Profile cover photo
Profile photo
Fluo Agência de Marketing Digital
23 followers -
Aqui, no entanto nós não olhamos para trás por muito tempo, Nós continuamos seguindo em frente, abrindo novas portas e fazendo coisas novas, Porque somos curiosos... e a curiosidade continua nos conduzindo por novos caminhos. Siga em frente." Walt Disney
Aqui, no entanto nós não olhamos para trás por muito tempo, Nós continuamos seguindo em frente, abrindo novas portas e fazendo coisas novas, Porque somos curiosos... e a curiosidade continua nos conduzindo por novos caminhos. Siga em frente." Walt Disney

23 followers
About
Posts

Post has attachment

Post has attachment
Projeto do Facebook permite controlar seu computador através da força do pensamento
Além do cérebro, outra interface é capaz de interpretar sinais através da vibração da pele
Durante o segundo dia da F8 Conference, realizada em San Jose na California, o Facebook revelou um projeto experimental que está sendo desenvolvido – até então – em segredo.
É uma interface direta entre seu cérebro e o computador, permitindo que você controle o mouse e digite palavras usando apenas a força do pensamento. O experimento foi demonstrado por Regina Dugan, que veio do Google – justamente dessa área de desenvolvimento e pesquisa – para gerenciar o chamado Building 8 dentro do Facebook.
Segundo Dugan, esse projeto vai revolucionar a nossa interação com a tecnologia. E caso você já esteja preocupado, não existe nenhum procedimento invasivo à lá Matrix.
A máquina recebe o impulso neural direto do seu cérebro, filtrando este sinal wireless através do que ela chamou de fótons balísticos. Atualmente, o objetivo da pesquisa é alcançar uma taxa de “digitação” de 100 palavras por minuto. De acordo com Dugan, isso deve ser acontecer até 2020.

Outro inovação ainda mais explodidora de cabeça, a executiva do Facebook, mostrou um método de comunicação silencioso utilizando sensibilidade tátil. O que isso significa? Que seu computador pode “ler” palavras no seu braço, por exemplo.
Facebook quer desenvolver novas interfaces neurais e não invasivas pelos próximos três anos
compartilhe
Com um sistema de atuadores sintonizados em 16 bandas diferentes, Dugan demonstrou um vocabulário tátil de nove palavras. A máquina interpreta a vibração da pele. A head do Building 8 comparou o método com um implante coclear, e disse acreditar que isso pode finalmente permitir a criação de uma linguagem universal.
A executiva fez questão de deixar claro que nada disso se trata de invadir o pensamento das pessoas ou de implantar dispositivos no corpo, mas de decodificar os comandos que o usuário já decidiu. A interpretação de sinais ópticos é o caminho mais viável e escalável para esse tipo de comunicação.
O Facebook não disse como pretende usar os resultados dessas pesquisas, mas promete desenvolver novas interfaces neurais e não invasivas pelos próximos três anos. Atualmente, a empresa conta com uma equipe de 60 cientistas e engenheiros trabalhando em seu laboratório de pesquisa.

Fonte da Notícia b9

Fluo Agência de Marketing Digital Todas as Notícias em um só lugar!
http://www.fluocomunicacao.com.br/
http://agenciafluo.com.br/
http://www.marketingdigital.net.br/
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Concorrente do Amazon Echo Dot é 40% mais barato e ainda vem com Alexa

Desenvolvido pela Anker, Eufy Genie custa US$ 35 e vai ajudar a Amazon na dominação do mercado de assistentes virtuais
A Amazon é conhecida por copiar produtos de outras marcas, fazer uma versão com o próprio nome e vender mais barato dentro do seu ecommerce. De fraldas a pilhas. Quase tudo tem uma variante com a marca da loja de Jeff Bezzos. Agora parece que o feitiço virou contra o feiticeiro. Uma marca criou uma cópia mais barata do Echo Dot, o menor modelo da caixa smart da empresa. Se não bastasse o preço menor, o novo dispositivo ainda vem com a Alexa, assistente pessoal desenvolvida pela própria Amazon.
O gadget se chama Eufy Genie e é desenvolvido pela Anker, uma empresa conhecida pelos power banks e cabos para smartphone. Enquanto o Echo Dot sai por US$ 50, a caixinha inteligente da Anker custa US$ 35, 40% mais barata do que o modelo da gigante do ecommerce.

A promessa é oferecer os mesmos benefícios que o Echo Dot com uma captação de áudio mais eficiente. Graças a Alexa é possível definir por comando de voz desde pequenos alertas, como um despertador, até mesmo criar listas de compras, enviar mensagens ou saber as notícias ou a previsão de tempo do dia.
Como vantagem, o Eufy Genie é compatível de forma nativa com equipamentos de automação residencial desenvolvidos pela Anker. A empresa pretende lançar alguns produtos, de lâmpadas a tomadas, compatíveis com a tecnologia.
A única coisa que o Eufy Genie não faz em relação ao Echo Dot é se conectar a uma caixa de som externa. Uma versão com Bluetooth, custando US$ 40, já está nos planos da Anker.
A venda da primeira versão começam dia 16 de agosto – na Amazon.
A Amazon está ligando?
Não pense que a Amazon está preocupada e entrará em uma longa disputa judicial com a ‘pequena’ Anker. Jeff Bezzos não dá ponto sem nó. Em junho de 2015 a empresa liberou um kit de desenvolvimento permitindo que outras empresas utilizem a Alexa em seus próprios dispositivos.
O objetivo, claro, é aumentar a base de dados dos usuários da Alexa e, com isso, dominar o mercado de assistentes virtuais. E também aumentar as vendas no ecommerce. Onde você acha que a Alexa cria as listas de compras?

Fonte da Notícia b9

Fluo Agência de Marketing Digital Todas as Notícias em um só lugar!
http://www.fluocomunicacao.com.br/
http://agenciafluo.com.br/
http://www.marketingdigital.net.br/
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Para estudar o sol, Google vai transformar eclipse em inteligência artificial

Projeto Eclipse Megamovie vai gerar e analisar imagens e dados do nosso astro-rei para pesquisas futuras

Na tarde desta segunda-feira (21), o mundo inteiro estará voltado a um dos eventos astronômicos mais aguardados do nosso século: o eclipse solar, único a cada 100 anos e que será visto em várias regiões do planeta.
Apesar das expectativas terem aumentado apenas nos últimos meses entre boa parte dos mortais, o Google espera por isso há ao menos seis anos: desde 2011, uma equipe de astrônomos e engenheiros estiveram pensando em estratégias de aproveitar o eclipse através da tecnologia da empresa. Daí surgiu o Eclipse Megamovie.

O objetivo do Google – em parceria com a Universidade de Berkeley – é criar uma plataforma de machine learning pra estudar o sol e seu impacto na nossa atmosfera. Para isso, a empresa conta com uma seleção de fotógrafos amadores e profissionais recrutados de acordo com a localização – são, em sua maioria, pessoas que moram ou estudam fotografia em regiões em que é possível ver o eclipse em sua quase totalidade. No momento do fenômeno, eles estarão preparados para registrar as imagens em tempo real.
A pesquisa usará um algoritmo – especialmente desenvolvido para o projeto – que vai reunir e alinhar as milhares de fotos geradas, criando assim uma visualização contínua do eclipse por diversos pontos de vista e permitindo análise dos dados pelos próximos anos. Os primeiros resultados devem ser divulgados a partir das 18h pelo horário de Brasília.
Para quem não está no projeto e gostaria de ajudar, o Google disponibilizou um aplicativo do Eclipse Megamovie, disponível para iOS e Android.

Fonte da Notícia b9

Fluo Agência de Marketing Digital Todas as Notícias em um só lugar!
http://www.fluocomunicacao.com.br/
http://agenciafluo.com.br/
http://www.marketingdigital.net.br/
Add a comment...

Post has attachment
Volante high tech é o futuro dos carros, acredita Jaguar

Sayer seria a única propriedade dos clientes em um mundo de carros compartilhados

Autônomo, conectado e elétrico. Isso é o que a maioria pensa sobre os carros do futuro. Mas a Jaguar Land Rover vai além. Ela acha que em breve não necessariamente será preciso comprar um veículo, apenas adquirir uma única peça. Para a fabricante britânica, o Sayer, um volante com inteligência artificial, é o único componente que será propriedade do cliente.
Esse exercício de imaginar o futuro do mercado automotivo faz parte da Tech Fest, uma feira de tecnologia proposta pela empresa. O evento acontece entre 7 e 10 de setembro, em Londres. Ele também poderá ser acompanhado pelas redes sociais da Jaguar Land Rover.

Para a fabricante, no futuro os carros serão compartilhados. A pessoa faria parte de uma espécie de clube proprietário dos veículos Quando precisasse usar o carro, pediria pela internet informando o trajeto que deseja percorrer. O carro chegaria ao ponto de partida do cliente de forma autônoma.
Aí que entra o Sayer . O volante, além de servir para pedir os carros recebendo comandos por voz, funcionaria como uma espécie de identidade do usuário. Quando conectado ao veículo, o componente descarrega todas as informações de seu proprietário.
Com a ajuda de inteligência artificial, ao fazer a análise de todo o caminho, o Sayer poderia determinar qual é o melhor ponto do trajeto para o usuário dirigir. Claro, se ele quiser apenas sentar no banco do carona e curtir a viagem também seria possível.
A Jaguar Land Rover imagina que este conceito de veículo – chamado de Future-TYPE – comece a estar disponível a partir de 2040.
Fonte da Notícia b9

Fluo Agência de Marketing Digital Todas as Notícias em um só lugar!
http://www.fluocomunicacao.com.br/
http://agenciafluo.com.br/
http://www.marketingdigital.net.br/
Photo
Add a comment...

Post has attachment
Novo projeto VR do Google permite explorar música em diversas camadas

Usuários ainda podem fazer suas próprias versões das músicas

Se parar no tempo ainda não é possível, nesta terça-feira (5) o Google passou a oferecer uma proposta similar: parar por tempo indeterminado naquela cifra ou trecho preferido de qualquer música. Isso agora é possível por meio do Inside Music, iniciativa que a empresa define “não como um produto, mas como um experimento”.
O Google fez uso de seu WebVR Experiment, projeto que desde 2009 realiza trabalhos sonoros com a ajuda da tecnologia de algoritmos, com uma perspectiva de trabalho open-source, ou seja, qualquer um pode contribuir com códigos ou fazer uso daqueles disponibilizados pela plataforma.O experimento também contou com a parceria do Song Exploder, site em que os artistas entrevistados contam os detalhes de cada trecho de suas composições. Por enquanto, é possível explorar a ideia do Google por meio de canções de 6 projetos musicais de gêneros e nacionalidades distintos, todos eles já entrevistados pelo Song Exploder: Nathalia Lafourcade é uma cantora mexicana que já tem um Latin Grammy no currículo; a banda de rock francesa Phoenix contribuiu com uma música do seu último album, “Ti Amo”; Perfume Genius é um projeto de pop indie do artista americano Mike Hadreas, Alarm Will sound é uma banda que flerta com a música clássica contemporânea, enquanto Clipping se define como uma banda de hip hop experimental. Por fim, o projeto também conta com uma música do cd de estreia das irmãs de origem franco-cubana do duo Ibeyil.

E para quem entende de programação, o vídeo que introduz o projeto avisa: é possível criar suas próprias composições. O Google criou uma conta no Gihtub, plataforma de open-source para programadores. Por ela, é possível isolar os trechos das músicas decompostas pelo experimento, e transformá-las em composições individuais para baixá-las ou compartilhá-las via redes sociais.
Assista ao vídeo do projeto e comece a viagem aqui.

Fonte da Notícia b9

Fluo Agência de Marketing Digital Todas as Notícias em um só lugar!
http://www.fluocomunicacao.com.br/
http://agenciafluo.com.br/
http://www.marketingdigital.net.br/
Add a comment...

Post has attachment
Carro voador pode estar mais próximo do que imaginamos

Startup alemã consegue financiamento milionário para desenvolver projeto

Enquanto os carros autônomos estão no hype para ser a próxima grande revolução do mercado automotivo, uma nova proposta corre por fora para roubar a cena. Os carros com capacidade para voar podem estar mais próximos do que imaginamos.
A Lillium, uma startup com base na Alemanha, é uma das empresas que apostam neste conceito. A companhia pretende desenvolver um táxi voador com capacidade para cinco pessoas. Se não bastasse se movimentar pelo ar, o veículo é elétrico e autônomo. Um sonho para a mobilidade urbana e um pesadelo para quem tem aerodromofobia.
Na última rodada de investimentos, a empresa conseguiu levantar US$ 90 milhões. Entre os apoiadores está um time de peso composto pelo fundador do Skype Niklas Zennström’s e Ev Williams’, fundador do Twitter. Ao todo a startup já conta com US$ 100 milhões para desenvolver a tecnologia para colocar o seu projeto no ar, literalmente.
As características técnicas do Lillium Jet, como está sendo chamado o projeto, chega a assustar. O modelo tem a proposta de atingir a uma velocidade máxima de 300 km/h com uma autonomia de 1 hora.
A ideia é que o veículo seja capaz de fazer uma viagem de Londres a Paris com uma única recarga. O modelo também é capaz de decolar e aterrizar verticalmente, ou seja, não tem a necessidade de pistas de pouso com grandes distâncias
Em abril, a empresa fez o primeiro teste com um protótipo de dois lugares. A expectativa é que até 2025 o Lillium Jet já esteja em operação.



Fonte da Notícia b9

Fluo Agência de Marketing Digital Todas as Notícias em um só lugar!
http://www.fluocomunicacao.com.br/
http://agenciafluo.com.br/
http://www.marketingdigital.net.br/
Add a comment...

Post has attachment

Panasonic cria frigobar-robô que reconhece o ambiente pra te levar uma cerveja
Novidade foi apresentada na IFA, em Berlim
Uma boa notícia para os preguiçosos da Netflix: a Panasonic apresentou uma espécie de frigobar-robô capaz de atender a comandos de voz. O nome pode parecer infame aos brasileiros, mas ele é de origem japonesa: Ku.

A empresa garante que o robô atende a sentenças simples, como “me traga uma cerveja”, sendo capaz de reconhecer obstáculos no ambiente, o que é útil para aqueles que gostam de maratonar séries com as pernas jogadas no meio caminho.

A tecnologia foi pensada para pessoas idosas ou que sofram de problemas de locomoção, mas não há previsão para sua chegada ao mercado. Por enquanto, ela se encontra em exibição na IFA em Berlim, Alemanha.

Fonte da Notícia b9

Fluo Agência de Marketing Digital Todas as Notícias em um só lugar!
http://www.fluocomunicacao.com.br/
http://agenciafluo.com.br/
http://www.marketingdigital.net.br/
Add a comment...

Post has attachment
Depois dos smartphones, carros elétricos também devem ganhar carregamento sem fio

BMW está testando kit de carregamento wireless. Equipamento deve estar disponível até o final de 2018

A possibilidade de carregar baterias sem a utilização de fios ainda nem deslanchou de verdade nos smartphones, mas tem outro setor que está de olho na tecnologia.
A BMW está desenvolvendo um carregador sem fio para os seus veículos elétricos. O primeiro carro a contar com essa capacidade será o sedan híbrido 530e iPerformance. Outros carros elétricos da marca como o 330e, 740e, X5, i3 e i8 devem ser compatíveis com o equipamento posteriormente.A ideia é a mesma por trás dos carregadores wireless já presente em alguns smartphones da Samsung e que chegou como nova feature dos iPhones 8 e X. Claro, as proporções são diferentes e a preocupação com a segurança também.
Um acessório no chão se conecta a uma tomada de 220v. O computador de bordo do carro identifica o carregador wireless e indica qual é o posicionamento ideal do carro. A BMW promete que a bateria do 530e iPerformance de 9.4kWh esteja carregada por completo em cerca de 3h30.
Por enquanto, a tecnologia está em fase de testes nos EUA e Canadá. A expectativa é que o kit de carregamento sem fio esteja disponível até o final de 2018. A montadora ainda não confirmou o preço do equipamento.

Fonte da Notícia b9

Fluo Agência de Marketing Digital Todas as Notícias em um só lugar!
http://www.fluocomunicacao.com.br/
http://agenciafluo.com.br/
http://www.marketingdigital.net.br/
Add a comment...

Post has attachment
Cidade da Islândia aposta em faixa de pedestre 3D para evitar acidentes

China e Rússia também começam seus testes com a faixa de pedestres 3D

A pequena cidade de Ísafjörður, na Islândia, é a pioneira do país em adotar uma faixa de pedestres 3D. A intenção é que a ilusão de ótica causada pela faixa faça os motoristas reduzirem a velocidades antes de chegarem até ela, evitando que pedestres sejam incomodados com carros em cima da faixa e até mesmo para evitar acidentes.

O projeto é coordenado pela empresa Vegamálun. Segundo ela, a faixa 3D dá ao motorista a impressão de que a rua está bloqueada, fazendo-o reduzir a velocidade do automóvel bem antes de chegar à faixa.

O experimento foi colocado bem na parte centra da cidade, quem tem apenas 4 mil habitantes e, por isso mesmo, um tráfego pequeno de veículos.

Ainda segundo a empresa, a ação foi inspirada nas ruas de Nova Déli, na Índia, que já utiliza as faixas de pedestres 3D. A intenção é aplicar o modelo às outras cidades do país.

Além de Índia e Islândia, China e Rússia já estão testando as faixas de pedestres com ilusão de ótica.

Fonte da Notícia b9

Fluo Agência de Marketing Digital Todas as Notícias em um só lugar!
http://www.fluocomunicacao.com.br/
http://agenciafluo.com.br/
http://www.marketingdigital.net.br/
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded