Profile cover photo
Profile photo
Keilla Mara de Freitas
About
Posts

Post has attachment
Cura HIV: está próxima
Cura HIV: está próxima
drakeillafreitas.com.br
Add a comment...

Post has attachment
A Leishmaniose Cutânea ou Tegumentar é uma doença infecciosa não transmissível de pessoa para pessoa. Diferentes espécies de protozoários do gênero Leishmania podem causar a doença, que acomete pele e mucosas, causando variados tipos de lesões.
Temos um novo artigo no site, em que explicamos em detalhes os aspectos desta doença. Acesse e saiba mais:
http://www.drakeillafreitas.com.br/leishmaniose-cutanea-tegumentar/
Leishmaniose Cutânea
Leishmaniose Cutânea
drakeillafreitas.com.br
Add a comment...

Post has attachment
herpes é uma das infecções mais comuns entre os brasileiros e classifica-se de acordo com a região do corpo que afeta, nos tipos labial e o genital.
O tipo labial é provocado principalmente pelo vírus HSV-1, mas também pode ser provocado também pelo tipo HSV-2. Trata-se do tipo de herpes mais frequente; muitas pessoas têm o primeiro contato com o herpes labial na infância.
O vírus é transmitido através do contato direto com a saliva infectada e provoca feridas ao longo dos lábios e também no interior da boca (como aftas), infecções na mucosa ocular (sobretudo na conjuntiva e na córnea) e até mesmo uma infecção no revestimento cerebral, denominada meningoencefalite.
Saiba mais sobre o vírus herpes. Acesse:
http://www.drakeillafreitas.com.br/virus-herpes-simples-tipo-1-e-2/
Add a comment...

Post has attachment
A janela imunológica da hepatite C (tempo que leva desde o primeiro contato com o vírus até conseguirmos realizar o diagnóstico) varia de acordo ao tipo de teste utilizado.
Como a hepatite C é silenciosa e pode ficar anos sem manifestar sintomas até chegar à fase grave da doença, é fundamental a realização de testes sorológicos específicos para as hepatites virais, mesmo que o paciente esteja assintomático.
Veja no site quais testes são realizados para o diagnóstico da hepatite C:
http://www.drakeillafreitas.com.br/hepatite-c-diagnostico/
Hepatite C - Diagnóstico
Hepatite C - Diagnóstico
drakeillafreitas.com.br
Add a comment...

Post has attachment
Áreas de risco são locais onde ocorre a confirmação da circulação do vírus ou em suas proximidades. Definimos se uma região é de risco pelo registro de epizootias, infecção em humanos, vetores ou macacos sentinela.
Quando uma área não considerada previamente de risco passa a ser, a primeira providência a ser feita é uma vacinação emergencial de contenção.
Esta ação é feita, vacinado-se todas as pessoas suscetíveis e que não possuem contra indicação absoluta à vacina, que moram ou visitam uma área entre o local do caso confirmado até um raio de pelo menos 50 km de distância do mesmo.
Essa medida é fundamental para que o vírus não se espalhe e deve ser feita o mais rápido possível. Assista a este vídeo e saiba mais sobre este procedimento.
Veja também mais informações sobre a vacina contra febre amarela em nosso site: http://www.drakeillafreitas.com.br/vacina-contra-febre-amarela-2/
Add a comment...

Post has attachment
Devido ao crescente deslocamento populacional em todo o mundo, surgiu uma nova área de atuação da Medicina: a Medicina do Viajante, especializada na prevenção a doenças, para que as pessoas possam se divertir, trabalhar ou estudar, durante a viagem, com menor risco de adoecer.
Entre as recomendações da Medicina do Viajante, está o cuidado com os hábitos alimentares, para evitar problemas como a diarreia, devido ao consumo de alimentos diferentes, que não fazem parte da dieta do dia a dia, ou mesmo pela contaminação de alimentos, preparados de forma incorreta.
É muito importante checar bem como são feitos os alimentos, antes de ingerí-los e evitar as comidas vendidas na rua. Veja outras recomendações em nosso site: http://www.drakeillafreitas.com.br/cuidados-com-alimentacao-em-viagens/
Add a comment...

Post has attachment
O HIV é o vírus causador da AIDS, mas isso não significa que todas as pessoas infectadas com o vírus irão desenvolver a doença, pois o vírus pode ser suprimido com o tratamento antirretroviral.
Para evitar que a AIDS se desenvolva, é necessário realizar o diagnóstico o quanto antes, para que o tratamento, caso indicado, seja iniciado, o mais precocemente possível.
Se nada for feito para interromper o processo de evolução natural da doença, o paciente evolui para a fase AIDS. Este tempo é diferente em cada pessoa, podendo variar de 1 a mais de 10 anos.
Importante lembrar que tanto a infecção aguda quanto a fase AIDS não necessariamente apresentam sintomas e não necessariamente alteram exames de sangue que fazemos de rotina.
Assim, ao se expor ao risco de contrair HIV, existe uma série de procedimentos que devem ser tomados pelo médico infectologista, para diagnosticar e até mesmo evitar que ocorra esta infecção. Assista ao vídeo em nosso site e saiba mais sobre o assunto: http://www.drakeillafreitas.com.br/como-agir-apos-exposicao-ao-hiv/
Add a comment...

Post has attachment
A Organização Mundial da Saúde (OMS) lançou um alerta sobre a queda no uso de preservativos, incluindo a prática de sexo oral estarem disseminando uma superbactéria da gonorreia, que está se tornando cada vez mais difícil de tratar.
A entidade analisou dados de 77 países e constatou que a gonorreia resistente a antibióticos se espalhou por várias nações. A situação está piorando pois temos poucos medicamentos ainda capazes de combater a infeção: toda vez que introduzimos uma nova classe de antibióticos, a bactéria adquire resistência rapidamente.
A gonorreia pode infectar a região genital, o reto e a garganta, mas a que mais nos preocupa é essa última, pois a gonorreia na garganta aumenta as chances de o micro-organismo desenvolver resistência a antibióticos, já que estes medicamentos são administrados em menor dosagem para infecções nesta área do corpo.
Para saber mais informações sobre a gonorreia, acesse: http://www.drakeillafreitas.com.br/infeccoes-sexualmente-transmissiveis-saiba-mais/
Add a comment...

Post has attachment
Pelo fato de o ciclo de transmissão da febre amarela silvestre envolver os primatas como hospedeiros da doença, as pessoas acreditam, erroneamente, que sacrificar os animais pode ajudar a evitar a doença em humanos.
Contudo, os macacos também são vítimas da doença e, além disso, prestam um importante auxílio no controle da Febre Amarela, porque fazem o que chamamos papel de sentinela: vigilância de primatas mortos como forma de monitorar a circulação do vírus.
Isto possibilita o rápido início de ações preventivas e de vacinação, antes que a doença se espalhe. Ou seja, no que se refere à febre amarela, os macacos na verdade ajudam a evitar epidemias, casos urbanos e mais mortes de pessoas.
Ajude a compartilhar informações corretas: O único culpado pela transmissão do vírus da Febre Amarela são os mosquitos, como o Aedes.
A forma apropriada de evitar a doença é a vacinação de pessoas sem contra-indicações à mesma para quem mora ou visita áreas de risco; combate ao mosquito transmissor e uso de repelentes contra o mosquito.
Quer saber mais sobre o assunto? Acesse nosso site: http://www.drakeillafreitas.com.br/o-macaco-nos-protege-contra-a-febre-amarela/
Add a comment...

Post has attachment
O preservativo interno, popularmente chamado de “preservativo feminino”, pode ser utilizado tanto pela via vaginal quanto pela via anal, inclusive por homens no sexo anal passivo.
São muitas as vantagens do preservativo interno: além de garantir a autonomia da mulher ao optar por uma relação sexual segura, trata-se de um método anticoncepcional e preventivo contra doenças sexualmente transmissíveis, incluindo o HPV.
Veja o texto completo no site e saiba mais sobre as vantagens desse método de proteção: http://www.drakeillafreitas.com.br/preservativo-interno/
Preservativo interno
Preservativo interno
drakeillafreitas.com.br
Add a comment...
Wait while more posts are being loaded