Profile cover photo
Profile photo
Elfi Kürten Fenske
329 followers -
"O senhor sabe o que o silêncio é? É a gente mesmo, demais." - João Guimarães Rosa, em "Grande Sertão: veredas"
"O senhor sabe o que o silêncio é? É a gente mesmo, demais." - João Guimarães Rosa, em "Grande Sertão: veredas"

329 followers
About
Posts

Post has attachment
Vale a pena conferir a lista dos filmes, são verdadeiras obras clássicas do cinema mundial!
.
Saiba mais: https://bit.ly/2QjWrUR
Add a comment...

Post has attachment
A Netflix tem um número enorme de filmes disponíveis, as vezes fica muito difícil escolher um longa ideal. Selecionamos 17 filmes para você assistir.
.
Confira: https://bit.ly/2OcStM5
Add a comment...

Post has attachment
Anda passando muito tempo escolhendo o que assistir no serviço de streaming? Aqui vão algumas sugestões de drama, comédia, romance e suspense.
.
Saiba mais: https://bit.ly/2Qq8mAs
Add a comment...

Post has attachment
Que tal uma maratona de filmes na Netflix? Para você descansar com estilo, selecionamos 15 excelentes opções pra você.
.
Saiba mais: https://bit.ly/2OjdPaY
Add a comment...

Post has attachment
A Gazela
(à Gazella Dorcas)

Mágico ser: onde encontrar quem colha
duas palavras numa rima igual
a essa que pulsa em ti como um sinal?
De tua fronte se erguem lira e folha

e tudo o que és se move em similar
canto de amor cujas palavras, quais
pétalas, vão caindo sobre o olhar
de quem fechou os olhos, sem ler mais,

para te ver: no alerta dos sentidos,
em cada perna os saltos reprimidos
sem disparar, enquanto só a fronte

a prumo, prestes, pára: assim, na fonte,
a banhista que um frêmito assustasse:
a chispa de água no voltear da face.

.

Die Gazelle
(Gazella Dorcas)

Verzauberte: wie kann der Einklang zweier
erwählter Worte je den Reim erreichen,
der in dir kommt und geht, wie auf ein Zeichen.
Aus deiner Stirne steigen Laub und Leier,

und alles Deine geht schon im Vergleich
durch Liebeslieder, deren Worte, weich
wie Rosenblätter, dem, der nicht mehr liest,
sich auf die Augen legen, die er schließt:

um dich zu sehen: hingetragen, als
wäre mit Sprüngen jeder Lauf geladen
und schüsse nur nicht ab, solang der Hals

das Haupt ins Horchen hält: wie wenn beim Baden
im Wald die Badende sich unterbricht:
den Waldsee im gewendeten Gesicht.
– Rainer Maria Rilke, em “Novos poemas I” (1907). In: CAMPOS, Augusto de (organização e tradução). Coisas e anjos de Rilke. São Paulo: Perspectiva, 2013, p. 122-123.
– Rainer Maria Rilke, (17.7.1907, Paris). in “Neue gedichte – I” (1907).
.
Leia outros poemas: https://bit.ly/2OJnA1C
Add a comment...

Post has attachment
“Felicidade não é a busca infinita por uma série de experiências prazerosas. Isso é uma receita para a exaustão”, diz o monge tibetano.
.
Saiba mais: https://bit.ly/2N1EWGT
Add a comment...

Post has attachment
#AlbertEinstein
O famoso físico raramente saía de casa sem a sua música. A música era muito mais do que uma coisa secundária no trabalho de Einstein; era central em tudo o que pensava e fazia.
.
Saiba mais: https://bit.ly/2Jrqyoq
Add a comment...

Post has attachment
O Psicanalista analisa a “obrigação” contemporânea de ser feliz e lastima que pais transfiram aos filhos esta ilusória tarefa: “Será que vamos conseguir transformar também a tristeza infantil num pecado?”
.
Leia mais: https://bit.ly/2MpRRSO
Add a comment...

Post has attachment
Ave Musa incandescente
do deserto do Sertão!
Forje, no Sol do meu Sangue,
o Trono do meu clarão:
cante as Pedras encantadas
e a Catedral Soterrada,
Castelo deste meu Chão!

Nobres Damas e Senhores
ouçam meu Canto espantoso:
a doida Desaventura
de Sinésio, O Alumioso,
o Cetro e sua centelha
na Bandeira aurivermelha
do meu Sonho perigoso!
- Ariano Suassuna, em "Romance d'A Pedra do Reino e o príncipe do sangue do vai-e-volta". 8ª ed., Rio de Janeiro: José Olympio, 2006.
.
Leia outros poemas: https://bit.ly/2MkvTUm
Add a comment...

Post has attachment
"Se levarmos em conta que amar outra pessoa não é amar o que projetamos nela e sim a sua humanidade e singularidades, não será difícil compreender que o amor é um desafio nos tempos de modernidade líquida."
.
Leia a coluna completa: https://goo.gl/YaVXGQ
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded