Profile cover photo
Profile photo
Guilherme Oliani
172 followers -
"Eu prefiro viver na graça de um dia de ação de graças, idealizar meus sonhos na praça independente do efeito que faça."
"Eu prefiro viver na graça de um dia de ação de graças, idealizar meus sonhos na praça independente do efeito que faça."

172 followers
About
Guilherme Oliani's posts

Post has attachment
Eu teria muito o que escrever se soubesse como dizer,
algo está sumindo e não consigo entender.
Nada é como antes, os pensamentos são distantes,
memórias em pedaços, há tempos na estante.

Tudo é relevante e mesmo não conseguindo atravessar a ponte
deixamos tudo de lado e vamos adiante,
sem nos preocuparmos com o que ocorre no instante,
fechamos os olhos e imaginamos o mesmo horizonte.

Estamos tão longe que não sentimos a mesma frequência,
mas ainda assim percebemos que existe uma interferência
entre tudo o que já foi e algo que está no começo de sua existência.

Sabemos que algumas coisas não precisavam ser assim,
mas e se não fossem, como seria no fim?
O motivo e a razão, a emoção e a imaginação
de nada mais importariam se não existisse ligação.

Post has attachment
Eu teria muito o que escrever se soubesse como dizer,
algo está sumindo e não consigo entender.
Nada é como antes, os pensamentos são distantes,
memórias em pedaços, há tempos na estante.

Tudo é relevante e mesmo não conseguindo atravessar a ponte
deixamos tudo de lado e vamos adiante,
sem nos preocuparmos com o que ocorre no instante,
fechamos os olhos e imaginamos o mesmo horizonte.

Estamos tão longe que não sentimos a mesma frequência,
mas ainda assim percebemos que existe uma interferência
entre tudo o que já foi e algo que está no começo de sua existência.

Sabemos que algumas coisas não precisavam ser assim,
mas e se não fossem, como seria no fim?
O motivo e a razão, a emoção e a imaginação
de nada mais importariam se não existisse ligação.

Post has attachment
Eu teria muito o que escrever se soubesse como dizer,
algo está sumindo e não consigo entender.
Nada é como antes, os pensamentos são distantes,
memórias em pedaços, há tempos na estante.

Tudo é relevante e mesmo não conseguindo atravessar a ponte
deixamos tudo de lado e vamos adiante,
sem nos preocuparmos com o que ocorre no instante,
fechamos os olhos e imaginamos o mesmo horizonte.

Estamos tão longe que não sentimos a mesma frequência,
mas ainda assim percebemos que existe uma interferência
entre tudo o que já foi e algo que está no começo de sua existência.

Sabemos que algumas coisas não precisavam ser assim,
mas e se não fossem, como seria no fim?
O motivo e a razão, a emoção e a imaginação
de nada mais importariam se não existisse ligação.

Post has attachment
Eu teria muito o que escrever se soubesse como dizer,
algo está sumindo e não consigo entender.
Nada é como antes, os pensamentos são distantes,
memórias em pedaços, há tempos na estante.

Tudo é relevante e mesmo não conseguindo atravessar a ponte
deixamos tudo de lado e vamos adiante,
sem nos preocuparmos com o que ocorre no instante,
fechamos os olhos e imaginamos o mesmo horizonte.

Estamos tão longe que não sentimos a mesma frequência,
mas ainda assim percebemos que existe uma interferência
entre tudo o que já foi e algo que está no começo de sua existência.

Sabemos que algumas coisas não precisavam ser assim,
mas e se não fossem, como seria no fim?
O motivo e a razão, a emoção e a imaginação
de nada mais importariam se não existisse ligação.

Post has attachment
Eu teria muito o que escrever se soubesse como dizer,
algo está sumindo e não consigo entender.
Nada é como antes, os pensamentos são distantes,
memórias em pedaços, há tempos na estante.

Tudo é relevante e mesmo não conseguindo atravessar a ponte
deixamos tudo de lado e vamos adiante,
sem nos preocuparmos com o que ocorre no instante,
fechamos os olhos e imaginamos o mesmo horizonte.

Estamos tão longe que não sentimos a mesma frequência,
mas ainda assim percebemos que existe uma interferência
entre tudo o que já foi e algo que está no começo de sua existência.

Sabemos que algumas coisas não precisavam ser assim,
mas e se não fossem, como seria no fim?
O motivo e a razão, a emoção e a imaginação
de nada mais importariam se não existisse ligação.

Post has attachment
Eu teria muito o que escrever se soubesse como dizer,
algo está sumindo e não consigo entender.
Nada é como antes, os pensamentos são distantes,
memórias em pedaços, há tempos na estante.

Tudo é relevante e mesmo não conseguindo atravessar a ponte
deixamos tudo de lado e vamos adiante,
sem nos preocuparmos com o que ocorre no instante,
fechamos os olhos e imaginamos o mesmo horizonte.

Estamos tão longe que não sentimos a mesma frequência,
mas ainda assim percebemos que existe uma interferência
entre tudo o que já foi e algo que está no começo de sua existência.

Sabemos que algumas coisas não precisavam ser assim,
mas e se não fossem, como seria no fim?
O motivo e a razão, a emoção e a imaginação
de nada mais importariam se não existisse ligação.

Post has attachment
Eu teria muito o que escrever se soubesse como dizer,
algo está sumindo e não consigo entender.
Nada é como antes, os pensamentos são distantes,
memórias em pedaços, há tempos na estante.

Tudo é relevante e mesmo não conseguindo atravessar a ponte
deixamos tudo de lado e vamos adiante,
sem nos preocuparmos com o que ocorre no instante,
fechamos os olhos e imaginamos o mesmo horizonte.

Estamos tão longe que não sentimos a mesma frequência,
mas ainda assim percebemos que existe uma interferência
entre tudo o que já foi e algo que está no começo de sua existência.

Sabemos que algumas coisas não precisavam ser assim,
mas e se não fossem, como seria no fim?
O motivo e a razão, a emoção e a imaginação
de nada mais importariam se não existisse ligação.

Post has attachment
Eu teria muito o que escrever se soubesse como dizer,
algo está sumindo e não consigo entender.
Nada é como antes, os pensamentos são distantes,
memórias em pedaços, há tempos na estante.

Tudo é relevante e mesmo não conseguindo atravessar a ponte
deixamos tudo de lado e vamos adiante,
sem nos preocuparmos com o que ocorre no instante,
fechamos os olhos e imaginamos o mesmo horizonte.

Estamos tão longe que não sentimos a mesma frequência,
mas ainda assim percebemos que existe uma interferência
entre tudo o que já foi e algo que está no começo de sua existência.

Sabemos que algumas coisas não precisavam ser assim,
mas e se não fossem, como seria no fim?
O motivo e a razão, a emoção e a imaginação
de nada mais importariam se não existisse ligação.

Post has attachment
Eu teria muito o que escrever se soubesse como dizer,
algo está sumindo e não consigo entender.
Nada é como antes, os pensamentos são distantes,
memórias em pedaços, há tempos na estante.

Tudo é relevante e mesmo não conseguindo atravessar a ponte
deixamos tudo de lado e vamos adiante,
sem nos preocuparmos com o que ocorre no instante,
fechamos os olhos e imaginamos o mesmo horizonte.

Estamos tão longe que não sentimos a mesma frequência,
mas ainda assim percebemos que existe uma interferência
entre tudo o que já foi e algo que está no começo de sua existência.

Sabemos que algumas coisas não precisavam ser assim,
mas e se não fossem, como seria no fim?
O motivo e a razão, a emoção e a imaginação
de nada mais importariam se não existisse ligação.

Post has attachment
Eu teria muito o que escrever se soubesse como dizer,
algo está sumindo e não consigo entender.
Nada é como antes, os pensamentos são distantes,
memórias em pedaços, há tempos na estante.

Tudo é relevante e mesmo não conseguindo atravessar a ponte
deixamos tudo de lado e vamos adiante,
sem nos preocuparmos com o que ocorre no instante,
fechamos os olhos e imaginamos o mesmo horizonte.

Estamos tão longe que não sentimos a mesma frequência,
mas ainda assim percebemos que existe uma interferência
entre tudo o que já foi e algo que está no começo de sua existência.

Sabemos que algumas coisas não precisavam ser assim,
mas e se não fossem, como seria no fim?
O motivo e a razão, a emoção e a imaginação
de nada mais importariam se não existisse ligação.
Wait while more posts are being loaded