Profile cover photo
Profile photo
Jackson Vasconcelos
155 followers -
Vivo do meu trabalho e isso é apaixonante.
Vivo do meu trabalho e isso é apaixonante.

155 followers
About
Posts

Post has attachment
Add a comment...

Post has attachment
A Igreja Universal do Reino de Deus tem sócio-fundador e líder. As duas personalidades estão reunidas na pessoa do senhor Edir Macedo, que, na falta, entre os evangélicos, dos títulos de cardeal e de papa, recebe o prenome de Bispo. 
Bispo e não pastor, porque pastor pastoreia e Bispo chefia, comanda, recolhe. Jesus Cristo, inspirador da Igreja Cristã, é um pastor. Não chegou a bispo, talvez por falta de tempo ou por acreditar suficiente a função de pastor para a tarefa de livrar o mundo da influência do diabo. 
O Edir Macedo é Bispo, mas Bispo com “B” maiúsculo. É mais Bispo do que o outro bispo, com “b” minúsculo, que responde também quando é chamado de Senador. Crivella é bispo, que, por conveniência eleitoral, se diz licenciado. 
Sobre Macedo e Crivella e sobre todos os outros bispos da Universal há o livro “O Bispo – A História Revelada de Edir Macedo”, feito a quatro mãos por dois jornalistas contratados pelo próprio Bispo: Douglas Tavolaro e Christina Lemos. A Larousse publicou. Lá estão o nascimento e crescimento esplêndido de um verdadeiro império feito tijolo a tijolo, tostão a tostão, com os dízimos e ofertas dos fiéis, a maioria gente pobre, muito pobre, mas que tem muita fé nas promessas do Bispo e dos seus ajudantes. É fácil resumir: no espaço curto de 30 anos, um fusca vermelho e velho está substituído por um novíssimo jato Falcon 2000. A velha e surrada gravata dos primeiros sermões está, no livro, substituída por uma coleção de outras de seda pura, mais de 30 modelos italianos. 
Photo
Add a comment...

Post has attachment
[Comentário rápido] Prever o resultado de uma eleição é missão arriscada

http://jacksonvasconcelos.com.br/comentario-rapido/somando-rejeicoes
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Reta final das campanhas eleitorais.
Mas isso não siginifica que o trabalho terminou. Muito pelo contrário, está apenas começando.

http://youtu.be/Lh_NYlM2WcQ

#AecioNeves
#DilmaRousseff
#MarinaSilva
#Eleicoes2014
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Afinal, gente, quem vencerá a eleição para a Presidência da República?

http://jacksonvasconcelos.com.br/comentario-rapido/quem-vencera/

#Eleicoes2014
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Se você acha que as indicações dos candidatos para uma eleição acontecem de forma aleatória, sugiro acompanhar meus conteúdos sobre o uso da conveniência na política.

http://jacksonvasconcelos.com.br/bastidores-da-politica/a-estrategia-comeca-a-funcionar/

Essa edição dos Bastidores da Política retrata exatamente essa questão. O estudo sobre a conveniência na política ajudará você a entender como os políticos pensam. Boa leitura.
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Venha conversar comigo sobre uma das minhas maiores paixões: as campanhas eleitorais, que demandam uma correta gestão de mandatos, no grupo de discussão no LinkedIn. lnkd.in/dvkaaBX
Photo
Add a comment...

Post has attachment
A zorra total que se faz no Brasil em termos de coligações e número de partidos tem responsável, com nome, endereço e telefone: o Supremo Tribunal Federal. Leia minha análise em https://medium.com/@JacksonVasconc/o-stf-e-o-responsavel-pela-barafunda-51505331344c #STF   #Verticalização   #AcordoPartidário  
Add a comment...

Post has attachment
Muitas vezes, na política, um político precisa convencer seus colegas, antes de convencer o eleitor.

http://jacksonvasconcelos.com.br/bastidores-da-politica/as-honras-ao-senador/#sthash.f1tr1Cvf.dpbs

Confira a nova edição de Bastidores da Política, em que mostro um exemplo dessa situação.
Photo
Add a comment...

Post has attachment
A Marina Silva erra e muito, mas ainda há tempo para consertar.

Ao que se vê e se lê, a Marina Silva acolheu a agenda imposta pelos adversários, que precisam de uma pauta de agressões e acusações mútuas para interromper o processo de crescimento dela. Um erro, acrescido pelo fato de ela não só reagir às críticas, mas de devolver as agressões.

Asseguro-lhes que esse não é um bom caminho, porque cria na plateia a ideia de confusão, balbúrdia, e a noção de que os contentores são iguais, com desvantagem para aquele - no nosso caso, aquela - que vence pelas qualidades pessoais. E, no jogo igual, entre gente de iguais imagens e conceitos, a máquina e o dinheiro farão a diferença, instrumentos que a Marina não tem.
Photo
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded