Estar em paz com um mundo #atormentado não é uma meta sensata.

Toda sociedade define e molda sua própria #normalidade e sua própria #anormalidade , de acordo com narrativas dominantes, e busca fazer com que as pessoas obedeçam — caso contrário as exclui.

Dentre os distúrbios de personalidade, os mais comuns são ansiedade por desempenho e fobia social: ambos refletem um medo da outra pessoa, que é percebida tanto como avaliadora quanto como competidora, as únicas funções que o fundamentalismo de mercado admite para a sociedade. Somos atormentados pela depressão e pela solidão.

Ver também
Paul Verhaeghe; What About Me? The Struggle for Identity in a Market-Based Societ: http://goo.gl/PYrjn7
Shared publiclyView activity