Profile cover photo
Profile photo
Fernando Cavalcanti
About
Fernando's posts

Post has attachment

Post has attachment
O AMIGO CONTRA OS INSETOS
          Corre o mês de março. Eis que me lembro que é o mês em que faz aniversário o meu amigo Fábio Motta. Sim, comemora-se a festiva data ao dia 23 do corrente. Digo “festiva data” e já me arrependo. E por quê?, perguntará o leitor. O arrependimento é u...

Post has attachment
MAX GEHRINGER E O MARKETING MULTINÍVEL - SERÁ QUE ELE APRENDE?
Os amigos hão
de lembrar o comentário que fiz há poucos dias sobre uma resposta que o Sr. Max
Gehringer deu a uma leitora de “ ÉPOCA”. Foi em sua edição anterior, há
pouco mais de uma semana. Enviei o comentário ao Sr. Gehringer, que não me
respondeu pessoa...

Post has attachment
MAX GEHRINGER E O MARKETING MULTINÍVEL
Articulista 
de “ÉPOCA” na coluna “NOSSA CARREIRA”, Max Gehringer recebeu a seguinte
pergunta de uma senhora chamada Lisa, na última edição da revista, de 03 de
dezembro de 2007: “Trabalho numa ONG e estou extremamente insatisfeita, porque
não vejo perspect...

Post has attachment
RISCOS
Não se pode
viver sem riscos. Em tudo há risco. Nada há nesta vida que não implique n’algum
risco. Só não há o risco de morrer: a morte é certa. Não é um risco de quem
vive: é a única certeza. O resto, todo o resto, é um risco. Em tudo há risco,
repito.    ...

Post has attachment

Post has attachment
POSE NÃO GERA RENDA
Esse negócio de rede social aproximou demais as pessoas. Não, não.
Esse negócio de rede social aproximou pessoas demais. Sim, pessoas em número
excessivo interagem simultaneamente. Imaginem aí cem, cento e vinte pessoas
conversando ao mesmo tempo ou quase i...

Post has attachment

Post has attachment
UM BREVE E DESINTERESSADO TRATADO SOBRE O INTERESSE
          Quisera eu ter a capacidade intelectual para escrever um tratado sobre interesse. Esperem um pouco. É possível que não me tenha feito entender. Falo do interesse em geral, do interesse em tese.  O caso é que o meu amado amigo Gaudêncio porta uma e...

Post has attachment
O PROGRESSISTA
          Houve quem entendesse que estaria eu chamando os funcionários do Instituto Dr. José Frota de animais. Ou, melhor: — de vacas. Ainda bem que na chácara do Feitosinha eram vacas que estavam na fila para beber água, e não cavalos, ou jumentos, ou bur...
Wait while more posts are being loaded