Profile cover photo
Profile photo
Orientação Vocacional e Coaching
30 followers -
Método de Orientação Vocacional Simples, Prático e Eficaz. Método testado de Orientação Vocacional. Inclui Teste Vocacional Online.
Método de Orientação Vocacional Simples, Prático e Eficaz. Método testado de Orientação Vocacional. Inclui Teste Vocacional Online.

30 followers
About
Posts

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment

Post has attachment
É imprescindível ter contato com atividades a serem vivenciadas no processo de orientação profissional (individual ou em grupo), com sugestões facilitadoras ao acesso, por parte do orientador e do orientando, às representações da família sobre o momento de escolha profissional do jovem. Tais tarefas auxiliam também na obtenção de informações sobre a visão da família em relação ao orientando, com a participação ao não da família nas sessões de orientação. Auxiliam, ainda, a localizar os temas que o orientando elege com a sua família, ao expressar suas visões sobre o convívio e as expetativas parentais sentidas por ele e percebidas a seu modo. Tais atividades operam como facilitadoras da tomada de consciência dos fatores envolvidos na psicodinâmica da família e suas relações com a escolha profissional do jovem. Cabe ressaltar que a inclusão da análise do imaginário familiar corresponde a uma opção metodológica em orientação profissional.

​Maria Luiza Dias - Psicóloga
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Pelo segundo ano consecutivo há mais vagas no ensino superior público. São ao todo 50.838 – mais 150 do que em 2016 -, distribuídas por 1062 licenciaturas e mestrados integrados. Há cursos novos, como Acupuntura ou Estudos Chineses e Japoneses, e uma tentativa de promoção de duas áreas que o Ministério da Ciência e do Ensino Superior considera fundamentais para o desenvolvimento do país e em que há falta de diplomados: Física e Tecnologias da Informação, Comunicação e Eletrónica (TICE).

Nestes últimos dois casos, o despacho ministerial que regula a fixação de vagas por parte das instituições de ensino superior já se anunciava que iam ser levantadas as restrições à abertura e aumento de vagas e cursos, normalmente condicionadas à procura pelos alunos, à taxa de desemprego e à oferta total de cada instituição.

Em relação aos cursos de Física, a possibilidade de abrir mais lugares estende-se a todas as instituições do país, uma vez que a Direção-Geral de Saúde identificou uma “elevada carência específica de profissionais especialistas em física médica e de peritos qualificados em protecção radiológica, o que provoca óbvias limitações atuais e futuras ao funcionamento do Serviço Nacional de Saúde”, explica o Ministério na nota que acompanha a divulgação das vagas. Quanto às formações na área das Tecnologias da Informação e Eletrónica, o ministro Manuel Heitor anunciou que a redução de limitações aplica-se a instituições localizadas no interior do país e com menor pressão demográfica.

Quanto a Medicina, um dos cursos mais disputados, a oferta mantém-se, com 1517 vagas no conjunto das nove universidades que os lecionam (incluindo os ciclos preparatórios dos Açores e da Madeira).

A subida das médias a Português e Matemática na 1ª fase dos exames nacionais deste ano e a Física e Química e a Biologia e Geologia em 2016 (estas provas são realizadas pelos alunos no 11º ano ao contrário das primeiras que são feitas no final do 12º) indiciam que as notas mínimas de entrada nestas formações, que são sempre muito altas, não vão baixar.

Direito é outra das áreas onde existe uma oferta considerável: as seis licenciaturas perfazem um total de 1274 lugares no 1º ano. Só na Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa são 560. Eram 460 no ano passado, a que se juntavam mais 100 no regime noturno, mas a instituição decidiu concentrá-las no regime diurno.

A lista completa de cursos e vagas pode ser consultada no site da Direção-Geral do Ensino Superior. No portal Infocursos os candidatos encontram informação adicional sobre cada um, desde a taxa de desemprego, às notas de entrada ou percentagem de abandono.

As candidaturas decorrem exclusivamente online entre hoje e o dia 8 de Agosto e os resultados do concurso são divulgados a 11 de setembro.

NÚMEROS

7661

A Universidade de Lisboa é a instituição com maior capacidade de oferta, abrindo 7661 vagas para o concurso nacional de acesso. Segue-se Porto (4185) e Coimbra (3189). O Instituto Politécnico do Porto (3010) é o maior dentro do ensino politécnico.

560

Vagas em Direito na Universidade de Lisboa. É o curso com mais lugares disponíveis. As cinco licenciaturas em Direito apresentam 1259 vagas no 1º ano

1517

É o número total de vagas em cursos de Medicina (incluindo os ciclos básicos nas universidades da Madeira e dos Açores)

7,2%

É a percentagem de recém-diplomados do ensino superior público que se encontram inscritos no IEFP como desempregados, em 2016. No ensino privado, a percentagem é de 5,4%



Isabel Leiria. Expresso.
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Deve-se ter cuidado com os resultados dos testes vocacionais. Eles isoladamente não devem indicar o caminho a seguir mas devem ser acompanhados por uma análise, por parte dos estudantes, de todo o processo e dos resultados obtidos.
Portanto após a realização de qualquer teste vocacional o estudante deve fazer uma reflexão sobre o processo e o resultado do teste de modo a tirar conclusões sobre o seu autoconhecimento nomeadamente no que diz respeito às suas competências, aos seus interesses, às suas características e aos seus valores.

Carlos Gomes - Professor
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Os pais (ou significativos) constituem o primeiro contexto de socialização da criança e continuam a exercer essa influência ao longo da vida dos seus filhos. Desta forma é esta influência que deve ser trabalhada, dado que é inevitável e indispensável por questões vinculativas, no entanto nem sempre é exercida positivamente. Assim a consultoria de pais de jovens é um mediador dessa influência, ajudando a que seja qualitativamente positiva, dado que os pais são simultaneamente uma fonte de suporte e apoio nas diversas fases da vida e como tal, também na construção do projeto vocacional dos seus filhos.
Saliente-se que este tipo de intervenção com os pais é bastante recente no foro vocacional, mas de bastante qualidade, ajudando a construir uma relação mais cooperativa e compreensiva dos pais para esta e vindouras fases de transição vocacional dos seus filhos e mesmo para com as suas. Sendo que a eficácia da intervenção é ainda maior, quando a par da consultoria de pais, os respetivos filhos estão em processo de orientação vocacional e no final de cada intervenção (da dos pais e da dos filhos) hás possibilidade de fazer uma partilha e integração com pais e filhos conjuntamente.

​Irma Duarte - Psicóloga
www.orientacao-vocacional.com
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Muitos jovens, diante da dúvida sobre qual profissão seguir, utilizam um dos mágicos “testes vocacionais”. Geralmente são gratuitos e sem qualquer base científica.
Somos também apologistas que cada orientador deve ter o seu próprio método ou programa de orientação. Neste método ou programa o orientador pode usar um ou mais testes vocacionais.
​Havendo uma maior variadade de atividades de orientação possibilita ao estudante um melhor conhecimento de si mesmo e das diferenças entre as profissões e do mercado de trabalho, permitindo deste modo uma escolha da profissão mais consciente e mais assertiva.

Carlos Gomes - Professor
www.orientacao-vocacional.com
Photo
Add a comment...

Post has attachment
A reorientação vocacional como o próprio nome indica é voltar a realizar uma nova orientação vocacional. Apesar da orientação vocacional ser um processo contínuo em termos temporais, existem duas situações/momentos em que é fundamental a reorientação vocacional. Assim no momento em que o estudante entre o 10ºAno e 12ºAno de escolaridade apresenta um baixo rendimento escolar ou pretende mudar de ramo educacional, há uma necessidade de uma reorientação vocacional. De forma similar há uma necessidade de uma nova orientação vocacional quando o estudante do ensino superior apresenta um baixo rendimento escolar ou pretende mudar de curso superior.

​Carlos Gomes - Professor
www.orientacao-vocacional.com
Photo
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded