Profile cover photo
Profile photo
Novo Despertar
17 followers -
Novo Despertar - Site para partilha de Mensagens e Textos de Amor, Fé Espiritualidade
Novo Despertar - Site para partilha de Mensagens e Textos de Amor, Fé Espiritualidade

17 followers
About
Posts

Post has attachment
Linguagem - Chico Xavier "Linguagem sã e irrepreensível para que o adversário se envergonhe, não tendo nenhum mal que dizer de nós." Paulo. (TITO, 2 :8.) Através da linguagem, o homem ajuda-se ou se desajuda. Ainda mesmo que o nosso íntimo permaneça nevoado de problemas, não é aconselhável que a nossa palavra se faça turva ou desequilibrada para os outros. Cada qual tem o seu enigma, a sua necessidade e a sua dor e não é justo aumentar as aflições do vizinho com a carga de nossas inquietações. A exteriorização da queixa desencoraja, o verbo da aspereza vergasta, a observação do maldizente confunde... https://wp.me/p4VBEh-ut

“Linguagem sã e irrepreensível para que o adversário se envergonhe, não tendo nenhum mal que dizer de nós.” Paulo. (TITO, 2 :8.) Através da Linguagem, o homem ajuda-se ou se desajuda. Ainda mesmo que o nosso íntimo permaneça nevoado de problemas, não é…
Add a comment...

Post has attachment
Não Esqueça o Principal... Conta a lenda que certa mulher pobre, com uma criança no colo, passando diante de uma caverna escutou uma voz que lá dentro lhe dizia: "Entre e apanhe tudo o que desejar, mas não se esqueça do principal. Lembre-se, porém, de uma coisa: depois que você sair, a porta se fechará para sempre. Portanto, aproveite a oportunidade, mas não se esqueça do principal..." A mulher entrou na caverna e encontrou muitas riquezas. Fascinada pelo ouro e pelas jóias pôs a criança no chão e começou a juntar, ansiosamente, tudo o que podia no seu avental. A voz misteriosa falou novamente: "Você agora só tem oito minutos." Esgotados os oito minutos a mulher, carregada de ouro e pedras preciosas, correu para fora da caverna e a porta se fechou... Lembrou-se, então, que a criança lá ficara e a porta estava fechada para sempre! A riqueza durou pouco e o desespero sempre. O mesmo acontece, às vezes, conosco. Temos uns oitenta anos para viver, neste mundo, e uma voz sempre nos adverte: "Não se esqueça do principal!" E o principal são os valores espirituais, a oração, a vigilância, a vida! Mas a ganância, a riqueza, os prazeres materiais nos fascinam tanto que o principal vai ficando sempre de lado... Assim, esgotamos o nosso tempo aqui, e deixamos de lado o essencial: "Os tesouros da alma!" Que jamais nos esqueçamos que a vida, neste mundo, passa breve e que a morte chega de inesperado. E quando a porta desta vida se fechar para nós, de nada valerão as lamentações. PORTANTO, QUE JAMAIS ESQUEÇAMOS DO PRINCIPAL! Link: https://wp.me/p4VBEh-uo

Não Esqueça o Principal! Conta a lenda que certa mulher pobre, com uma criança no colo, passando diante de uma caverna escutou uma voz que lá dentro lhe dizia: “Entre e apanhe tudo o que desejar, mas não se esqueça do principal. Lembre-se, porém, de uma…
Add a comment...

Post has attachment
17ª Aula - Retorno Da Vida Corpórea à Vida Espiritual   Parte A - A ALMA APÓS A MORTE - SEPARAÇÃO DA ALMA E DO CORPO - PERTURBAÇÃO ESPÍRITA Analisando do ponto de vista filosófico do Espiritismo, a morte não significa a interrupção da vida. A morte resulta da extinção das forças vitais do ser orgânico. No momento da morte física a alma volta a ser Espírito e conserva a sua individualidade não a perde jamais, mesmo após a morte do corpo físico. A individualidade é um atributo do Espírito, demonstrada, através do perispírito, de acordo com as inúmeras comunicações de seres desencarnados, que fornecem detalhes particulares da vida física anterior. O perispírito é o envoltório fluídico da alma, da qual não está separado nem antes, nem após a morte, podendo conservar, temporariamente, a aparência física que tinha em sua última encarnação. Cientificamente, está devidamente comprovada a sobrevivência da individualidade do Espírito após a morte física. Portanto o Espírito é imortal, porém não é eterno, pois somente Deus é eterno conserva o seu patrimônio de experiências existenciais, cuja memória é propriedade exclusiva do Espírito. Após o desencarne, o Espírito conserva todas as suas experiências da vida e principalmente, as aquisições morais, e nada leva com relação às conquistas materiais. Link para esta mensagem: 17ª Aula - RETORNO DA VIDA CORPÓREA À VIDA ESPIRITUAL

  Parte A – A ALMA APÓS A MORTE – SEPARAÇÃO DA ALMA E DO CORPO – PERTURBAÇÃO ESPÍRITA Analisando do ponto de vista filosófico do Espiritismo, a morte não significa a interrupção da vida. A morte resulta da extinção das forças vitais do ser orgânico. No…
Add a comment...

Post has attachment
Você é Feliz? Quem te faz Feliz? Durante um seminário para casais, perguntaram a uma das esposas: - "Seu marido lhe faz feliz? Ele lhe faz feliz de verdade?" Neste momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando total segurança. Ele sabia que a sua esposa diria que sim, pois ela jamais havia reclamado de algo durante o casamento. Todavia, sua esposa respondeu a pergunta com um sonoro "NÃO", daqueles bem redondos! - "Não, o meu marido não me faz feliz"! (Neste momento o marido já procurava a porta de saída mais próxima). - "Meu marido nunca me fez feliz e não me faz feliz! Eu sou feliz". E continuou: "O fato de eu ser feliz ou não, não depende dele; e sim de mim. Eu sou a única pessoa da qual depende a minha felicidade. Eu determino ser feliz em cada situação e em cada momento da minha vida, pois se a minha felicidade dependesse de alguma pessoa, coisa ou circunstância sobre a face da Terra, eu estaria com sérios problemas. Tudo o que existe nesta vida muda constantemente: o ser humano, as riquezas, o meu corpo, o clima, o meu chefe, os prazeres, os amigos, minha saúde física e mental. E assim eu poderia citar uma lista interminável. Eu decido ser feliz! Se tenho hoje minha casa vazia ou cheia: sou feliz! Se vou sair acompanhada ou sozinha: sou feliz! Se meu emprego é bem remunerado ou não: eu sou feliz! Sou casada mas era feliz quando estava solteira. Eu sou feliz por mim mesma. As demais coisas, pessoas, momentos ou situações eu chamo de "experiências que podem ou não me proporcionar momentos de alegria e tristeza”. Quando alguém que eu amo morre, eu sou uma pessoa feliz num momento inevitável de tristeza. Aprendo com as experiências passageiras e vivo as que são eternas como amar, perdoar, ajudar, compreender, aceitar, consolar. Há pessoas que dizem: hoje não posso ser feliz porque estou doente, porque não tenho dinheiro, porque faz muito calor, porque alguém me insultou, porque alguém deixou de me amar, porque eu não soube me dar valor, porque meu marido não é como eu esperava, porque meus filhos não me fazem felizes, porque meus amigos não me fazem felizes, porque meu emprego é medíocre e por aí vai. Amo a vida que tenho mas não porque minha vida é mais fácil do que a dos outros. É porque eu decidi ser feliz como indivíduo e me responsabilizo por minha felicidade. Quando eu tiro essa obrigação do meu marido e de qualquer outra pessoa, deixo-os livres do peso de me carregar nos ombros. A vida de todos fica muito mais leve. E é dessa forma que consegui um casamento bem sucedido ao longo de tantos anos. Nunca deixe nas mãos de ninguém uma responsabilidade tão grande quanto a de assumir e promover sua felicidade! SEJA FELIZ, mesmo que faça calor, mesmo que esteja doente, mesmo que não tenha dinheiro, mesmo que alguém tenha lhe machucado, mesmo que alguém não lhe ame ou não lhe dê o devido valor. Link: http://www.novodespertar.com.br/mensagem/voce-e-feliz-quem-te-faz-feliz/

Durante um seminário para casais, perguntaram a uma das esposas: – “Seu marido lhe faz feliz? Ele lhe faz feliz de verdade?” Neste momento, o marido levantou seu pescoço, demonstrando total segurança. Ele sabia que a sua esposa diria que sim, pois ela…
Add a comment...

Post has attachment
Que é mais importante: a obra do Cristo ou as pessoas nela inseridas? A Obra do Cristo é Amor Que é mais importante: a "obra do Cristo", ou as pessoas nela inseridas? - indagou Selena. — Boa pergunta! A legítima obra do Cristo constitui-se de pessoas que aprenderam a se amar. Que nos valerá erguer paredes, escrever livros, distribuir gêneros, instituir pactos, se não aprendemos a perdoar, a aceitar críticas, a gostar dos diferentes, a tecer relações com os antipáticos, a gostar de relacionar? A obra de Jesus, em verdade, estabelece-se no reino íntimo do coração e projeta-se nos benefícios da convivência pacífica e educativa. Sem isso, existem apenas movimento e treino emocional para o futuro... A pretexto de amar, não vamos ser descuidados, e a pretexto de sermos cuidadosos não vamos ser individualistas. Trecho do livro: Lírios de esperança Autor: Wanderley Oliveira Pelo espírito Ermance Dufaux Link: http://www.novodespertar.com.br/espiritismo/que-e-mais-importante-obra-do-cristo-ou-as-pessoas-nela-inseridas

Que é mais importante: a “obra do Cristo”, ou as pessoas nela inseridas? – indagou Selena. — Boa pergunta! A legítima obra do Cristo constitui-se de pessoas que aprenderam a se amar. Que nos valerá erguer paredes, escrever livros, distribuir gêneros,…
Add a comment...

Post has attachment
Trabalhe com Amor e Dedicação - Zé Alegria Trabalhe com Amor e Dedicação - Zé Alegria Havia uma fazenda onde os trabalhadores viviam tristes e isolados uns dos outros. Eles estendiam suas roupas surradas no varal e alimentavam seus magros cães com o pouco que sobrava das refeições. Todos que viviam ali trabalhavam na roça do senhor João, dono de muitas terras, que exigia trabalho duro, pagando muito pouco por isso. Um dia, chegou ali um novo empregado, cujo apelido era Zé alegria. Era um jovem agricultor em busca de trabalho. Foi admitido e recebeu, como todos, uma velha casa onde iria morar enquanto trabalhasse ali. O jovem, vendo aquela casa suja e abandonada, resolveu dar-lhe vida nova. Cuidou da limpeza e, em suas horas vagas, lixou e pintou as paredes com cores alegres e brilhantes, além de plantar flores no jardim e nos vasos. Aquela casa limpa e arrumada destacava-se das demais e chamava a atenção de todos que por ali passavam. Ele sempre trabalhava alegre e feliz na fazenda, por isso tinha o apelido de Zé alegria. Os outros trabalhadores lhe perguntavam: como você consegue trabalhar feliz e sempre cantando com o pouco dinheiro que ganhamos? O jovem olhou para os amigos e disse: bem, este trabalho hoje é tudo que eu tenho. Ao invés de blasfemar e reclamar, prefiro agradecer por ele. Quando aceitei trabalhar aqui, sabia das condições. Não é justo que agora que estou aqui, fique reclamando. Farei com capricho e amor aquilo que aceitei fazer. Os outros, que acreditavam ser vítimas das circunstâncias, abandonados pelo destino, o olhavam admirados e comentavam entre si: como ele pode pensar assim? O entusiasmo do rapaz, em pouco tempo, chamou a atenção do fazendeiro, que passou a observá-lo à distância. Um dia o sr. João pensou: alguém que cuida com tanto carinho da casa que emprestei, cuidará com o mesmo capricho da minha fazenda. Ele é o único aqui que pensa como eu. Estou velho e preciso de alguém que me ajude na administração da fazenda. Num final de tarde, foi até a casa do rapaz e, após tomar um café bem fresquinho, ofereceu ao jovem o cargo de administrador da fazenda. O rapaz aceitou prontamente. Seus amigos agricultores novamente foram lhe perguntar: O que faz algumas pessoas serem bem sucedidas e outras não? A resposta do jovem veio logo: Em minhas andanças, meus amigos, eu aprendi muito e o principal é que: não somos vítimas do destino. Existe em nós a capacidade de realizar e dar vida nova a tudo que nos cerca. E isso depende de cada um. Trabalhe sempre com ALEGRIA e MOTIVAÇÃO, faça do seu trabalho um motivo de REALIZAÇÃO! Seja qual for o trabalho, é necessário e faz bem. Colocar AMOR em tudo o que se faz nesta VIDA só REALIZA, podem ACREDITAR!! Veja mais: http://www.novodespertar.com.br/reflexao/trabalhe-com-amor-e-dedicacao-ze-alegria

Havia uma fazenda onde os trabalhadores viviam tristes e isolados uns dos outros. Eles estendiam suas roupas surradas no varal e alimentavam seus magros cães com o pouco que sobrava das refeições. Todos que viviam ali trabalhavam na roça do senhor João,…
Add a comment...

Post has attachment
O trem da vida Você já viajou de trem alguma vez? Numa viagem de trem podemos notar uma grande diversidade de situações, ao longo do percurso. E a nossa existência terrena bem pode ser comparada a uma dessas viagens, mais ou menos longa. Primeiro, porque é cheia de embarques e desembarques, alguns acidentes, surpresas agradáveis em alguns embarques e grandes tristezas em algumas partidas. Quando nascemos, entramos no trem e nos deparamos com algumas pessoas que desejamos que estejam sempre conosco: são nossos pais. Infelizmente, isso não é verdade; em alguma estação eles descerão e nos deixarão órfãos de seu carinho, amizade e companhia insubstituíveis... Mas isso não impede que durante a viagem outras pessoas especiais embarquem para seguir viagem conosco: são nossos irmãos, amigos, amores. Algumas pessoas fazem dessa viagem um passeio. Outras encontrarão somente tristezas, e algumas circularão pelo trem, prontas a ajudar a quem precise. Muitas descem e deixam saudades eternas... Outras passam de uma forma que, quando desocupam seu acento, ninguém percebe. Curioso é constatar que alguns passageiros, que nos são caros, se acomodam em vagões distantes do nosso, o que não impede, é claro, que durante o percurso nos aproximemos deles e os abracemos, embora jamais possamos seguir juntos, porque haverá alguém ao seu lado ocupando aquele lugar. Mas isso não importa, pois a viagem é cheia de atropelos, sonhos, fantasias, esperas, despedidas... O importante, mesmo, é que façamos nossa viagem da melhor maneira possível, tentando nos relacionar bem com os demais passageiros, vendo em cada um deles o que têm de melhor. Devemos lembrar sempre que, em algum momento do trajeto, eles poderão fraquejar e, provavelmente, precisemos entendê-los, porque nós também fraquejaremos muitas vezes e, certamente, haverá alguém que nos entenda e atenda. A grande diferença, afinal, é que no trem da vida jamais saberemos em qual parada teremos que descer, muito menos em que estação descerão nossos amores, nem mesmo aquele que está sentado ao nosso lado. É possível que quando tivermos que desembarcar, a saudade venha nos fazer companhia... Porque não é fácil nos separar dos amigos, nem deixar que os filhos sigam viagem sozinhos. Com certeza será muito triste. No entanto, em algum lugar há uma estação principal para onde todos seguimos... E quando chegar a hora do reencontro teremos grande emoção em poder abraçar nossos amores e matar a saudade que nos fez companhia por longo tempo... Que a nossa breve viagem seja uma grande oportunidade de aprender e ensinar, entender e atender aqueles que viajam ao nosso lado, porque não foi o acaso que os colocou ali. Que aprendamos a amar e a servir, compreender e perdoar, pois não sabemos quanto tempo ainda nos resta até à estação onde teremos que deixar o trem. * * * Se a sua viagem não está acontecendo exatamente como você esperava, dê a ela uma nova direção. Se é verdade que você não pode mudar de vagão, é possível mudar a situação do seu vagão. Observe a paisagem maravilhosa com que Deus enfeitou todo o trajeto... Busque uma maneira de dar utilidade às horas. Preocupe-se com aqueles que seguem viagem ao seu lado... Deixe de lado as queixas e faça algo para que a sua estrada fique marcada com rastros de luz... Pense nisso... E, boa viagem! Redação do Momento Espírita Link: http://www.novodespertar.com.br/reflexao/o-trem-da-vida/

Você já viajou de trem alguma vez? Numa viagem de trem podemos notar uma grande diversidade de situações, ao longo do percurso. E a nossa existência terrena bem pode ser comparada a uma dessas viagens, mais ou menos longa. Primeiro, porque é cheia de…
Add a comment...

Post has attachment
Oração da Felicidade (Papa Francisco) Não chore pelo que você perdeu, lute pelo que você tem. Não chore pelo que está morto, lute por aquilo que nasceu em você. Não chore por quem te abandonou, lute por quem está a seu lado. Não chore por quem te odeia, lute por quem te quer feliz. Não chore pelo teu passado, lute pelo teu presente. Não chore pelo teu sofrimento, lute pela tua felicidade. Não é fácil ser feliz, temos que abrir mão de várias coisas, fazer escolhas e ter coragem de assumir ônus e bônus para ser feliz. Com o tempo vamos aprendendo que nada é impossível de solucionar, apenas siga adiante com quem quer e luta para estar com você. Se engana quem acha que a riqueza e o status atraem a inveja… as pessoas invejam mesmo é o sorriso fácil, a luz própria, a felicidade simples e sincera e a paz interior… Papa Francisco   Link: http://www.novodespertar.com.br/oracao/oracao-da-felicidade-papa-francisco

Oração da Felicidade (Papa Francisco) Não chore pelo que você perdeu, lute pelo que você tem. Não chore pelo que está morto, lute por aquilo que nasceu em você. Não chore por quem te abandonou, lute por quem está a seu lado. Não chore por quem te odeia,…
Add a comment...

Post has attachment
Princípios Ancestrais - Xamãs das Montanhas Os 20 princípios Ancestrais dos Povos Nativos: 01. Levante com o Sol para orar. Reze sozinho. Reze com frequência. O Grande Espírito escutará se você apenas falar. 02. Seja tolerante com aqueles que estão no seu caminho. A ignorância, o convencimento, a raiva, o ciúme e a avareza, nascem quando a alma se perde. Orem para que eles encontrem orientação. 03. Procure a si mesmo, por si mesmo. Não permitam que outros façam seu caminho por você. É a sua estrada, somente sua. Outros podem andar ao seu lado, mas ninguém pode andar por você. 04. Trate os convidados em seu lar com muita consideração. Sirva-os o melhor alimento, dê a eles a melhor cama e trate-os com respeito e honra. 05. Não tome o que não lhe pertence, seja de uma pessoa, da comunidade, da natureza ou de uma cultura. Não foi ganho, nem dado. Não é seu! 06. Respeite todas as coisas que foram colocadas na Terra – sejam elas pessoas, plantas ou animais. 07. Respeite os pensamentos, desejos e palavras de outras pessoas. Nunca interrompa ou ridicularize os outros. Permita a cada pessoa o direito da expressão pessoal. 08. Nunca fale dos outros de uma maneira ruim. A energia negativa que você coloca para fora, no Universo, se multiplicará quando retornar para você. 09. Todas as pessoas cometem “erros”. E todos os erros podem ser perdoados. 10. Pensamentos maus causam doenças da mente, do corpo de do espírito. Pratique o otimismo. 11. A natureza não é para nós, é parte de nós. Ela é parte de sua família terrena. 12. As crianças são as sementes do nosso futuro. Plante amor nos seus corações e regue com sabedoria e lições de vida. Quando estiverem maiores, dê-lhe espaços para crescerem. 13. Evite machucar os coração dos outros. O veneno da dor, irá retornar para você. 14. Seja sincero e verdadeiros em todos os momentos. A honestidade é o teste da força de vontade no Universo. 15. Mantenha-se equilibrado. Seu mental, Espiritual e Físico necessitam ser fortes. Exercite o corpo para fortalecer a mente. E enriqueça seu espírito para curar problemas emocionais. 16. Tomamos decisões conscientes sobre como será e como você vai reagir. Seja responsável por suas próprias ações. 17. Respeite a privacidade e o espaço pessoal dos outros. Não toque em nada que os objetos pessoais de outras pessoas, especialmente artefatos sagrados. Isso é proibido. 18. Seja verdadeiro consigo em primeiro lugar. Você não pode nutrir os ajudar os outros sem ajudar a si mesmo em primeiro lugar. 19. Respeite as crenças religiosas. Não force suas crenças, sobre os outros. 20. Compartilha sua fortuna com os outros. Pratique a caridade! Para que possamos absorver essa sabedoria antiga e expressá-la com nossa presença em todas nossas relações. Lembre-se: PRESENTEAR É ESTAR PRESENTE!” Link para o site: http://wp.me/p4VBEh-tF

Os 20 princípios Ancestrais dos Povos Nativos: 01. Levante com o Sol para orar. Reze sozinho. Reze com frequência. O Grande Espírito escutará se você apenas falar. 02. Seja tolerante com aqueles que estão no seu caminho. A ignorância, o convencimento, a…
Add a comment...

Post has attachment
16ª Aula - VIDA ESPÍRITA- III Parte A - ESPÍRITOS ERRANTES A doutrina Espírita designa como erraticidade o estado em que os espíritos se encontram entre duas encarnações, denominando-os de espíritos errantes, termo usado pela primeira vez na questão 224 do LE: “Que é a alma nos intervalos das encarnações”? - Espírito errante que aspira a um novo destino e o espera. Necessário se faz a distinção dos vocábulos erraticidade e mundo Espírita: o primeiro implica a condição de um estado subjetivo pertinente aos espíritos de segunda e terceira ordens, isto é, Espíritos Superiores e Espíritos Imperfeitos; o segundo equivale ao local em que preexistem e sobrevivem todos os Espíritos. Os de primeira ordem, denominados puros, e que não se encontram na erraticidade, não tem mais a necessidade de reencarnarem, e assim, continuam a vida no mundo espiritual. Por se encontrarem aguardando uma nova oportunidade de crescimento através da encarnação em mundos físicos adequados ao seu grau evolutivo, os espíritos se preparam buscando ampliação de seus conhecimentos, esta espera pode ser ou não longa, às vezes se estende por um determinado período de tempo, porém, nunca é perpétuo. Continue lendo Link para esta mensagem: http://www.novodespertar.com.br/estudo/16a-aula-vida-espirita-iii/

Parte A – ESPÍRITOS ERRANTES A doutrina Espírita designa como erraticidade o estado em que os espíritos se encontram entre duas encarnações, denominando-os de espíritos errantes, termo usado pela primeira vez na questão 224 do LE: “Que é a alma nos…
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded