Profile cover photo
Profile photo
Nina Filipe
2,035 followers -
O importante não é onde estamos...mas sim para onde caminha-mos .
O importante não é onde estamos...mas sim para onde caminha-mos .

2,035 followers
About
Nina's posts

Post is pinned.
Os meus amigos são como as estrelas do céu em noite de luar, nem sempre se deixam ver mas de certeza que sempre lá estão para continuar, amigos estou de volta porque mesmo não escrevendo lá muito bem sempre sinto a saudade de recrear ...beijos de luz, paz e muito amor nos vossos corações.

Post has attachment

Post has attachment
Assim passa a minha vida

Entre um aí e um suspiro
Entre uma dor e um lamento
Minha vida vai passando
Nas breves horas do tempo

Ao acordar de manhã
Tudo à minha volta miro
Agradeço ao Criador
Entre um aí e um suspiro

Alguns minutos mais tarde
Me chegam ao pensamento
Como vai passando a vida
Entre uma dor e um lamento

As recordações de outrora
O tempo vai terminando
Já não as posso agarrar
Minha vida vai passando

E já passou mais um ano
E surge mais um lamento
Ela me passa entre os dedos
Nas breves horas do tempo.

Photo

Post has attachment

Canteiro da vida

Minha vida rio sem rumo
Meu destino mar salgado
Minha mágoa meu queixume
Meu coração sufocado.

Meu sentido sempre alerta
Saudade com nostalgia
Na manhã que não desperta
Dia que não se anuncia.

Flor que não floresce
Canteiro que perdeu a cor
Paixão que não acontece
Meu coração sem amor.

E tudo isto que tenho
Também há sonhos em vão
Neste poema que escrevo
Ainda bate um coração.

Nina
Photo

Post has attachment
Espelho



Amo-te; E o teu corpo dobra-se
À luz ténue da lâmpada da minha memória.
No espelho reflete-se o teu sorriso como a dizer
Que me esperas em qualquer parte do infinito.
Tento puxar-te para fora da moldura que te prende.
O teu rosto claro e frio, branco como a neve!
-Lanço para ti, o meu olhar meigo e calmo.
E espero que um dia saias dessa vitrina, e me venhas
Ajudar a compor, a compor, este poema.

Nina Filipe

Photo

Post has shared content
SEMENTES DE AMOR

Atirei a mágoa na corrente do rio
Segurei a paixão com amarras
Dei às palavras um sentimento vazio
Chamei pelo teu nome, mas tu não estavas.

Quero descer os degraus da vida
Quero contar-te o sonho que sonhei
Quero viver sem tempo nem medida
Quero ver brilhar os olhos que eu amei.

Quero ter o teu amor e sempre te amar
Quero saber-te feliz de noite e de dia
Quero poder libertar as amarras da dor
Quero soltar da gaiola a triste agonia.

Um pássaro a cantar um hino à vida
O azul do céu em harmonia
És meu verbo amar a minha alegria
És a onda que desmaia sem maresia.

Nina Filipe

Photo

Post has attachment
Colecção dos meus poemas - Google+

Post has attachment
Amor tardio
Se vieres vem devagar e com jeitinho
Colher do meu jardim a tua flor
Não acordes por favor deixa ficar
No meu peito a essência deste amor

Já é tarde deixa que fique sossegado
No meu peito ele está adormecido
Não o despertes por favor toma cuidado
Deixa-me ao menos eu poder sonhar contigo

Quando o amor nos toca há porta e já vem tarde
Já não se pode nele mais ter confiança
Talvez quem sabe ele encontre outro lugar
A onde possa acalentar a sua esperança.

Nina

Photo

Post has shared content

Post has attachment
Amor em cinzas

Um dia com a alma já cansada
Passei à tua porta para te ver
Olhei há minha volta e não vi nada
E tanto que ainda tinha para dizer


Adormeci no degrau da tua porta
O frio me regelava as entranhas
Acordei em sobressalto alucinante
Com o pregão do homem das castanhas


Caminhei para junto dele tiritando
E a chuva miudinha ia caindo
Pedi-lhe que me deixasse aquecer
Do frio que me estava consumindo

O vaso das castanhas ia ardendo
E ali também ardia a minha dor
Por momentos me esqueci porque ali estava
Só sei que em cinzas está o nosso amor

Será que alguém um dia vai pensar
O sabor que podem ter essas castanhas
Pois digo que ali fui para me livrar
Desse amor que eu carregava nas entranhas.


Nina
Photo
Wait while more posts are being loaded