Profile cover photo
Profile photo
Lucas Bittar Magnani
392 followers
392 followers
About
Lucas Bittar's posts

Post has attachment

Post has attachment
Check it out this project, guys! Such a great idea. http://thebuttonproject.org/

Post has attachment
Check it out this project, guys! Such a great idea. http://thebuttonproject.org/

Post has attachment
Check it out this project, guys! Such a great idea. http://thebuttonproject.org/

Post has attachment
By using Chrome, I'm making everybody's internet better. http://thebuttonproject.org/  #TheButtonProject

Considerações do meu amigo Michel Fauza sobre a onde de protestos:

"1) É surpreendente ver, de repente, tanta gente interessada em política e desinteressada em futebol. Mas, para ir realmente além do oba-oba, é preciso antes estudar teoria política, sociologia, economia, filosofia e história.

2) É preocupante constatar que existem pessoas achando que, ao invadir um prédio público, elas se tornarão automaticamente o Poder Executivo. Não é assim que as coisas funcionam, me desculpe.

3) É engraçado ver esquerda, direita e anarquistas juntos querendo a queda de governos diversos. Sobre isso, duas considerações breves:

a) Se o manifestante não gosta da Dilma, por exemplo, suas opções reais são: protocolar alguma acusação que a derrube judicialmente, votar em alguma outra pessoa na próxima eleição ou liderar uma guerrilha armada (ou cooptar o exército) para tirá-la à força. Qualquer outra ação é perfumaria.

b) Se o manifestante não concorda com o sistema político vigente (organização por partidos), suas opções reais são: montar seu próprio partido e conquistar cargos nas próximas eleições (podendo, inclusive, tentar "dissolver" o pluripartidarismo quando conseguir seu primeiro objetivo – o que, na minha opinião, é risível) ou liderar uma guerrilha armada (ou cooptar o exército) para implantar o que se quer à força. Qualquer outra ação também é perfumaria.

4) Antes de bradarmos que "o gigante acordou", é preciso pensar além das passeatas, que no fundo dão resultados muito limitados. Se existe vontade popular de mudança, que ela seja feita de modo funcional, organizado e articulado. Por mais sedutor que possa parecer o "levante das massas", enquanto os manifestantes estiverem andando para cima e para baixo com cartolinas na mão, políticos tradicionais, grandes empresários, industriais, latifundiários, lideranças religiosas e diversos grupos lobistas estão, neste momento, preparando o jogo e dando as cartas para a próxima eleição. E esse cenário não se muda apenas com protestos."

Post has attachment

Post has attachment
Wait while more posts are being loaded