Profile cover photo
Profile photo
Bruno Carrasco
Inesgotados e inexplorados estão ainda o homem e a terra do homem. (Nietzsche)
Inesgotados e inexplorados estão ainda o homem e a terra do homem. (Nietzsche)
About
Posts

Post has attachment
"Não caminhes na minha frente; eu posso não segui-lo. Não caminhe atrás de mim; eu não posso conduzi-lo. Apenas caminhe a meu lado e seja meu amigo."
(Albert Camus)

Post has attachment
A palavra essência, vem do latim "essentia", que significa algo anterior, que compõe uma coisa, corresponde às propriedades imutáveis que caracterizam um objeto ou um ser. Trata-se de uma concepção idealista e metafísica sobre a origem das coisas.

A palavra existência vem do latim "existere", que significa algo como um ser saído de outra coisa, trazendo a ideia de sair de um domínio, de uma casca ou esconderijo, representando a ação de mostrar-se ou colocar-se para fora.

Post has attachment
A psicologia estuda o ser humano, na busca de entender o que o faz ser como é, como se emociona, se alegra e entristece, como se recorda de situações e retêm memórias, como aprende e se desenvolve, entre outras questões.

Uma das características do ser humano é que ele é um ser complexo, que se desenvolve segundo condições biológicas, históricas, sociais e subjetivas. Os diferentes modos de ser de cada pessoa dependem de suas condições fisiológicas, do momento histórico em que vivem, de suas relações sociais e também do modo como interage internamente consigo mesmos.

Conflitos não resolvidos (ou mal resolvidos) podem gerar consequências amplas e profundas, afetando o indivíduo como um todo, seus sentimentos, pensamentos e ações, podendo levar ao adoecimento psíquico ou até a uma doença psicossomática.

Post has attachment
Este livro trata sobre o existencialismo, sua relação com a psicologia e a prática da psicoterapia existencial. Está disponível nos formatos Kindle, PDF e Impresso.

Conheça o existencialismo enquanto vertente filosófica, seus principais representantes, diversos temas existenciais como a liberdade e a angústia, e a relação entre o existencialismo e a psicologia, de maneira didática e compreensível.

Existencialismo é uma vertente filosófica que busca compreender a existência humana em seus aspectos afetivo, concreto e singular, valorizando a liberdade de ser, as singularidades, as emoções e as potencialidades de transformação de cada ser humano.

O livro inicia com uma introdução à filosofia da existência, descrevendo o existencialismo e suas bases filosóficas. Em seguida há uma apresentação de quatro filósofos da existência: Sören Kierkegaard, Friedrich Nietzsche, Martin Heidegger e Jean-Paul Sartre. Depois são detalhados diversos temas existenciais como a existência, a liberdade, a subjetividade, as singularidades, a solidão, a finitude, a autenticidade, o sentido da vida, entre outros. E, por fim, é estabelecida uma relação entre o existencialismo e a psicologia e a prática da psicoterapia existencial.

Post has attachment
A arte está intimamente relacionada com os modos de existir no tempo e o espaço. Cada povo, em seu período e local, representa suas formas de vida e suas concepções de mundo por meio das expressões artísticas.
A arte no tempo
A arte no tempo
ex-isto.site

Post has attachment
Photo

Post has attachment
Fenomenologia deriva de duas palavras gregas: phainomai (fenômeno) que significa aparecer ou mostrar-se, e logos, que significa estudo, explicação ou descrição, sendo então a descrição dos fenômenos.

O interesse da fenomenologia não é entender o mundo objetivo, mas o modo como acontece o entendimento sobre o mundo em cada pessoa, de modo a captar o fenômeno tal como é experienciado pela consciência.

A fenomenologia é um método de conhecimento sobre o mundo, as coisas e os seres, que surgiu no início do século XX. Diferencia-se da ciência positivista, que busca universalizar e categorizar os saberes, e das concepções idealistas, que buscam estabelecer conceitos, ideias gerais sobre as coisas. Sua metodologia propõe o retorno a um estágio pré-reflexivo, antes das representações e construções conceituais.

Post has attachment
Qual a diferença entre uma crítica leiga e um questionamento filosófico?

A crítica leiga, não tem como intuito argumentar um ponto de vista ou debater algo, mas apenas contrariar uma posição para defender um modo de pensar pessoal, sem ter um aprofundamento sobre o que se critica, ou com uma noção bem rasa. É uma crítica geralmente vazia de conteúdo, usada no sentido de se defender de um pensamento diferente.

Já o questionamento filosófico, é elaborado após um estudo e uma análise profunda sobre o tema em que se direciona as críticas, partindo de uma reflexão com base em pesquisas e estudos sobre um tema que se critica, propondo questionar ou apontar possíveis inconsistências, com abertura ao debate e a possibilidade de ser refutado inclusive, ao invés de apenas contrariar.

O atitude filosófica propõe um questionamento sobre os fundamentos e embasamentos de um modo de pensar específico, argumento ou ideia. A atitude filosófica consiste em questionar as supostas "verdades prontas" contidas nos argumentos das pessoas que proferem ou defendem uma ideia, de modo a ampliar sua compreensão e possíveis interpretações.

Post has attachment
No dia 24/02 acontecerá um minicurso sobre "Existencialismo e Psicologia" em Varginha (MG), no espaço Verde com Saúde, com apoio da Relojoaria Charme.

Este minicurso apresenta uma introdução ao existencialismo enquanto vertente filosófica; alguns de seus principais representantes, como Kierkegaard, Nietzsche e Sartre; temas existenciais como a liberdade, a angústia, a autenticidade e o sentido da vida; e a relação entre o existencialismo e a prática da psicoterapia.

Data: 24 de fevereiro de 2018 (sábado).
Horário: das 14 às 17h.
Local: Verde com Saúde, Varginha, MG.
Endereço: Alameda dos Pinheiros, 26, Bairro dos Pinheiros.
Valor: R$ 40,00, ou R$ 30,00 com desconto.
Vagas limitadas, turma pequena.

Post has attachment
Neste sábado, dia 17/02, vai rolar um Encontro Libertário em Pouso Alegre! Que tal conversarmos sobre liberdade: O que significa ser livre? Como escolhemos, e quais as implicações de nossas escolhas?

Vamos trocar um papo na praça João Pinheiro (antiga rodoviária), com a participação de Fernanda Tersi, Beto Monteiro e Eduardo Marinho, entre outros, quem se interessar é só chegar!

Um convite ao pensamento crítico. Será um dia de arte, bate papo e muita reflexão, ao ar livre! O primeiro encontro libertário em Pouso Alegre será realizado com o intuito de estimular o pensamento crítico. Teremos a presença do filósofo Eduardo Marinho e outros pensadores que abordarão temas pertinentes.
Wait while more posts are being loaded