados virão."

Post has shared content
MANUEL CASTELLS: "para compreender um movimento social é preciso identificar o tipo de evento que dispara esses elementos emocionais. O sentimento mais importante, nesse sentido, é a raiva - raiva expressa sob a forma de indignação. Raiva é o sentimento que dispara a habilidade de superar o medo. Medo é um comportamento opressor, raiva é um comportamento catalisador. E medo é a emoção humana mais potente. Na realidade, a maior parte da ordem social é embasada no medo. A forma de superar o medo é dupla: primeiro, o disparo por meio da incontrolável raiva; segundo, a construção de um espaço protetor onde você não está mais só com seu medo. Este é o sentimento de união. E é aqui que entra o poder da comunicação."

"Redes de indignação e de esperança", título da obra de Castells, lançada em 2012, é também o título da palestra do sociólogo espanhol para a RSA e da matéria do Fronteiras para a preparação da conferência com o intelectual, que acontece no início de junho, no Fronteiras do Pensamento (POA, 10/06; SP, 11/06).

Qual a diferença entre movimento social e político? Qual a importância da internet e das redes em caráter local e global? Qual o papel dos movimentos sociais na contemporaneidade? Para Castells, motivados por emoções como raiva e indignação, os movimentos sociais nascem da ruptura do medo e trazem sua morte em sua estrutura original: ora fadados ao silêncio pelo poder externo ora por conquistarem seus objetivos e serem incorporados a um novo sistema. De qualquer forma, isso pouco importa. O importante é a profunda modificação que eles geram nas ideias da população, transformando a precisa base do pensamento.

Post has attachment
A INFÂNCIA ESPIRITUAL – Daniela Migliari

Publicado em 21 de dez de 2016
(Tempo de leitura: 2 minutos)

“A vida é um aprendizado”. “A Terra é um planeta escola”. “Estamos aqui para aprender”. São muitas as máximas a nos lembrar de que o propósito básico da vida é evoluir.

No entanto, todos nós, ainda que por breves momentos, seguimos um sentido diferente desta programação inicial: estacionamos! Diante de algum obstáculo, escolhemos parar ou simplesmente estagnamos em alguma manifestação inconsciente de nossa infância espiritual.

E o que fazemos diante de uma criança que ainda não aprendeu a engatinhar, a andar, a falar? Nós a condenamos??? Nós a julgamos incapaz??? Sentimo-nos superiores a ela?? Claro que não!

Nós olhamos para as crianças em processo de aprendizagem com ternura e confiança na vida. Simplesmente sabemos que chegará o dia em que um passo antecederá outro; em que a fralda amanhecerá seca; em que a noite inteira será dormida; em que a frase será perfeitamente pronunciada. É só questão de tempo...

Por que não aplicar essa mesma ternura à manifestação de nossa infância espiritual (e à dos outros)? “Mas trata-se de um adulto consciente!”, retrucamos. Porém, nos assuntos do coração, da dor, dos traumas, mesmo o mais experimentado dos homens guarda em si conexões diretas, ainda que inconscientes, com sua criança ferida.

Isso não quer dizer que alguém que manifeste um determinado aspecto infantilizado seja terminantemente menos maduro do que outra pessoa que já não sofre com o mesmo tema. O ser humano, em suas ricas e infinitas manifestações, possui matizes mil de personalidade. Por isso, a ineficácia das comparações entre uns e outros.

Um condenado por um crime qualquer, por exemplo, pode ter desenvolvida uma grande humildade, mas ainda não ter a paciência amadurecida. Tem, certamente, uma programação didática diferente da minha. Não há sentido algum, portanto, em comparar, medir, julgar. Cada pessoa tem sua proposta “acadêmica” como que gravada na consciência. O caminho a ser percorrido por cada um é único e intransferível. Julgar esse roteiro é, portanto, tão ineficaz quanto indesejável.

Ao nos depararmos com a impaciência alheia, a teimosia, o orgulho, a vaidade, o egoísmo, lembremos: eis a infância espiritual deste irmão, que eu possa servir de instrumento para ele seguir em frente. Que eu me abstenha de condenar, apontar, ferir. Que eu seja a mão que ergue, a palavra que anima, o olhar que estimula. Que eu tenha profunda admiração por seu processo de aprendizado, e reconheça que este não é melhor nem pior do que o meu – apenas diferente.

Que eu o observe com a mesma doçura que lanço à criança que aprende a caminhar. Porque eu também, certamente, tenho questões a amadurecer; equações a solucionar; verbos a conjugar; respostas a encontrar; teses a dissertar.

Quando não temos êxito na escola, ficamos de recuperação para sermos reavaliados. Se ainda assim não der certo, repetimos de ano para revisitar, uma vez mais, a lição ainda não apreendida. Porém, não retrocedemos nunca, nem voltamos para uma série anterior. Apenas estacionamos. Neste lugar, aguardamos que a vida lance, novamente, as perguntas que nos estimularão a desenvolver e expressar a resposta esperada.

Uma vez respondida, a etapa é superada e voltamos a caminhar, retomamos nosso movimento ascensional. E a vida, como excelente mestra que é, amorosamente nos lança novas outras interrogações. E, assim, vamos fluindo: de pergunta em pergunta, de resposta em resposta, galgando os níveis de nossa programação evolutiva.

É a ânsia da vida por si mesma, conduzindo-nos rumo à excelência, nos degraus da maturidade espiritual. Gratidão, ó Pai, pela fantástica escola da vida!

(Daniela Migliari – 21 de junho de 2016 – Pueblo de La Coma, Espanha.)

Post has attachment
Reportagem sobre a vitamina D: Entrevista com Dr. Cícero Coimbra

Publicado em 9 de mar de 2014

A Comissão de Seguridade Social e Família discutiu, em audiência pública no dia 20 de agosto de 2013, o papel da vitamina D na saúde pública.

Foi convidado o pesquisador norte-americano Michael Holick, considerado um dos maiores especialistas no assunto e autor do livro: "Vitamina D: como um tratamento tão simples pode reverter doenças tão importantes" e o médico e pesquisador brasileiro Dr Cícero Galli Coimbra.

Esta entrevista foi realizada a poucos instantes do início da audiência.

Visite:
http://www.vitaminadbrasil.org
http://facebook.com/vitaminadbrasil

Post has attachment
"Jornaisdobrasil.com põe à sua disposição a mais completa fonte de noticias, listando os pricipais Jornais do Brasil e de cada Estado. Veja as noticias do Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná, Bahia e outros."

Post has attachment
Consciência Sul: o mundo por José Mujica - O aquecimento global

Publicado em 16 de jan de 2017

Em sua décima videocoluna para a DW, o ex-presidente do Uruguai, Pepe Mujica, fala sobre o aquecimento global. Ele questiona até onde o hipernacionalismo e a luta pelo poder são capazes de conspirar contra a espécie.

Post has attachment
Todos nascemos com uma missão e podemos encontrá-la, afirma guru espiritual

Bárbara Stefanelli - Do UOL, em São Paulo

Prem Baba está decidido a ajudar as pessoas a encontrarem sua missão na vida. “Para que nascemos? Qual é a razão da existência humana?”. São essas perguntas que ele deseja responder agora.

Após passar anos focado em falar sobre relacionamentos -tanto amorosos quanto familiares e profissionais-, agora o mestre espiritual brasileiro, de linhagem hinduísta e que também é conhecido como Pai do Amor (significado da alcunha hinduísta Prem Baba), quer ver as pessoas colocando seus talentos em movimento.

Uma das maneiras de descobrir se você está afinado é tentando lembrar quais eram suas vontades e desejos na infância.

Segundo Baba, a criança, quando chega ao mundo, tem uma indicação do seu propósito. “Mas, aos poucos, ela vai ouvindo que talvez tenha uma coisa errada com aquele sonho, com aquela vontade. E durante a vida, foi escutando: ‘Isso não é para você, não dá dinheiro’.”

Para o guru, uma criança dizer que quer ser bombeiro, é uma vontade que, muitas vezes, vem permeada de fantasia e ficção, que não é, necessariamente, literal. “Pode ser que esta criança, quando cresça, queira apagar ‘incêndios’ no mercado financeiro”, exemplifica.
Wait while more posts are being loaded