Profile cover photo
Profile photo
Paulo Andrade
57 followers -
Posso não concordar com o que você diz, mas lutarei até o fim para que tenha o direito de dizê-lo
Posso não concordar com o que você diz, mas lutarei até o fim para que tenha o direito de dizê-lo

57 followers
About
Posts

Post has attachment
Paulo Andrade commented on a post on Blogger.
Pois é: muitas cervejas levam milho e uma porcentagem enorme do milho brasileiro é transgênica. Isso faz com que a cerveja seja perigosa? De jeito nenhum! Todas as 18 variedades (não tem mutante nenhum, isso é uma linguagem frouxa e incorreta dos articulistas, que são claramente contra a biotecnologia).foram aprovadas pela CTNBio e por todas as demais agências de risco do Mundo onde foram analisadas. Qualquer coisa feita com estes milhos é tão arriscada quanto se tivesse sido feita com milhos convencionais. 
Há artigos que mostram o perigo destes milhos? Sim, a porcaria que foi publicada pelo Séralini, com imenso estardalhaço midiático, mas que foi retirada da revista no fim do ano passado. E mais uns 10 outros de igual falta de qualidade. Era um artigo que NUNCA deveria ter sido aceito, um mostrengo científico. Apelar para este artigo como se fosse verdadeiro demonstra o desvio ideológico profundo dos articulistas. Há pelo menos vinte centenas de outros que mostram a segurança alimentar destes milhos. E aí, os articulistas da Carta Capital desconhecem esta massa de evidência?
A adição de cereais não maltados não é coisa de brasileiro, isso se faz no mundo inteiro. A cerveja assim produzida continua gostosa e é mais barata. Portanto, viva o milho na cerveja, sobretudo no Carnaval que está rolando com força! Avoé. Naturalmente, deve haver espaço para os que preferem uma cerveja sem milho ou arroz, e o Brasil deve facilitar a entrada de pequenas cervejarias no mercado.
Se deveria haver rótulo: sim, a lei e o decreto(este de 2003) obrigam. Mas a maioria dos bebedores de cerveja, assim como os comedores de salgadinho, cuscuz, pipoca, curau, mungunzá, etc,, não estão nem aí para o tal T do rótulo.
Em resumo, o artigo é barulhento, mas trata-se apenas de muito barulho por nada.

Post has attachment
Paulo Andrade commented on a post on Blogger.
O artigo de Séralini e cols. foi denunciado como um disparate científico desde que foi publicado pela revista Food and Chemical Toxicology. Leiam a história completa em http://genpeace.blogspot.com.br/2013/11/sepultando-um-zumbi-o-artigo-cientifico.html 
Wait while more posts are being loaded