Profile cover photo
Profile photo
Jose Carlos Sepulveda da Fonseca
230 followers
230 followers
About
Jose Carlos's posts

Post has attachment
Nos últimos dias decisões do Supremo Tribunal Federal e da Câmara dos Deputados agravaram a crise institucional pela qual atravessa o Brasil.

O STF, atropelando as prerrogativas do Legislativo, espezinhando a Constituição, o Código Penal, o Direito Natural e a Moral, em decisão aberrante abriu as portas para a matança de inocentes até aos três meses.

E o Congresso, numa manobra confusa, desfigurou um projeto de lei, passando na prática a proteger os destroços da máquina lulo-petista, seu comandante e a banda podre do mundo político que se prostitui nesse esquema de poder.

Para onde caminha, assim, o Estado brasileiro? Qual o desfecho previsível desta crise?

Post has attachment
"Convém insistir em que o divórcio entre o País legal e o País real será inevitável. Criar-se-á então uma daquelas situações históricas dramáticas, nas quais a massa da Nação sai de dentro do Estado.

Em outros termos, quando as leis fundamentais que modelam as estruturas e regem a vida de um Estado e de uma sociedade, deixam de ter uma sincronia profunda e vital com os ideais, os anelos e os modos de ser da nação, tudo caminha nesta para o imprevisto. Até para a violência, em circunstâncias inopinadas e catastróficas, sempre possíveis em situações de desacordo, de paixão e de confusão.

É de encontro a todas essas incertezas e riscos que estará exposto a naufragar o Estado brasileiro.

Que será então do Estado? Como um barco fendido, ele se deixará penetrar pelas águas e se fragmentará em destroços”.

Post has attachment
A experiência republicana, no Brasil, tem sido um fracasso evidente. Uma análise deste 127 anos de história republicana revelam uma instabilidade crônica das instituições, uma sucessão de sobressaltos político-sociais e o surgimento, de tempos em tempos, de "salvadores da pátria" que, em pouco tempo, se tornam decepções dolorosas.

Vivemos hoje momentos especialmente críticos dessa experiência. Próceres republicanos reconhecem que todo o sistema político está em xeque, enquanto uma operação sem precedentes - a Lava Jato - vai revelando ao País como, a partir da própria Presidência da República, se atuou para subverter a ordem legal do País, com um assalto generalizado ao Estado, ao seu (nosso) patrimônio e às instituições do Estado de Direito.

Mas, como traduzir, em poucas palavras, a diferença entre o ambiente social, político e institucional que imperava no regime monárquico e o que passou a vigorar na república? (continuar lendo...)

Post has attachment
A civilização moderna, voltada para o culto ao corpo, carregada de superstições da saúde perfeita, inebriada pela superficialidade despreocupada, não gosta de reflectir sobre o sofrimento e a morte.

A Igreja, Mãe sábia e mestra da Verdade, pelo contrário, dedica um dos dias do ano à recordação daqueles que já partiram.

A Revolução, toda voltada para a construção da Cidade do Homem, de que falava Santo Agostinho, não gosta daquilo que recorde ao homem seu... (continuar lendo)

Post has attachment
A explosão protestante, a Revolução Francesa, a Revolução comunista constituem como que três fases de um imenso movimento, uno pelo espírito, pelos objetivos e até pelos métodos.

As fisionomias de três de seus homens símbolos são reveladoras do espírito revolucionário.

É triste ver que, hoje em dia, jovens trabalhados pela doutrinação multicultural do marxismo, estampam em camisetas a efígie de Che Guevara e homens da Igreja, e dos mais destacadas, mitificam o heresiarca Lutero (continuar lendo).

Post has attachment
Não compreendo como homens da Igreja contemporâneos, inclusive dos mais cultos, doutos ou ilustres, mitificam a figura de Lutero, o heresiarca, no empenho de favorecer uma aproximação ecumênica. Não discernem eles o perigo que a todos nos espreita, no fim deste caminho, ou seja, a formação, em escala mundial, de um sinistro supermercado de religiões, filosofias e... (continuar lendo)

Post has attachment
"Visitando certa vez um aquário, chamou-me a atenção a sensibilidade de alguns peixes a tudo quanto encontrassem na sua incessante e ociosa caminhada dentro do respectivo espaço líquido.

Mas tudo quanto se passasse para além da parede de vidro deixava o peixe insensível, nada lhe causava a menor sensação. O mundo podia ruir fora do aquário sem que o peixe desse importância ao fato.

Penso nesses peixes quando considero a atitude de alguns de meus contemporâneos ao receberem notícias e comentários sobre o mundo hodierno: sintomas de corrupção espantosos, contradições aberrantes, vertiginosos indícios de desequilíbrio psíquico de grupos sociais inteiros, nada disto importa, desde que a vidinha de cada qual continue inalterada por mais alguns dias.

Essa atitude me desconcerta. E assim como me vinha... (continuar lendo)

Post has attachment
Onde, com mais precisão, se pode auscultar o coração brasileiro que chora, que sofre, que implora, que vence pela prece, que se rejubila e que agradece, do que na Aparecida? E sobretudo, onde é mais visível a ação de Deus na constante distribuição das graças, do que na vila feliz, que a Providência constituiu feudo da Rainha do Céu?

Post has attachment
A Europa já constituiu, em outros tempos, um grande todo de natureza federal, pelo menos no sentido muito amplo e muito genérico da palavra.

Quais eram os fatores de união, os vínculos profundos desse grande conglomerado de povos, que não destruia suas diversidades naturais e legítimas?

Esses vínculos, tornando os costumes menos rudes, a vida menos incerta e turbilhonante, a ignorância menos espessa... (continuar lendo)

Post has attachment

A Europa já constituiu, em outros tempos, um grande todo de natureza federal, pelo menos no sentido muito amplo e muito genérico da palavra: o Sacro Império Romano Alemão, que teve grandes eras de glória, e cuja estrutura serviu de fato para exprimir o ideal cristão de uma grande família de povos, unida à sombra maternal da Igreja, para manter a paz, a Fé, a moral, para defender a Cristandade, e apoiar no mundo inteiro a livre pregação do Evangelho.
Wait while more posts are being loaded