Profile cover photo
Profile photo
Sergio Leal
199 followers -
Acho que já disse isso em outro lugar, mas lá vai: "Aprendendo a nobre arte de ser um vagabundo"
Acho que já disse isso em outro lugar, mas lá vai: "Aprendendo a nobre arte de ser um vagabundo"

199 followers
About
Posts

Post has shared content
Deve ter gente como a gente em algum lugar deste universo!
Behold: see galaxies like never before! Astronomers have used the unparalleled sharpness and spectral range of the Hubble Space Telescope to create the most comprehensive, high-resolution ultraviolet-light look at nearby star-forming galaxies. Take a look: https://go.nasa.gov/2rStTqR
Photo
Add a comment...

Post has attachment

Post has shared content
Originally shared by ****
Beautiful calligraphy created on an iPad Pro with the Apple Pencil http://ow.ly/UQIF303nRLt
Photo
Add a comment...

Post has shared content
A editora achou por bem mudar a capa de "A Espiã"(6 de setembro)
E eu tambem gosto mais desta
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Estou vendo as políticas de países do mundo inteiro convergirem para o fascismo muito rapidamente.
Add a comment...

Post has shared content
Add a comment...

Post has shared content
Requião explica e cala a boca de muita gente...
“Essa meta é uma imposição de credores externos, é uma pressão do capital internacional sobre o país e não há sanção alguma caso seja descumprida”, afirmou Requião. Senador lembrou ainda que tanto FHC como Lula também usaram das “pedaladas” sem que fossem incomodados pelo TCU ou Congresso Nacional
O senador Roberto Requião (PMDB-PR) desmistificou o julgamento das ditas “pedaladas” ocorrido ontem (7) pelo Tribunal de Contas da União (TCU). De acordo o parlamentar, o descumprimento dessas metas programáticas inflacionárias são chamadas de “pedaladas” para degradar a discussão.
“Essa meta é uma imposição de credores externos, é uma pressão do capital internacional sobre o país e não há sanção alguma caso seja descumprida”, disse em mensagem radiofônica.
Segundo o congressista, o ex-ministro da Fazenda Guido Mantega e ex-secretário do Tesouro Arno Augustin queriam evitar “sanções” do mercado internacional, e não deixar de investir na economia e em programas sociais.
“Então, eles (Mantega e Arno) deixaram que os bancos pagassem as contas do governo, e atrasaram o pagamento aos bancos”, afirmou. “Nada demais nisso aí”, disse Requião, acrescentando que tanto o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e como o seu sucessor, Luiz Inácio Lula da Silva, também usaram das “pedaladas” sem que fossem incomodados pelo TCU ou Congresso Nacional.
O senador explicou ainda que “se fosse uma empresa privada essas ‘pedaladas’ seriam chamadas de ‘engenharia financeira’”. Para Requião, “podemos questionar o uso dessa engenharia financeira. Faltou ao Brasil um projeto de desenvolvimento econômico, de industrialização”. “Mas não houve crime. Ninguém de apropriou de recursos público”, disse.
“O capital financeiro internacional quer coagir países a deixarem de lado suas obrigações com o povo, de emprego, de saúde, de previdência, e os programas sociais, as bolsas compensatórias, para pagar suas dividas com juros rigorosamente absurdos”, acrescentou.
Add a comment...

Este novo layout (parecido com o "Pinterest") me parece legal. Mas não acho muito confortável.

Post has attachment
Wait while more posts are being loaded