Profile cover photo
Profile photo
TopBiologia
30 followers -
Informações relacionadas a biologia e carreira do biólogo.
Informações relacionadas a biologia e carreira do biólogo.

30 followers
About
Posts

Post has attachment
Vídeo mostra reação incrível de gorila vendo fotos de outros primatas



0






0






0




Um vídeo gravado no zoológico de Louisville, nos Estados Unidos, vem viralizando nas redes sociais nas últimas semanas ao mostrar a reação de um gorila vendo fotos de outros primatas.
O material, publicado no YouTube no início deste mês, mostra um dos visitantes do zoológico exibindo para o animal, que estava atrás de uma tela de vidro, as fotos de outros primatas através do seu smartphone. O gorila parece ser atraído instantaneamente pelas imagens.
Na metade da gravação, o inesperado acontece e o gorila apoia a cabeça no vidro da mesma forma que o rapaz que o mostra as fotos está apoiado, como em um ato de querer se encostar no visitante. A suspeita é que as imagens tenham despertado um sentimento semelhante à comoção no animal, que por algum motivo quis se aproximar do humano.
Veja o registro abaixo:

The post Vídeo mostra reação incrível de gorila vendo fotos de outros primatas appeared first on topbiologia.com. http://agroba.se/1L2Fmbn

Post has attachment
3 filhotes de rinoceronte mais raro do mundo são encontrados na Indonésia



106






0






0




Três representantes filhotes do rinoceronte-de-Java (Rhinoceros sondaicus), um dos mais raros do mundo e que corre grande risco de extinção, foram observados no parque natural de Ujung Kulon, na ilha de Java, Indonésia. O caso foi divulgado pela agência France Presse.
(Foto: Divulgação/Parque Nacional de Ujung Kulon)
De acordo com informações da AFP, os filhotes, uma fêmea e dois machos, devem ter pouco mais que um ano. Os rinocerontes foram filmados em abril, maio e julho junto as suas mães pelas câmeras do parque que servem para observar os animais mais tímidos.
“É uma grande notícia, agora temos que garantir sua proteção”, disse à AFP Widodo Ramono, diretor da Indonesian Rhino Foundation.
Com a descoberta, sobe para 60 o número de rinocerontes-de-Java presentes no parque. Os três filhotes nasceram de mães diferentes e parecem saudáveis, segundo a organização do local. Estes animais são conhecidos, principalmente, pelas dobras características de sua pele.
The post 3 filhotes de rinoceronte mais raro do mundo são encontrados na Indonésia appeared first on topbiologia.com. http://agroba.se/1L1QeWO

Post has attachment
Dezenas de banhistas se unem para tentar salvar tubarão encalhado



92






0






0




Um grande grupo de banhistas que estavam em uma praia de Massachusetts, nos Estados Unidos, se reuniu para tentar salvar a vida de um grande tubarão que encalhou recentemente na areia. Em um vídeo gravado por banhistas que estavam no local, é possível ver que foi feito um tipo de pequeno caminho na areia para que o animal fosse arrastado até o mar.
Veja também: Uma única imagem pode te fazer rever seus conceitos sobre tubarões
De acordo com as imagens gravadas pela americana Robyn Schnaible e divulgadas pela CNN, é possível ver também que as pessoas se organizaram em uma fila para conseguir puxar o animal de volta para o mar. Porém, segundo a turista, infelizmente, o animal não resistiu e morreu.


The post Dezenas de banhistas se unem para tentar salvar tubarão encalhado appeared first on topbiologia.com. http://agroba.se/1Obpq7D

Post has attachment
Pesquisa descobre escorpião marinho pré-histórico de 1,7 metros



47






0






0




Pesquisadores da da Universidade Yale anunciaram a descoberta de uma nova espécie de escorpião pré-histórico, identificado através de um fóssil encontrado em Iowa, nos Estados Unidos. A pesquisa sobre o animal, publicada na revista científica BMC Evolutionary Biology, mostrou que a espécie tinha 1,7 metros de comprimento e habitava os oceanos muito antes dos dinossauros na Terra, há cerca de 460 milhões de anos.
(Foto: Patrick J. Lynch/Yale University via AP)
Batizada de Pentecopterus decorahensis, a espécie foi descrita como a mais antiga conhecida entre os euriptéridos, uma ordem de artrópodes extintos típica do período Paleozóico (de 540 milhões a 250 milhões de anos atrás). Conhecidos como “escorpiões marinhos”, os euriptéridos têm relação com os aracnídeos modernos.
Segundo um dos autores, James Lamsdell, a nova espécie tem formato “incrivelmente bizarro”, com uma longa cabeça protegida por um tipo de escudo. Além disso, o animal tinha um corpo achatado, grandes membros para capturar presas e um membro traseiro em forma de remo, usado para nadar e escavar.
(Foto: JAMES C. LAMSDELL ET AL / BMC EVOLUTIONARY BIOLOGY)
“Talvez o mais surpreendente seja a maneira fantástica como ele está preservado. O exoesqueleto está comprimido em uma rocha, mas pode ser descascado e estudado no microscópio. O estudo mostrou uma quantidade inacreditável de detalhes, como padrões de pelos curtos nas pernas. Às vezes parece que você está estudando a pele descartada por um animal moderno. É uma oportunidade emocionante para qualquer paleontologista”, disse Lamsdell.
A nova espécie foi reconstituída a partir de mais de 150 fragmentos fósseis, escavados na camada superior de uma camada de 27 metros de espessura de xisto argiloso, no interior de uma cratera parcialmente submersa pelo rio Iowa, no nordeste do estado.
(Ilustração: JAMES C. LAMSDELL ET AL / BMC EVOLUTIONARY BIOLOGY)
The post Pesquisa descobre escorpião marinho pré-histórico de 1,7 metros appeared first on topbiologia.com. http://agroba.se/1LR4CCM

Post has attachment
Espécie rara de molusco é encontrada após não ser vista por 31 anos



1






0






0




Pesquisadores anunciaram recentemente que uma espécie de molusco raro, que não era visto há 31 anos, foi registrada na costa de Papua Nova Guiné, no Pacífico Sul, no início de agosto.
(Foto/Reprodução: Peter Ward/Live Science)
Pertencente a espécie ‘Allonautilus scrobiculatus', ele é um tipo cefalópode marinho arcaico, que foi muito abundante no período paleozoico. Curiosamente, a região onde o representante do animal foi encontrado é a mesma localidade onde ele foi visto mais de três décadas atrás. Inicialmente, esta espécie tinha sido encaixada no gênero Nautilus, mas recentemente têm seu próprio gênero por conta das diferenças morfológicas significativas entre ambos.
De acordo com informações do Live Science, este molusco é conhecido na ciência desde 1700, porém, ele só analisado efetivamente em 1984, quando Bruce Saunders, professor de geologia na Bryn Mawr College, na Pensilvânia, capturou a criatura, explicou Peter Ward, professor de biologia da Universidade de Washington. Ward viu o molusco poucas semanas depois de Saunders em 1984 e, em seguida, novamente no início deste mês.
Nautilus pompilius (esquerda) nadando ao lado do raro Allonautilus scrobiculatus (direita) IFoto: Peter Ward/UW)
O achado do espécime foi comemorado no meio cientifico, principalmente porque ainda se sabe pouco sobre esse animal, que já sobreviveu a duas grandes extinções em massa que a Terra sofreu. Estes animais são marcados por uma bela concha em espiral, de 15 a 25 centímetros de diâmetro, dividida em 36 compartimentos, dos quais o maior e mais exterior aloja o corpo do animal.
Apesar da comemoração do achado, a espécie Allonautilus scrobiculatus pode desaparecer a qualquer momento, porque precisa de necessidades muito específicas para sobreviver. Ele é incapaz de resistir em águas muitos quentes e morre se descer abaixo dos 2.500 metros de profundidade. A criatura “mais rara” do planeta, como Ward a designou ao site da Universidade de Washington, também pode desaparecer por culpa da pesca ilegal naquela zona do globo, mas também dos colecionadores que buscam a raridade da concha deste náutilo.
The post Espécie rara de molusco é encontrada após não ser vista por 31 anos appeared first on topbiologia.com. http://agroba.se/1hs8Djx

Post has attachment
Batalha de cobra e peixe é registrada por mergulhador na Austrália



47






0






0




Uma cena difícil de ser registrada vem viralizando nas redes sociais nos últimos dias. Um mergulhador de pesca submarina conseguiu captar a briga de uma cobra-marinha e um peixe no litoral de Darwin, no norte da Austrália. O caso foi registrado no fim desse mês.
(Foto: Rick Trippe/ BBC)
Em entrevista à BBC britânica, Rick Trippe, o mergulhador que fez as imagens, acredita que o animal que tentava se salvar da cobra seria um representante de peixe-pedra. O registro foi feito durante um mergulho perto dos destroços de um navio da 2ª Guerra Mundial no porto de Darwin.
Como estava próximo dos animais, Trippe disse que resolveu tirá-los da água porque se sentiu ameaçado. Porém, pouco depois, os devolveu a água e a cobra voltou a atacar o peixe.
“Podia ouvir o peixe reclamando; então devolvi os dois para a água, mas a cobra voltou a se engalfinhar com o peixe”, disse ele. Não se sabe o que aconteceu com os animais depois disso.
O veneno expelido pelos 13 espinhos das escamas do peixe-pedra pode matar um ser humano em duas horas se o socorro não foi imediato.
The post Batalha de cobra e peixe é registrada por mergulhador na Austrália appeared first on topbiologia.com. http://agroba.se/1PH2Cuw

Post has attachment
Lagarto de 80 milhões de anos é descoberto no Brasil



80






0






0




Uma nova espécie de lagarto, que teria vivido há cerca de 80 milhões de anos na região onde hoje é o Brasil, foi anunciada por pesquisadores em uma publicação na revista científica Nature Communications nessa quarta feira (26). A espécie, que recebeu o nome Gueragama sulamericana, foi identificada através de um fóssil encontrado na cidade de Cruzeiro do Oeste, no interior do Paraná.
(Foto: ilustração/Julius Csotonyi/Divulgação)
Os responsáveis pela descoberta, cientistas da Universidade do Contestado, do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e da Universidade de Alberta, no Canadá, disseram que esta se trata da primeira espécie de lagarto acrodonte – que tem os dentes presos diretamente no maxilar superior – descoberta na América do Sul.
Pertencentes a um grupo conhecido como “lagartos iguania”, que tem mais de 1700 espécies conhecidas, os acrodontes pertencem ao Velho Mundo, Por isso, a descoberta do G. sulamericana em terras do Brasil provocou surpresa. Para os cientistas, isso sugere que o grupo atingiu uma distribuição global quando ainda havia o continente Pangeia.
“Trata-se de um elo perdido quanto à paleobiogeografia e possivelmente quanto às origens do grupo, então é uma evidência boa que sugere que no Cretáceo inferior, a parte do sul da Pangeia ainda era um tipo de um bloco continental único”, diz Michael Caldwell, professor da Universidade de Alberta.
(Foto: Tiago Simoes e Adriano Kury/Divulgação)
The post Lagarto de 80 milhões de anos é descoberto no Brasil appeared first on topbiologia.com. http://agroba.se/1Jp9jzQ

Post has attachment
Vídeo mostra maior coração do mundo já preservado



161






0






0




Cientistas do Museu Real de Ontario, no Canadá, revelaram recentemente como é o maior coração do mundo, pertencente as baleias-azuis.
(Foto: reprodução/YouTube)
Segundo informações dos cientistas, que divulgaram o material em um vídeo no YouTube, o coração pertencia a um animal com 23 metros de comprimento e 180 toneladas, que tinha todos os seus órgãos em tamanhos gigantescos. O animal dissecado foi encontrado morto em Newfoundland, no Canadá, e os cientistas precisaram de quatro pessoas para retirar o coração de sua cavidade torácica.
“Este é o primeiro coração de baleia-azul a ser anatomicamente preservado para exposição e estudo”, disse Jacqueline Miller, uma das pesquisadoras do museu, em um vídeo veiculado pela rede de televisão americana PBS.
O órgão possui 180 quilos, 1,5 metro de comprimento e, quando estava ativo, bombeava cerca de 60 galões de sangue (220 litros) por batimento cardíaco. Comparando ao órgão humano, o nosso coração tem, em média, 12 cm e pesa cerca de 340 gramas.
Segundo informações divulgadas pela equipe, o coração ficou congelado por um ano. Em julho, Miller e seus colegas começaram a tampar as artérias do coração com mil litros de formol, para preservar os restos mortais. O processo de preservação é concluído quando o coração é desidratado com acetona e enchido com silicone.
Veja abaixo o vídeo, em inglês, com as imagens da baleia-azul e de seu coração:

The post Vídeo mostra maior coração do mundo já preservado appeared first on topbiologia.com. http://agroba.se/1EiX3BL

Post has attachment
Panda dá luz a gêmeos em zoológico nos Estados Unidos



103






0






0




A ursa panda Mei Xiang, que mora no zoológico nacional Smithsonian, em Whashington, Capital dos Estados Unidos, deu a luz a dois lindos e pequenos filhotes no último domingo (22).
As novas celebridades do parque zoológico são resultado de uma bem sucedida inseminação artificial realizada com Mei Xiang em abril desse ano. A mamãe de 17 anos, e os funcionários do zoológico, agora têm a dura missão de manter os filhotes vivos e saudáveis.
(Foto: reprodução/National Geographic)
O nascimento de pandas gêmeos não é algo raro, porém quando isso acontece, as mamães pandas tem dificuldade em manter os dois filhotes vivos. Os minúsculos ursinhos dependem da mãe para conseguir alimento e calor, como é difícil para as fêmeas equilibrarem sua rotina em função de dois bebês, elas geralmente dão preferência ao que tem mais chance de sobreviver.
A estratégia do zoológico para ajudar Mei Xiang com a dura missão de ser mãe de gêmeos é alternar os horários dos bebês entre a incubadora e o colo da mamãe. os filhotes tem 86 e 138 gramas cada, e alimentação, se necessário, será complementada com suplemento alimentar infantil, comida de cachorro e água.
Ainda não se sabe o sexo dos pequenos pandas, mas os funcionários do zoológico dizem estar animados com os novos moradores.
“É definitivamente novo para nós”, disse Aitken-Palmerm , funcionário do parque Smithsonian. “Estamos animados, porém nervosos.”
The post Panda dá luz a gêmeos em zoológico nos Estados Unidos appeared first on topbiologia.com. http://agroba.se/1Lvksjp

Post has attachment
Aranha recém-descoberta é capaz de planar entre as árvores



17






0






0




Pesquisadores identificaram uma nova espécie de aranha, endêmica de regiões da América do Sul, capaz de planar entre as árvores. Segundo um estudo publicado no periódico científico The Royal Society Interface, as aranhas Selenop banksi podem orientar sua trajetória graças ao formato do seu corpo. Esta é a primeira vez que este tipo de comportamento em aranhas é documentado.
(Foto: reprodução/The Royal Society Interface)
“Não existem aranhas com asas. Aranhas não podem voar”, confirmou o líder da pesquisa, Steve Yanoviak, da Universidade de Louisville, nos Estados Unidos. “Estas aranhas representam uma impressionante aventura evolucionária na conquista do ar pelos animais.”
Leia também: As cobras voadoras da Ásia
Para os pesquisadores da espécie, a aranha-planadora adquiriu essa habilidade por habitar os troncos de árvores, locais mais seguros do que o solo para o animal. Dessa forma, ao cair de uma árvore, essas aranhas conseguem controlar sua trajetória planando para chegar a outro tronco em vez de ir no chão.
(Foto: reprodução/BBC/The Royal Society – Steve Yanoviak)
POSTURA
Essas aranhas têm um corpo achatado, com uma espessura equivalente à de uma moeda. Para comprovarem a teoria que essas aranhas são realmente capazes de planar, cientistas usaram 59 espécimes em uma experiência no estilo “lançamento de aranha”. Do total, 93% foram capazes de planar e controlar seu voo e 86% aparentemente estabeleceram uma trajetória direta até o local onde pousaram.
Para isso, logo após serem jogadas de uma altura entre 20 e 25 metros, estas aranhas assumiram uma postura corporal característica, virando seu corpo para cima com grande agilidade e planando na direção apontada por suas cabeças.
(Foto: reprodução/BBC/The Royal Society – Steve Yanoviak)
Para controlar sua trajetória, essas aranhas usaram suas pernas dianteiras. Caso quisessem ir para a direita, mudavam o ângulo de sua perna dianteira esquerda, por exemplo.
“A forma como elas mudam a posição do seu corpo em pleno ar e controlam sua trajetória apontam para novos mecanismos de movimentos corporais que podem ser relevantes para a robótica”, ressalvaram os pesquisadores.
The post Aranha recém-descoberta é capaz de planar entre as árvores appeared first on topbiologia.com. http://agroba.se/1KI1inC
Wait while more posts are being loaded