Profile cover photo
Profile photo
Silvana Tavano
64 followers
64 followers
About
Posts

Post has attachment
das palavras perdidas
(...) Borocoxô sempre foi triste. Por natureza. Mas, mesmo triste, costumava andar por aí. Vira e mexe a gente ouvia alguém falando dele. E hoje, por onde andará o pobre Borocoxô? (...) fresquinho como 2018: trecho do "Livro das Palavras Perdidas".
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
quinta-feira
Ainda é noite quando os primeiros carros começam a estacionar na rua ao lado do prédio. O zum-zum-zum de palavras indecifráveis e de barracas sendo armadas entra pela fresta da janela, se espalha, abafado, pelo quarto e me leva, em vigília, para um quase so...
Add a comment...

Post has attachment
dezembro
tempo dos verbos trocar [presentes] celebrar [encontros] lembrar [dos ausentes] noites de festa e rituais [natais] de novo [ano novo]   mês que rima alegria e melancolia porque sim [desde que me lembro] a saudade mora em dezembro
Add a comment...

Post has attachment
metrô
o menino fala sem parar, gestos largos, o corpo inquieto no banco.  a menina escuta com olhos encantados, as mãos apertando um caderno contra o peito. dão risada, depois silenciam: ele esfrega as mãos nas pernas de jeans, ela enrola um dedo no cabelo.  enqu...
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment

Post has attachment
personagens
(…) Sou o brinco conversando com a orelha, o gato que narra sua vida dentro de um apartamento, a menina que observa tudo no primeiro dia de aula, tentando encaixar a franja no rosto do novo professor de química; também sou o adolescente apaixonado pela garo...
Add a comment...

Post has attachment
talvez comece assim
Luís, prestenção! Tem que virar a cabeça na braçada! Para o professor de natação, esse era o seu nome, Luís. Desde a primeira aula. Naquele dia, depois de um instante de hesitação, percebendo que o professor estava falando com ele e que, por algum motivo (q...
Add a comment...

Post has attachment
portal
(…) Como se entrasse em um templo a céu aberto, ela mergulha nas trilhas sombreadas do parque em busca de silêncio, o silêncio possível dentro da cidade, o som dos carros que passam na via expressa chegando abafados pela cortina de árvores. Enquanto lá fora...
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded