Profile cover photo
Profile photo
DIRETÓRIO MUNICIPAL PT - RIO
445 followers
445 followers
About
Posts

Post has attachment
Plenária de mobilização
Photo

Post has attachment
Photo

O 6º Congresso Nacional do PT vai ser realizado nos dias 1, 2 e 3 de junho de 2017. O novo calendário foi definido durante reunião Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores, realizado em São Paulo (SP) nesta quinta-feira (20).

O encontro também definiu as novas datas e prazos para o 6º Congresso. Além do presidente nacional do PT, Rui Falcão, membros do diretório, senadores e deputados, participou da reunião o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

As inscrições das chapas devem ser feitas até 6 de março. O número de pessoas que podem ser inscritas nas chapas depende do tamanho do diretório municipal ou zonal, ou do Congresso Estadual. Para se inscrever na chapa é necessário ter se filiado até 9 de abril de 2016, ter pago todas as contribuições financeiras, inclusive de quem não exerce cargo de confiança, eletivo ou de direção.

A nova data do Processo de Eleição Direta (PED) é 9 de abril. O PED renovará as direções municipais e escolherá os delegados e delegadas estaduais, que serão eleitos através de chapas estaduais.

Os congressos estaduais serão realizados entre 5 e 7 de maio. Também foi extinta a exigência de que os candidatos e as candidatas a dirigente estadual ou nacional tenham que ser delegados ou delegadas nos Congressos correspondentes.

Leia o regulamento do 6º Congresso Nacional do PT.

Da Redação da Agência PT de Notícias

Post has attachment
Photo

Post has attachment
Photo

Artistas afirmam que Gilmar Mendes atenta contra liberdade de expressão

A atriz Mônica Iozzi foi condenada pela Justiça de Brasília a pagar R$ 30 mil ao ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, por entender que ele teve a honra e a imagem atingidas em um post na internet. Para o juiz, ela "extrapolou os limites de seu direito de expressão" quando criticou a decisão de Gilmar de conceder habeas corpus ao ex-médico Roger Abdelmassih, indiciado por crimes de estupro e manipulação genética irregular. Segundo a ação, o ministro reclama de uma foto dele publicada no Instagram de Mônica com o questionamento “cúmplice?”, acompanhada da legenda “Gilmar Mendes concedeu Habeas Corpus para Roger Abdelmassih, depois de sua condenação a 278 anos de prisão por 58 estupros”. Para o juiz Giordano Resende Costa, da 4ª Vara Cível de Brasília, Mônica “abusa do seu direito de liberdade de expressão”, por imputar ao ministro a cumplicidade do crime de estupro, “tornando questionável o seu caráter e imparcialidade na condição de julgador”. Mônica vai recorrer da decisão judicial. O caso está repercutindo bastante nas redes sociais, sobretudo com postagens de artistas manifestando solidariedade à Mônica Iozzi. Para a atriz Carol Castro, “estamos vivendo uma ditadura disfarçada. A nossa liberdade de expressão está sendo ameaçada”. Nas redes sociais, internautas passaram a usar a hashtag #MeProcessaGilmar, questionando a punição contra Iozzi, uma vez que diversas outras pessoas tiveram a mesma atitude, mas somente ela foi processada. Já se fala em fazer financiamento coletivo para levantar a quantia da indenização, caso seja necessário.

Informe da Secretaria Geral do PT do Rio de Janeiro de 7 de outubro de 2016

Comissão da Câmara aprova a PEC do Estado Mínimo

Com o voto contrário do PT, além do PCdoB, Rede e PDT, a Proposta de Emenda à Constituição 241, a PEC 241 – de autoria do governo golpista e sem voto – foi aprovada na noite de quinta-feira, dia 6, na Comissão Especial da Câmara dos Deputados. A medida, também conhecida como PEC do Estado Mínimo ou PEC da Morte, reduz drasticamente por 20 anos os investimentos públicos para setores essenciais, como saúde e educação. O coordenador da Bancada do PT na comissão, deputado Patrus Ananias (PT-MG), destacou que somente o Sistema Único de Saúde ( SUS) perderá R$ 654 bilhões nestas duas décadas. “É um ataque aos direitos constitucionais, é uma proposta contra os pobres que mais precisam do Estado”, criticou. Patrus Ananias alertou que, se a proposta for aprovada pelo Congresso, a desigualdade, que vinha diminuindo nos últimos anos, será aumentada. “O Brasil voltará ao modelo neoliberal de concentração de renda e de exclusão social. Os ricos ficarão mais ricos e os pobres mais pobres”, lamentou. Para que entre em vigor, a PEC precisa passar por dois turnos de votação em cada um dos plenários da Câmara e do Senado.

(Fonte: PT na Câmara)

Primeiro debate dos prefeitáveis do Rio será nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira, dia 7, Marcelo Freixo, do PSol, e Marcelo Crivella, do PRB, estarão frente a frente no primeiro debate do segundo turno das eleições para a Prefeitura do Rio de Janeiro. Será às 22h na TV Bandeirante, canal 7 no sistema aberto. O PT do Rio já formalizou o seu apoio a Freixo, considerando que ele efetivamente traduz o melhor projeto de uma cidade mais humana, democrática e plural.

Informe da Secretaria Geral do PT do Rio de Janeiro de 6 de outubro de 2016

Lula sobre o governo golpista: “A única coisa que sabe fazer é vender o patrimônio brasileiro”

“Aqui tem um governo que não deveria ser chamado de governo e sim de vendedor, que a única coisa que sabe fazer é vender o patrimônio brasileiro”. A declaração é do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que, na noite de terça-feira, dia 4, esteve no Rio de Janeiro, participando da abertura do Congresso da IndustriAll Global Union, reunindo mais de mil sindicalistas de diversos países. Para Lula, esses setores golpistas só têm compromisso em vender o patrimônio público e abdicam da responsabilidade de governar. Lula também criticou os cortes orçamentários prometidos pelo governo golpista do Michel Temer, em especial a PEC 241, que congela gastos em saúde e educação. “Não existe possibilidade de qualquer país do mundo crescer se o estado não tiver possibilidade de alavancar o seu desenvolvimento”, afirmou o ex-presidente. “Vocês devem se preparar porque tem muita luta pela frente. A precarização do mundo de trabalho é uma realidade”, disse.

Informe da Secretaria Geral do PT do Rio de Janeiro de 6 de outubro de 2016

Para petroleiros, foi quitada mais uma parcela do carnê do golpe

O coordenador da Federação Única dos Petroleiros (FUP), José Maria Rangel, considera que foi quitada mais uma parcela do carnê do golpe. “A primeira duplicata foi paga hoje com a abertura do pré-sal, a próxima vem na semana seguinte, quando vai à votação a PEC 241 – que congela os investimentos em serviços públicos por 20 anos. Viveremos uma sequência de ataques à classe trabalhadora e aos direitos sociais nunca visto na história deste país.” Para Rangel, os efeitos de mais esse funeral dos direitos trabalhistas no país serão sentidos em breve. “O pré-sal é a última oportunidade que temos de ter um país mais justo e com oportunidades para todos. Os entreguistas não têm argumentos para entregar o pré-sal e ficam se apegando à história de que a Petrobrás está quebrada, algo que demonstramos ser uma mentira. Infelizmente, argumentos ali não valiam.” Esse projeto que estão levando adiante em nenhuma eleição sairia vencedor”, defendeu, mandando o recado a quem não tem voto. Para a FUP, as mudanças propostas por Serra representam prejuízo de receita, para o emprego e para a engenharia nacional.

Informe da Secretaria Geral do PT do Rio de Janeiro de 6 de outubro de 2016
Wait while more posts are being loaded