Profile

Cover photo
Jo Fagner
Works at UFRN
Attends Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN
Lives in Natal - RN
427 followers|2,223,301 views
AboutPostsPhotosYouTube

Stream

Pinned

Jo Fagner

Shared publicly  - 
 
Vamos de Cinema? Indico esse lindo curta-metragem e te convido a entender conceitos sobre "família" nessa história do Daniel Ribeiro. Tem no YouTube. "Café com Leite" e sua contribuição para o debate sobre #família no Brasil: Leia mais e assista em http://on.fb.me/1N1P2Vk. 
 ·  Translate
4
Add a comment...

Jo Fagner

Shared publicly  - 
 
Gênero é essência humana? Natureza divina? Como então explicar as diferentes construções sobre ser homem/mulher em sociedade?

Vamos ler e refletir um pouco em http://on.fb.me/1M6F8Nc.
 ·  Translate
1
Add a comment...

Jo Fagner

Shared publicly  - 
 
TESTE
Você consegue identificar a FAMÍLIA na imagem abaixo? O que conseguiu perceber entre elas? Leia o resultado em http://on.fb.me/1FyoisO.
 ·  Translate
1
Add a comment...

Jo Fagner

Shared publicly  - 
 
Vai rolar no #IntercomRio2015 o minicurso "Notícias sobre a população LGBT: metas para um jornalismo cidadão", 04/SET, Tarde, UFRJ. Matrículas hoje para quem se inscreveu no evento. Mais informações em http://on.fb.me/1DNO9wd.
 ·  Translate
1
Add a comment...

Jo Fagner

Shared publicly  - 
 
Melhor página do Facebook: Torta de Climão e o cotidiano de amigos vivendo num mundo não muito gayfriendly.
 ·  Translate
Tirinhas do dia a dia de um grupo de amigos imersos (ou não) na cultura gay brasileira....
1
Add a comment...
Have him in circles
427 people
Jeo Amiluz's profile photo
Deyvid Messias's profile photo
Marmonic's profile photo
Thiago Henricke's profile photo
Rafael bispo dos santos's profile photo
Leão Judá's profile photo
Renan Carlos's profile photo
Vinhu Lacava's profile photo
Maicon Ramos's profile photo

Jo Fagner

Shared publicly  - 
 
CLOSY - BAILE DE FAVELA GOURMET
Mercado GLS; Pluralidade LGBT; Representatividade

https://medium.com/@jofagner/quem-%C3%A9-que-faz-teu-closy-11a932e9851d#.1axbztgq4
 ·  Translate
O evento se chama “CLOSY — edição Baile de Favela (Funk Mashup)”. O lugar cobra, em média, 20 a 30 reais para ingressos …
2
Add a comment...

Jo Fagner

Shared publicly  - 
 
~mulher original, de fábrica~ (???)
— E AGORA, BEAUVOIR?

Muita gente tem no discurso o hábito de simplificar o conceito de “transfobia” ao ato de violência física praticada contra travestis e transexuais de forma deliberada, sem motivação [aparente]. Entretanto, manifestações transfóbicas também estão presentes em gestos, comportamentos e atitudes discriminatórias, discursos que se engessam às falas cotidianas. A violência é apenas o resultado ou efeito final de uma educação que não tolera a diversidade.

Isso é percebido, por exemplo, quando alguém compartilha imagens para que alguém descubra, num grupo de mulheres, o “erro” da foto, sinalizando para uma travesti. Ou quando, na TV, alguns programas tentam classificar pessoas femininas como “mulher” ou “homem”. Também quando se diz que pessoa “X” engana bem com a aparência de mulher, consegue se passar. Quando se dirige a uma mulher trans utilizando nomes e pronomes masculinos. E por aí vai.

A filósofa, escritora e feminista francesa Simone de Beauvoir (1908-1986) publicou o ensaio crítico “O Segundo Sexo” (1949), no qual se discute o papel das mulheres na sociedade. Ao formular que “não se nasce mulher, torna-se mulher”, a autora descarta qualquer determinação “natural” ou “biológica” do que se compreende como conduta feminina.

Entre as teóricas contemporâneas, a filósofa estadunidense Judith Butler desenvolve que gêneros são produzidos pela estilização de atos e gestos, repetidos nos discursos culturais sobre ser homem e mulher. Nessa perspectiva, as feminilidades são aprendidas desde a infância e reelaboradas cotidianamente, através das pequenas performances, desde o corte de cabelo, até os cuidados com o gestual, as roupas e a forma de se expressar aos outros.
Posto que conceber-se como mulher, apresentar-se feminina, é algo que independe do sexo anatômico designado no nascimento, ou de fatores como a orientação afetiva/sexual. Identidade de gênero, portanto, é a forma como uma pessoa se entende, vive e se constrói no interior dos discursos e espaços sociais de homens e mulheres. Essa identidade pode ou não estar alinhada ao gênero que lhe é atribuído quando na barriga da mãe.

As transexualidades ou as travestilidades são vivências pelas quais a pessoa compreende a sua identidade de gênero. São, portanto, mulheres. Negar sua existência e desqualificar a sua identificação, afirmando uma essência ou natureza, ou “originalidade, de fábrica” é, portanto, uma manifestação transfóbica. É um gesto que viola a subjetividade construída, os atos de resistência na história de vida da pessoa trans. — Jo Fagner; jornalista, professor e pesquisador.

♪ “Dou gargalhada, dou dentada na maçã da luxúria, pra quê?
Se ninguém tem dó, ninguém entende nada
O grande escândalo sou eu aqui só” – (letra de “Escândalo”, por Angela Ro Ro). ♫

» PERMITA-SE conhecer histórias sobre vivências humanas.
Assista a seguir a reportagem “ser; histórias de vida de homens e mulheres trans”, produzida pela equipe da Tribuna do Norte (Natal, 2014): https://youtu.be/OZ4zqe0lbbc.
--
A imagem acima é um meme. Foi produzida utilizando-se a referência de uma senhora que fugiu de uma reportagem ao ser interrogada sobre um caso de corrupção no ambiente trabalhista. A autoria das frases não são atribuídas às pessoas que aparecem na imagem, são meramente ilustrativas.
 ·  Translate
1
Add a comment...

Jo Fagner

Shared publicly  - 
 
GÊNEROS E SEXUALIDADES EM PAUTA
Grupo para discussão e compartilhamento no Facebook

» O grupo "Comunicação, Gêneros e Sexualidades - Observatório de Mídia e de Pesquisas" recebe acadêmicxs, pesquisadorxs e profissionais que atuam nas intersecções da comunicação social com os estudos sobre gêneros, feminismos, LGBT e teoria queer.

Nosso objetivo é discutir, articular e compartilhar referências diversas para investigar tais questões na universidade, e formar políticas de respeito na atuação em outros setores da sociedade.

Também nos propomos a notificar acerca de eventos acadêmicos e publicações específicas ao campo de estudos, como periódicos, ebooks, manuais, diretrizes e outros materiais.

Atue conosco. Solicite entrada em http://on.fb.me/1LcEZJf.

#‎Gênero‬ ‪#‎GenderStudies‬ ‪#‎TeoriaQueer‬ ‪#‎Queer‬ ‪#‎QueerStudies‬ ‪#‎LGBT‬ ‪#‎Feminismo‬ ‪#‎Feminism‬ ‪#‎Transfeminismo‬ ‪#‎Transfeminism‬ ‪#‎MediaStudies‬ ‪#‎ComunicaçãoSocial‬
 ·  Translate
2
Add a comment...

Jo Fagner

Shared publicly  - 
 ·  Translate
14
Fabio Fernandes's profile photoJo Fagner's profile photoJohn Willian Lopes's profile photo
4 comments
 
+Jo Fagner queria poder fazer :/
 ·  Translate
Add a comment...

Jo Fagner

Shared publicly  - 
 
Informo, também por essa rede social, que a minha conta no Facebook foi desativada em 08 fev., por motivos pessoais.
 ·  Translate
1
Add a comment...

Jo Fagner

Shared publicly  - 
 
Ofertas em componentes optativos/eletivos para cursos de graduação na UFRN:

COM0176 - INTRODUÇÃO AO PROJETO EXPERIMENTAL EM COMUNICAÇÃO (60h, 2T56, 6T12), destinado ao estudo e discussão de técnicas de pesquisa, redação e defesa de TCC em Radialismo/Jornalismo.

COM0107 - COMUNICAÇÃO E RELAÇÕES DE GÊNERO (30h, 6T56), destinado a reflexão e análise de relações de gênero em produtos culturais no contexto midiático.

Prof. Me. Jo Fagner (DECOM/UFRN). Matrículas até 19/01. Início do semestre em 27/01.
 ·  Translate
1
Add a comment...

Jo Fagner

commented on a video on YouTube.
Shared publicly  - 
 
"Curti" nossa página - significa um pedido ao internauta ou uma afirmação de algo feito em primeira pessoa no tempo passado?
 ·  Translate
People
Have him in circles
427 people
Jeo Amiluz's profile photo
Deyvid Messias's profile photo
Marmonic's profile photo
Thiago Henricke's profile photo
Rafael bispo dos santos's profile photo
Leão Judá's profile photo
Renan Carlos's profile photo
Vinhu Lacava's profile photo
Maicon Ramos's profile photo
Work
Occupation
Professor
Employment
  • UFRN
    Professor, 2013 - present
Places
Map of the places this user has livedMap of the places this user has livedMap of the places this user has lived
Currently
Natal - RN
Previously
Acari - RN
Story
Tagline
No Brain, No Gain! Work your mind, b*ch!
Introduction
Natal/RN; Professor e pesquisador - Antropologia Social, Me.; Comunicação Social, Be. Interesses em: #Gênero #Sexualidades #DireitosHumanos #TeoriaQueer #Audiovisual #Cibercultura #Cidadania #Consumo #Documentário #Fotografia
Education
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN
    Mestrado em Antropologia Social, 2010 - present
Basic Information
Gender
Male
Relationship
Single