Profile cover photo
Profile photo
Luciana Kimi
91 followers -
Terapeuta em Ayurveda e facilitadora de processos de revitalização do Ser.
Terapeuta em Ayurveda e facilitadora de processos de revitalização do Ser.

91 followers
About
Posts

Post has attachment
"A ancestralidade ficou na minha alma, cravada pelo nome que nos une. Conectadas pelo fio do bico da cegonha, o cordão nos unindo a uma única mulher.

A flor surgiu grande e potente, nas suas formas a imaginei vermelha. O som das taças tibetanas ainda reverberavam pelo meu corpo. Uma outra imagem veio e rapidamente comecei a construí-la. Na sofreguidão destruí uma folha e tive que recomeçar. Aprendi a arte da dobradura quando criança, lembrei-me que costumava recolher papéis de bala pela casa e aguardava com certa ansiedade o dia de irmos para o bosque. A brincadeira era sempre soltar pequenos pássaros pelo riacho. Não sei quantas vezes eu os fiz durante a vida..."
Add a comment...

Post has attachment
Quer ajudar alguém? Fique quieto, escute, aprenda e promova a inteligência livre.

Separei este vídeo porque para mim é tão cheio de aprendizagem que se tornou difícil tentar colocar todos os insights em forma de lista. Por isso, este texto é um convite para assistirmos os 17min desta palestra incrível e se você se sentir confortável, compartilhar o que te tocou! Quem vem?

Vídeo: http://bit.ly/2A1ffQy
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
Whatsapp Web, Google Chrome e o Drive podem ser mais úteis do que você imagina, inclusive essenciais para a sua empresa.

Trabalho muito com grupos e o desafio é sempre como nos mantermos conectados e produtivos em ambientes remotos quando nem sempre é possível casar as agendas de todos os integrantes.

O olhar atento as necessidades de cada indivíduo, incentivar o respeito aos limites de cada um e promover a troca são algumas das tarefas que cumpro com frequência. Mas se aliarmos a tudo isso, a tecnologia?
Add a comment...

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
"Nas práticas orientais, é muito comum, a associação de uma alimentação equilibrada para alcançar um corpo e mente são. Em diversas ocasiões, nos deparamos entre a escolha de investirmos tempo no preparo de alimentos frescos e o tempo que queremos dedicar para outras atividades.

O ritmo do dia a dia, às vezes, é tão intenso que nos vemos na opção de uma alimentação cômoda e rápida (daquelas que aquecemos no microondas) para conseguirmos ir logo para o merecido descanso. A alimentação se tornou algo autômato e mecânico, comemos sem atenção, assistindo TV ou lendo uma notícia no celular.

Não precisamos ir muito longe para entender que quando nos alimentamos de forma correta, as dores tendem a diminuir, nosso sono e humor melhoram e a nossa resistência física aumenta.

Não nos damos conta do tempo que gastamos cuidando da doença e o quanto não investimos na prevenção da saúde. Segundo a Escola de Saúde Pública da Universidade Harvard, metade da nossa ingestão diária deveria vir de alimentos frescos de origem vegetal, na melhor tradução, frutas, verduras e legumes.

São poucas coisas que não podemos delegar para o outro fazer, nos alimentarmos é uma delas. Escolher o que vamos colocar dentro do nosso corpo, é uma prática de amor a nós mesmos. Pense nisso, na próxima vez que se sentar à mesa!"
Add a comment...

Post has attachment
"Ela é toda serelepe, pula, sobe na cabeça, é exigente na atenção da sua fala! Quando degringola a contar estórias, balança suas perninhas de grilo que de galho em galho, vão ficando cada vez mais ágeis.

A habilidade das mãos é certamente a mais visível, outro dia desenhou um macaco, pude reconhecê-lo em todas as suas formas, estava sentado.

Quando fez três anos, escolheu a fada artesã para representá-la. Eu toda contente, fiz uma surpresa, comprando a fantasia completa. Quis vesti-la de pronto. Não contive o sorriso quando ao colocar o par de asas ela me olhou com certa decepção e disse: "Mamãe, não cunciona!".

Quis alertá-la dos perigos de asas que funcionam... que podem levá-la a lugares tão distantes que meus braços não poderiam alcançá-la! Mas isso é só o anseio de vê-la crescendo, tomar forma, tornando-se mais confiante!

Quando paro o carro, ela rapidamente se senta em meu colo e põe-se a fantasiar com as mãozinhas no volante! Diz que quando aprender a dirigir, irá a muitos lugares! Tem o desejo da aventura, os medos existem, mas são superados a cada esquina. Na liberdade pungente ainda consigo contê-la no meu abraço.

O riso nos permeia, no corre-corre, no pula-pula e nas brincadeiras incessantes com o pai herói. A gargalhada soa como um sino que descansa exausto no badalar do fim do dia.

Ela se diz muito feliz, expressa o verbete na quantidade de primos, na família que é "muiiiito" grande e nos avós, sorridentes na sua presença. Outro dia, me confidenciou em segredo: "Mamãe, tenho duas vovós e um vovô!", baixou o tom de voz e arregalou os olhos: "E as duas co-zi-nham!".

Ah sim! Tinha esquecido de contar a ela, a magia de fada não é gratuita não, vem de uma linhagem de bruxas, as avós que fazem saltar das suas panelas, bolinhos e pedidos dos mais variados. Demonstrara sua atenção, quando no jogo de chá quisera ficar presente durante a conversa fortuita, sentada em cima da almofada para dar altura.

Dizem que quando fadas e bruxas se encontram, os grãos margeiam a energia da troca. A varinha ganha força e poder, e novos caminhos se abrem para o passo da próxima vida. E quando se é mãe, temo que possa ser um privilégio acreditar no encantamento de criaturas mágicas, que permeiam o curto espaço tempo de uma criança fada, a nossa fada magrinha."
Add a comment...

Post has attachment
Aprenda a organizar-se e a ser cada vez mais compacto e ágil. conheça três ferramentas que podem te ajudar nesta missão.

Muito se fala de métodos de organização para itens físicos, tais como documentos, mesas, vestimentas, ferramentas e máquinas, porém pouco avaliamos a nossa capacidade de organização digital.
Add a comment...

Post has attachment
Invariavelmente, quando falamos sobre saúde nos negócios é automático associar esta palavra às questões financeiras. Em resumo, sobre o equilíbrio das contas a pagar e receber, empréstimos e afins.

Em outro momento pode soar como se quiséssemos rever o tal modelo de negócio, aí logo "puxamos" frames como o Canvas, Mapas de Empatia e Personas afins. Quando o interlocutor é mais sensível pode-se fazer reflexões sobre ações outdoor, atividades experienciais e conversas em roda.

Todos os itens acima citados são válidos. A questão é: e quando voltamos para o indoor? Por quanto tempo os insights e propostas de mudança perduram? E o financeiro? O que nos impede de sermos transparentes?

Para mim a saúde de uma organização está baseada nas relações humanas. No respeito do emergir do outro. No texto "Cocriação para o despertar" discorro sobre a não tentativa de formatar, organizar ou definir seres-humanos. Não percebemos, mas fomos treinados para fazê-lo a todo momento. Já percebeu que a crítica é uma tentativa de fazer o outro se movimentar na nossa direção?

É uma afirmação desconfortável porque fomos adestrados a ouvir mais sobre o que o outro tem a nos dizer sobre sós mesmos, e menos instigados a nos perceber, sentir e valorizar.

E continuo na reflexão...
Add a comment...

Post has attachment
Não se limite aos mesmos conhecimentos, ao mesmo grupo, as mesmas ideias. Procure sempre a diversidade de informações.

Recentemente escrevi um texto sobre o medo que sentimos em relação no que nos é desigual. Basicamente o texto fala de como nos conectamos a outro ser-humano e como desenvolvemos relações mais significativas através do confronto (que é diferente de conflito). Canal desenvolvido pela confiança, primeiro por nós mesmos e depois pelo próximo.
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded