Profile cover photo
Profile photo
Processados na USP
19 followers -
Manifestação política não é crime!
Manifestação política não é crime!

19 followers
About
Processados na USP's posts

Post has attachment
recado do filósofo esloveno Slavoj Zizek!!!
Photo

Post has attachment

Post has shared content
"Mas é fora do palco, e sim nas páginas de jornais e revistas, que se dá a ação do Fluxus. Quando a reitoria da USP, onde ele estuda artes plásticas, acionou a polícia durante a ocupação de seus escritórios há quatro anos, ele e outros estudantes, como Danilo Bezerra, também por trás do Tanque, reagiram criando um movimento rosa.

"Veio a polícia com todo o aparato estético deles, viaturas, giroflex, escudos, botas e capacetes", lembra ele. "

Post has attachment
"Mas é fora do palco, e sim nas páginas de jornais e revistas, que se dá a ação do Fluxus. Quando a reitoria da USP, onde ele estuda artes plásticas, acionou a polícia durante a ocupação de seus escritórios há quatro anos, ele e outros estudantes, como Danilo Bezerra, também por trás do Tanque, reagiram criando um movimento rosa.

"Veio a polícia com todo o aparato estético deles, viaturas, giroflex, escudos, botas e capacetes", lembra ele. "

Post has attachment

Post has attachment

Post has attachment
"Diante desse cenário, no qual a repressão, as punições de 5 a 15 dias de suspensão a trabalhadores e estudantes, sindicâncias e os processos são os melhores argumentos contra os que contestam a ordem, convocamos todos os ativistas, movimentos sociais e entidades que têm como parte de suas batalhas diárias a bandeira de combate à criminalização dos que lutam que participem de uma plenária no dia 20 de fevereiro, às 18h, na sede do DCE-Livre da USP, para que, com iniciativas em conjunto, possamos responder à altura aos abusos dessa denúncia do MP contra os estudantes e funcionários da USP."

Post has attachment
Tais alegações não passam de uma fraude legal para criminalizar um movimento que se utilizou da ocupação como meio de reagir à violação da autonomia universitária pela polícia militar, a mando do reitor e do governo Alckmin. Basta ver o absurdo de qualificar uma ação política como se fosse “formação de quadrilha”. É claro o objetivo de produzir uma incriminação coletiva, já que as provas foram criadas pela polícia, como a dos explosivos e destruição de patrimônio público.

Post has attachment

Post has attachment
Wait while more posts are being loaded