Profile

Cover photo
Instituto Socioambiental
526 followers|218,550 views
AboutPostsPhotosYouTube

Stream

 
2016 foi o ano mais quente da história! A temperatura chegou a 1,3ºC quase alcançando a meta de 1,5ºC de limite “aquecimento seguro” que países se comprometeram a tentar atingir no Acordo de Paris, de 2015. Leia mais no Observatório do Clima.
 ·  Translate
Temperatura no ano passado chegou a 1,3º C acima da média pré-industrial, quase alcançando a meta de 1,5oC de limite “aquecimento seguro” que países se comprometeram a tentar atingir em Paris. O gráfico mostra as temperaturas na Terra de 1800 a 2016. Do Observatório do Clima
1
Add a comment...
 
Óleo de Pequi do Povo Kĩsêdjê do Xingu chega ao Mercado de Pinheiros, em São Paulo!! Você está convidado para conhecer esta iguaria no próximo sábado (10), a partir das 14h, no Box Amazônia/Mata Atlântica. Orgânico e produzido de forma comunitária na aldeia, óleo de pequi, ou Hwĩn Mbê na língua indígen é essencial na cultura e alimentação dos Kĩsêdjê. É plantado também para reflorestar áreas desmatadas da Amazônia.
 ·  Translate
1
Add a comment...
 
O conhecimento do povo indígena Yanomami sobre suas plantas de cura vira exposição online, com curadoria do ISA, em lançamento mundial de coleções sobre história natural no Google Arts & Culture.

Composta por fotos, vídeos, desenhos, depoimentos em áudio e textos, a exposição, com curadoria do ISA, está ao lado de coleções de algumas das instituições mais respeitadas do mundo, como o Museu de História Natural de Londres e o Museu Americano de História Natural.

Conheça agora: http://isa.to/2cB1AXj
 ·  Translate
2
1
Maria Calixta da Silva Costa's profile photo
 
Povo indígena precisa ser mais ouvidos, nas escolas e em todas as instituições que possam disseminar o saber. Até mesmo a concepção da origem do mundo é uma forma de respeito para com a nossa Mãe Terra!




 ·  Translate
Add a comment...
 
O ISA é aliado histórico de comunidades tradicionais, povos indígenas e do meio ambiente. Hoje, todos eles estão sob intenso ataque no Brasil. Contamos com você para fortalecer nossa atuação política na defesa dos direitos coletivos e da proteção ambiental. Junte-se a nós, socioambiental se escreve junto! filiacao.socioambiental.org
 ·  Translate
4
Add a comment...
 
Tawary Titiah é Pataxó Hãhãhãe. Tem 24 anos. É uma jovem liderança em formação. Esteve em dezembro do ano passado na COP-21 em Paris, onde participou de debates sobre as ameaças aos direitos indígenas no Brasil. Na manhã desta segunda-feira (11/7), em uma entrevista coletiva em São Paulo, denunciou ataques e ameaças que seu povo vem sofrendo. “Queremos nossa comunidade de volta. Queremos ter paz, sossego e não estamos tendo. Estamos sendo massacrados”, alerta o jovem líder indígena
 ·  Translate
1
Add a comment...
 
Joênia Wapixana é a primeira advogada indígena brasileira. Nesta manhã, ela denunciou em evento na Noruega os ataques ao povo Guarani Kaiowa (MS). "Hoje é um dia de solidariedade ao assassinato do líder Cloudione, da etnia Guarani Kaiowa". ‪#‎GenocidioGuaraniKaiowa‬
 ·  Translate
A primeira advogada indígena brasileira, Joênia Wapixana, co Conselho Indígena de Roraima (CIR) denunciou os ataques ao povo Guarani Kaiowa (MS) na Noruega, na manhã desta quarta-feira (15). Ela é representante dos povos indígenas no Oslo Redd Exchange 2016, promovido pelo governo norueguês, para discutir como avançar no combate ao desmatamento
2
Add a comment...
 
URGENTE! Nesta terça (14), um ataque contra os Guarani Kaiowá da Terra Indígena Dourados-Amambaipegua I, no sul de Mato Grosso do Sul, causou a morte de uma liderança indígena e deixou pelo menos cinco feridos. Segundo informações preliminares, às 10h desta manhã cerca de 70 fazendeiros atacaram a tiros uma das comunidades do povo Guarani e Kaiowa que havia retomado seu território tradicional no domingo à noite (12). Algumas lideranças indígenas ainda estão desaparecidas.

Acompanhe outras notícias na página da Aty Guasu no Facebook: https://www.facebook.com/aty.guasu/
Saiba mais sobre o povo Guarani Kaiowá:https://pib.socioambiental.org/pt/povo/guarani-kaiowa
 ·  Translate
1
1
Add a comment...
 
Para o ISA 2016 foi um ano de muita atividade, desafios e conquistas. Agora que o ano chega ao fim, fizemos um resumo do trabalho realizado pelas equipes do Programa Rio Negro, Xingu, Vale do Ribeira, Monitoramento de Áreas Protegidas e Programa de Política e Direito Socioambiental (PPDS). Nosso agradecimento a você que esteve junto com a gente e ajudou a compartilhar estes projetos. Feliz 2017!
 ·  Translate
1
Add a comment...
 
“Eu nasci aqui. O fato de eu ter nascido aqui tem de contar”, diz Hyral Moreira, 40 anos, uma das lideranças da comunidade Guarani Morro dos Cavalos, em Santa Catarina. A comunidade protocolou no Supremo Tribunal Federal (STF), nesta sexta (14), uma petição que contesta a ação movida pelo governo estadual para anular o processo de demarcação da área. Símbolos de resistência, os Guarani aguardam agora seu futuro ser decidido pelos ministros do STF.
Apoie a luta dos Guarani! Compartilhe esta história! http://bit.ly/2dh8Rb9 #DemarcaçãoJa
 ·  Translate
1
Add a comment...
 
Quem paga a conta das mudanças climáticas? As respostas vêm dos relatos dos agricultores quilombolas, reunidos na cidade de Eldorado, no Vale do Ribeira (SP), para debater as consequências desastrosas das alterações do clima sobre suas roças e vidas. "Antigamente, a gente plantava um litro de feijão e colhia 40 litros. Hoje, com um litro, se Deus ajudar, colhemos 20” (Vandir Rodrigues, do quilombo de Ivaporunduva).
 ·  Translate
As respostas vêm dos relatos dos agricultores quilombolas, reunidos na cidade de Eldorado, no Vale do Ribeira (SP), para debater as consequências desastrosas das variações do clima sobre suas roças e vidas
1
Add a comment...
 
Uma grande vitória para a biodiversidade marinha! Após 30 anos de luta, o Arquipélago dos Alcatrazes, no litoral norte de São Paulo, vai virar um Refúgio de Vida Silvestre! O local é um santuário de vida exuberante, incluindo o maior ninhal de aves marinhas das costas Sul e Sudeste do Brasil e várias espécies que só ocorrem lá. Notícia para comemorar! :) Saiba mais na reportagem do ISA: http://isa.to/2au1yOa

Foto: Leandro Coelho (http://isa.to/2aTfa8U)
 ·  Translate
3
Add a comment...
 
Quer trabalhar no ISA? Estamos contratando "Analista de políticas públicas e gestão socioambiental" para trabalhar com articulação política, planejamento e gestão de iniciativas e projetos socioambientais na Bacia do Xingu, no Mato Grosso. O prazo de recebimento de currículos é dia 8 de julho. Saiba mais sobre a vaga no edital: http://isa.to/28JhE8o
 ·  Translate
1
Add a comment...
Contact Information
Contact info
Address
Sede São Paulo Av. Higienópolis, 901 - Sl 30 São Paulo - SP 01238-000
Brasília SCLN, 210 Bloco C sala 112 Brasília - DF 70862-530
Manaus Rua Costa Azevedo n°. 272 1° andar Largo do Teatro - Centro Manaus - AM 69010-230
Boa Vista Rua Presidente Costa e Silva, 116 Boa Vista - RR 69306-670
São Gabriel da Cachoeira Caixa Postal 21 69750-000 São Gabriel da Cachoeira - AM
Canarana Av. São Paulo, 202 Canarana - MT 78640-000
Altamira R. Professora Beliza de Castro, 3253 Bairro Jd.Independente II Altamira - PA 68372-530
Eldorado R. Paula Souza, 103 11960-000 Eldorado - SP
Story
Tagline
Socioambiental se escreve junto
Introduction
O Instituto Socioambiental (ISA) é uma associação sem fins lucrativos, qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), desde 21 de setembro de 2001. Fundado em 22 de abril de 1994, o ISA incorporou o patrimônio material e imaterial de 15 anos de experiência do Programa Povos Indígenas no Brasil do Centro Ecumênico de Documentação e Informação (PIB/CEDI) e o Núcleo de Direitos Indígenas (NDI) de Brasília. Ambas, organizações de atuação reconhecida nas questões dos direitos indígenas no Brasil.

No final dos anos 1980, uma série de fatos e processos marcaram um período de intensas interações entre diferentes segmentos organizados da sociedade civil brasileira, nas vertentes sociais e ambientais: o processo de formulação e aprovação dos direitos sociais coletivos e do meio ambiente na Constituição Federal (1987/88); a campanha da Aliança dos Povos da Floresta (1989); o Encontro dos Índios em Altamira (Pará) para protestar contra um grande plano oficial de aproveitamento hidrelétrico da Bacia do rio Xingu (1989) e a formação do Fórum Brasileiro de ONGs, Movimentos Sociais Preparatório para a Rio 92 (1990) e a própria Conferência das Nações Unidas (1992).

As pessoas que se juntaram para formular, fundar e implantar o Instituto Socioambiental, entre 1993 e 1995, tiveram participação decisiva e destacada na idealização e implementação dos processos acima mencionados.