Profile cover photo
Profile photo
J. Ribas
33 followers
33 followers
About
Posts

Post has attachment
DESPERTAR
Sempre havia uma forma de pular no rio, de pegar a nuvem de inverter as coisas, depois dormir, então, catar no silêncio do lago isso que emerge quando se escuta umas não linguagens mudas de sentir; Sempre havia um jeito de mudar o mundo, comer a fruta colhi...
Add a comment...

Post has attachment
DIVAGAÇÃO
sob o juízo do provável toda vida seria triste desse caráter da tristeza que a tudo impõe o vinco e fere o que há de leve, mas não me fio apenas nesse lado do controverso pedregoso e duro caminho que é o de manter-se vivo com um mínimo de sentido, nem també...
Add a comment...

Post has attachment
CORRENTEZA
vezes sem conta me lancei à fogueira e revivi entre logros arbítrios e promessas parte do que sou, arder em meio às chamas, vezes sem conta fui crer no possível agarrado ainda à ideia de um apego insone de olhos fixos num céu desfeito em cinzas, vezes sem c...
Add a comment...

Post has attachment
FRAGMENTADO
o corpo fragmenta-se poeira letal como a faca que apara vindima, sangue, e delírios, o corpo se parte e desfibra tessitura de átomos em voar num transpassar de artérias, o corpo incorpora a voragem em conjuras, e em alquimias brasas na chama que hiberna, o ...
Add a comment...

Post has attachment
O OLHO DO TIGRE
não tenho a chave de mim mesmo enquanto isso, desafio que o tempo me mostre as palavras que não sei para além do que seja o ponto final; preciso de assombros e tempestade de outras formas de revestir o físico e de uma gradação próxima do éter ou outro senti...
Add a comment...

Post has attachment
ALÉM DA JANELA
a estrela
emoldurada na janela é a paisagem que
imagino agora mesmo que não veja
uma estrela e não haja no
momento a janela,   e tudo isso seja
apenas a fuga um modo poético de
sair por aí a um lugar do qual
não precise de meios físicos
para alcançar, e tud...
ALÉM DA JANELA
ALÉM DA JANELA
voodojogral.blogspot.com
Add a comment...

Post has attachment
INÍCIO E FIM
é sempre além do limite a tela em frente, oceanos salão vazio, mundo
perdido na feira desse cotidiano, o desencontro em
tudo os mundos que se
evaporam aparências que não
enganam espelhos que não
mostram, o espesso de um
sangue a escorrer na artéria
da rua o...
Add a comment...

Post has attachment
CORRENTEZA
do nascer de uma
flor no intervalo do
tempo o morrer de uma
pedra o silêncio, o
esquecer, de um pulo
imprevisto da pulsação que
vibra o acervo de ausências nas sacadas da
espera, sigo de lugar a
outro desdobro nessa
ponte perfilada de
palavras e não sei com...
Add a comment...

Post has attachment
MOMENTO
guardo rompantes de nuvens nas horas em que entardeço e a terra gira as esquinas para a lua brilhar seu véu, quando entre deserto e mar o que sonho ampara o mundo ainda que algo sem sentido hiberne nesse sono sem fim, escrevo segredos nas pedras que levam n...
Add a comment...

Post has attachment
MOMENTO
guardo rompantes de nuvens nas horas em que entardeço e a terra gira as esquinas para a lua brilhar seu véu, quando entre deserto e mar o que sonho ampara o mundo ainda que algo sem sentido hiberne nesse sono sem fim, escrevo segredos nas pedras que levam n...
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded