Profile cover photo
Profile photo
Cicero Barros
About
Posts

Post is pinned.Post has shared content
Todos sejam bem-vindos a comunidade: Amigos de analiseagora.

* Tous sont les bienvenus à la communauté : les amis d’analiseagora.

All are welcome to the community: Friends of analiseagora.

Todos son Bienvenidos a la comunidad: amigos de analiseagora.

Alle sind herzlich willkommen in der Community: Freunde des analiseagora.

Tutti sono i benvenuti alla comunità: gli amici di analiseagora.

すべてのコミュニティに歓迎している: analiseagora の友人。
Photo
Add a comment...

Post has shared content
A tecnologia da informação, ao alcance de todos é importantíssima em todos os setores do conhecimento, nesta era digital e principalmente para todos aqueles que sabem usá-la corretamente, como ferramenta de pesquisas, trabalhos e nos estudos. Todavia, quem não sabe a empregar para ajudar no desenvolvimento do pensar a serviço do bem, a dirigem para outros fins, contrários ao pensar a serviço do mal. Em muitas situações a tecnologia da informação somente vem a proporcionar para algumas pessoas a preguiça de ler, pensar e escrever.
A maioria não sabe empregar como ferramentas a mais, para ampliar seus conhecimentos e instigar a arte de pensar. Muitos as empregam como única fonte do saber e nada mais. Desta forma muitos caem na tentação de simplesmente não ler mais. Nem sequer algum livro ou alguma matéria completamente, seja na forma impressa ou digital.

O mais tenebroso é quando se usa a fórmula do Ctrl + C e Ctrl + V para plagiar conteúdos de outrem e entregar ao professor a pesquisa exigida, como se fosse original. Subestimando a inteligência dos mestres.
Muitos alunos a tem o despautério de não quererem ler esses estagnaram no tempo e enferrujaram seu próprio cérebro. E não pensam absolutamente nada de belo. Improvisam outras coisas segundo seu errado juízo de valor. Estes avaliam o imagina ser relevante e fazem, mas não passam de legítimas futilidades, os quais não os levam a contribuírem em absolutamente nada, para a vida profissional e pessoal.

No entanto, tem aqueles que de fato nunca obtiveram a oportunidade de estudar, infelizmente é compreensível por que seu hábito de leitura sempre foi zero. Tudo isto devido a inúmeras circunstâncias da vida que as impediram de obter acesso ao conhecimento. Todavia, existem também algumas pessoas, mesmo que nunca frequentaram o ambiente escolar. Aprenderam sozinhos a ler e escrever, são os conhecidos autodidatas pensantes. Estes têm a arte de pensar extraordinária.

Post has shared content
A tecnologia da informação, ao alcance de todos é importantíssima em todos os setores do conhecimento, nesta era digital e principalmente para todos aqueles que sabem usá-la corretamente, como ferramenta de pesquisas, trabalhos e nos estudos. Todavia, quem não sabe a empregar para ajudar no desenvolvimento do pensar a serviço do bem, a dirigem para outros fins, contrários ao pensar a serviço do mal. Em muitas situações a tecnologia da informação somente vem a proporcionar para algumas pessoas a preguiça de ler, pensar e escrever.
A maioria não sabe empregar como ferramentas a mais, para ampliar seus conhecimentos e instigar a arte de pensar. Muitos as empregam como única fonte do saber e nada mais. Desta forma muitos caem na tentação de simplesmente não ler mais. Nem sequer algum livro ou alguma matéria completamente, seja na forma impressa ou digital.

O mais tenebroso é quando se usa a fórmula do Ctrl + C e Ctrl + V para plagiar conteúdos de outrem e entregar ao professor a pesquisa exigida, como se fosse original. Subestimando a inteligência dos mestres.
Muitos alunos a tem o despautério de não quererem ler esses estagnaram no tempo e enferrujaram seu próprio cérebro. E não pensam absolutamente nada de belo. Improvisam outras coisas segundo seu errado juízo de valor. Estes avaliam o imagina ser relevante e fazem, mas não passam de legítimas futilidades, os quais não os levam a contribuírem em absolutamente nada, para a vida profissional e pessoal.

No entanto, tem aqueles que de fato nunca obtiveram a oportunidade de estudar, infelizmente é compreensível por que seu hábito de leitura sempre foi zero. Tudo isto devido a inúmeras circunstâncias da vida que as impediram de obter acesso ao conhecimento. Todavia, existem também algumas pessoas, mesmo que nunca frequentaram o ambiente escolar. Aprenderam sozinhos a ler e escrever, são os conhecidos autodidatas pensantes. Estes têm a arte de pensar extraordinária.

Post has shared content
A tecnologia da informação, ao alcance de todos é importantíssima em todos os setores do conhecimento, nesta era digital e principalmente para todos aqueles que sabem usá-la corretamente, como ferramenta de pesquisas, trabalhos e nos estudos. Todavia, quem não sabe a empregar para ajudar no desenvolvimento do pensar a serviço do bem, a dirigem para outros fins, contrários ao pensar a serviço do mal. Em muitas situações a tecnologia da informação somente vem a proporcionar para algumas pessoas a preguiça de ler, pensar e escrever.
A maioria não sabe empregar como ferramentas a mais, para ampliar seus conhecimentos e instigar a arte de pensar. Muitos as empregam como única fonte do saber e nada mais. Desta forma muitos caem na tentação de simplesmente não ler mais. Nem sequer algum livro ou alguma matéria completamente, seja na forma impressa ou digital.

O mais tenebroso é quando se usa a fórmula do Ctrl + C e Ctrl + V para plagiar conteúdos de outrem e entregar ao professor a pesquisa exigida, como se fosse original. Subestimando a inteligência dos mestres.
Muitos alunos a tem o despautério de não quererem ler esses estagnaram no tempo e enferrujaram seu próprio cérebro. E não pensam absolutamente nada de belo. Improvisam outras coisas segundo seu errado juízo de valor. Estes avaliam o imagina ser relevante e fazem, mas não passam de legítimas futilidades, os quais não os levam a contribuírem em absolutamente nada, para a vida profissional e pessoal.

No entanto, tem aqueles que de fato nunca obtiveram a oportunidade de estudar, infelizmente é compreensível por que seu hábito de leitura sempre foi zero. Tudo isto devido a inúmeras circunstâncias da vida que as impediram de obter acesso ao conhecimento. Todavia, existem também algumas pessoas, mesmo que nunca frequentaram o ambiente escolar. Aprenderam sozinhos a ler e escrever, são os conhecidos autodidatas pensantes. Estes têm a arte de pensar extraordinária.

Post has shared content
A tecnologia da informação, ao alcance de todos é importantíssima em todos os setores do conhecimento, nesta era digital e principalmente para todos aqueles que sabem usá-la corretamente, como ferramenta de pesquisas, trabalhos e nos estudos. Todavia, quem não sabe a empregar para ajudar no desenvolvimento do pensar a serviço do bem, a dirigem para outros fins, contrários ao pensar a serviço do mal. Em muitas situações a tecnologia da informação somente vem a proporcionar para algumas pessoas a preguiça de ler, pensar e escrever.
A maioria não sabe empregar como ferramentas a mais, para ampliar seus conhecimentos e instigar a arte de pensar. Muitos as empregam como única fonte do saber e nada mais. Desta forma muitos caem na tentação de simplesmente não ler mais. Nem sequer algum livro ou alguma matéria completamente, seja na forma impressa ou digital.

O mais tenebroso é quando se usa a fórmula do Ctrl + C e Ctrl + V para plagiar conteúdos de outrem e entregar ao professor a pesquisa exigida, como se fosse original. Subestimando a inteligência dos mestres.
Muitos alunos a tem o despautério de não quererem ler esses estagnaram no tempo e enferrujaram seu próprio cérebro. E não pensam absolutamente nada de belo. Improvisam outras coisas segundo seu errado juízo de valor. Estes avaliam o imagina ser relevante e fazem, mas não passam de legítimas futilidades, os quais não os levam a contribuírem em absolutamente nada, para a vida profissional e pessoal.

No entanto, tem aqueles que de fato nunca obtiveram a oportunidade de estudar, infelizmente é compreensível por que seu hábito de leitura sempre foi zero. Tudo isto devido a inúmeras circunstâncias da vida que as impediram de obter acesso ao conhecimento. Todavia, existem também algumas pessoas, mesmo que nunca frequentaram o ambiente escolar. Aprenderam sozinhos a ler e escrever, são os conhecidos autodidatas pensantes. Estes têm a arte de pensar extraordinária.

Post has shared content
A tecnologia da informação, ao alcance de todos é importantíssima em todos os setores do conhecimento, nesta era digital e principalmente para todos aqueles que sabem usá-la corretamente, como ferramenta de pesquisas, trabalhos e nos estudos. Todavia, quem não sabe a empregar para ajudar no desenvolvimento do pensar a serviço do bem, a dirigem para outros fins, contrários ao pensar a serviço do mal. Em muitas situações a tecnologia da informação somente vem a proporcionar para algumas pessoas a preguiça de ler, pensar e escrever.
A maioria não sabe empregar como ferramentas a mais, para ampliar seus conhecimentos e instigar a arte de pensar. Muitos as empregam como única fonte do saber e nada mais. Desta forma muitos caem na tentação de simplesmente não ler mais. Nem sequer algum livro ou alguma matéria completamente, seja na forma impressa ou digital.

O mais tenebroso é quando se usa a fórmula do Ctrl + C e Ctrl + V para plagiar conteúdos de outrem e entregar ao professor a pesquisa exigida, como se fosse original. Subestimando a inteligência dos mestres.
Muitos alunos a tem o despautério de não quererem ler esses estagnaram no tempo e enferrujaram seu próprio cérebro. E não pensam absolutamente nada de belo. Improvisam outras coisas segundo seu errado juízo de valor. Estes avaliam o imagina ser relevante e fazem, mas não passam de legítimas futilidades, os quais não os levam a contribuírem em absolutamente nada, para a vida profissional e pessoal.

No entanto, tem aqueles que de fato nunca obtiveram a oportunidade de estudar, infelizmente é compreensível por que seu hábito de leitura sempre foi zero. Tudo isto devido a inúmeras circunstâncias da vida que as impediram de obter acesso ao conhecimento. Todavia, existem também algumas pessoas, mesmo que nunca frequentaram o ambiente escolar. Aprenderam sozinhos a ler e escrever, são os conhecidos autodidatas pensantes. Estes têm a arte de pensar extraordinária.

Post has shared content
A tecnologia da informação, ao alcance de todos é importantíssima em todos os setores do conhecimento, nesta era digital e principalmente para todos aqueles que sabem usá-la corretamente, como ferramenta de pesquisas, trabalhos e nos estudos. Todavia, quem não sabe a empregar para ajudar no desenvolvimento do pensar a serviço do bem, a dirigem para outros fins, contrários ao pensar a serviço do mal. Em muitas situações a tecnologia da informação somente vem a proporcionar para algumas pessoas a preguiça de ler, pensar e escrever.
A maioria não sabe empregar como ferramentas a mais, para ampliar seus conhecimentos e instigar a arte de pensar. Muitos as empregam como única fonte do saber e nada mais. Desta forma muitos caem na tentação de simplesmente não ler mais. Nem sequer algum livro ou alguma matéria completamente, seja na forma impressa ou digital.

O mais tenebroso é quando se usa a fórmula do Ctrl + C e Ctrl + V para plagiar conteúdos de outrem e entregar ao professor a pesquisa exigida, como se fosse original. Subestimando a inteligência dos mestres.
Muitos alunos a tem o despautério de não quererem ler esses estagnaram no tempo e enferrujaram seu próprio cérebro. E não pensam absolutamente nada de belo. Improvisam outras coisas segundo seu errado juízo de valor. Estes avaliam o imagina ser relevante e fazem, mas não passam de legítimas futilidades, os quais não os levam a contribuírem em absolutamente nada, para a vida profissional e pessoal.

No entanto, tem aqueles que de fato nunca obtiveram a oportunidade de estudar, infelizmente é compreensível por que seu hábito de leitura sempre foi zero. Tudo isto devido a inúmeras circunstâncias da vida que as impediram de obter acesso ao conhecimento. Todavia, existem também algumas pessoas, mesmo que nunca frequentaram o ambiente escolar. Aprenderam sozinhos a ler e escrever, são os conhecidos autodidatas pensantes. Estes têm a arte de pensar extraordinária.

Post has shared content
A tecnologia da informação, ao alcance de todos é importantíssima em todos os setores do conhecimento, nesta era digital e principalmente para todos aqueles que sabem usá-la corretamente, como ferramenta de pesquisas, trabalhos e nos estudos. Todavia, quem não sabe a empregar para ajudar no desenvolvimento do pensar a serviço do bem, a dirigem para outros fins, contrários ao pensar a serviço do mal. Em muitas situações a tecnologia da informação somente vem a proporcionar para algumas pessoas a preguiça de ler, pensar e escrever.
A maioria não sabe empregar como ferramentas a mais, para ampliar seus conhecimentos e instigar a arte de pensar. Muitos as empregam como única fonte do saber e nada mais. Desta forma muitos caem na tentação de simplesmente não ler mais. Nem sequer algum livro ou alguma matéria completamente, seja na forma impressa ou digital.

O mais tenebroso é quando se usa a fórmula do Ctrl + C e Ctrl + V para plagiar conteúdos de outrem e entregar ao professor a pesquisa exigida, como se fosse original. Subestimando a inteligência dos mestres.
Muitos alunos a tem o despautério de não quererem ler esses estagnaram no tempo e enferrujaram seu próprio cérebro. E não pensam absolutamente nada de belo. Improvisam outras coisas segundo seu errado juízo de valor. Estes avaliam o imagina ser relevante e fazem, mas não passam de legítimas futilidades, os quais não os levam a contribuírem em absolutamente nada, para a vida profissional e pessoal.

No entanto, tem aqueles que de fato nunca obtiveram a oportunidade de estudar, infelizmente é compreensível por que seu hábito de leitura sempre foi zero. Tudo isto devido a inúmeras circunstâncias da vida que as impediram de obter acesso ao conhecimento. Todavia, existem também algumas pessoas, mesmo que nunca frequentaram o ambiente escolar. Aprenderam sozinhos a ler e escrever, são os conhecidos autodidatas pensantes. Estes têm a arte de pensar extraordinária.

Post has shared content
A tecnologia da informação, ao alcance de todos é importantíssima em todos os setores do conhecimento, nesta era digital e principalmente para todos aqueles que sabem usá-la corretamente, como ferramenta de pesquisas, trabalhos e nos estudos. Todavia, quem não sabe a empregar para ajudar no desenvolvimento do pensar a serviço do bem, a dirigem para outros fins, contrários ao pensar a serviço do mal. Em muitas situações a tecnologia da informação somente vem a proporcionar para algumas pessoas a preguiça de ler, pensar e escrever.
A maioria não sabe empregar como ferramentas a mais, para ampliar seus conhecimentos e instigar a arte de pensar. Muitos as empregam como única fonte do saber e nada mais. Desta forma muitos caem na tentação de simplesmente não ler mais. Nem sequer algum livro ou alguma matéria completamente, seja na forma impressa ou digital.

O mais tenebroso é quando se usa a fórmula do Ctrl + C e Ctrl + V para plagiar conteúdos de outrem e entregar ao professor a pesquisa exigida, como se fosse original. Subestimando a inteligência dos mestres.
Muitos alunos a tem o despautério de não quererem ler esses estagnaram no tempo e enferrujaram seu próprio cérebro. E não pensam absolutamente nada de belo. Improvisam outras coisas segundo seu errado juízo de valor. Estes avaliam o imagina ser relevante e fazem, mas não passam de legítimas futilidades, os quais não os levam a contribuírem em absolutamente nada, para a vida profissional e pessoal.

No entanto, tem aqueles que de fato nunca obtiveram a oportunidade de estudar, infelizmente é compreensível por que seu hábito de leitura sempre foi zero. Tudo isto devido a inúmeras circunstâncias da vida que as impediram de obter acesso ao conhecimento. Todavia, existem também algumas pessoas, mesmo que nunca frequentaram o ambiente escolar. Aprenderam sozinhos a ler e escrever, são os conhecidos autodidatas pensantes. Estes têm a arte de pensar extraordinária.

Post has shared content
A tecnologia da informação, ao alcance de todos é importantíssima em todos os setores do conhecimento, nesta era digital e principalmente para todos aqueles que sabem usá-la corretamente, como ferramenta de pesquisas, trabalhos e nos estudos. Todavia, quem não sabe a empregar para ajudar no desenvolvimento do pensar a serviço do bem, a dirigem para outros fins, contrários ao pensar a serviço do mal. Em muitas situações a tecnologia da informação somente vem a proporcionar para algumas pessoas a preguiça de ler, pensar e escrever.
A maioria não sabe empregar como ferramentas a mais, para ampliar seus conhecimentos e instigar a arte de pensar. Muitos as empregam como única fonte do saber e nada mais. Desta forma muitos caem na tentação de simplesmente não ler mais. Nem sequer algum livro ou alguma matéria completamente, seja na forma impressa ou digital.

O mais tenebroso é quando se usa a fórmula do Ctrl + C e Ctrl + V para plagiar conteúdos de outrem e entregar ao professor a pesquisa exigida, como se fosse original. Subestimando a inteligência dos mestres.
Muitos alunos a tem o despautério de não quererem ler esses estagnaram no tempo e enferrujaram seu próprio cérebro. E não pensam absolutamente nada de belo. Improvisam outras coisas segundo seu errado juízo de valor. Estes avaliam o imagina ser relevante e fazem, mas não passam de legítimas futilidades, os quais não os levam a contribuírem em absolutamente nada, para a vida profissional e pessoal.

No entanto, tem aqueles que de fato nunca obtiveram a oportunidade de estudar, infelizmente é compreensível por que seu hábito de leitura sempre foi zero. Tudo isto devido a inúmeras circunstâncias da vida que as impediram de obter acesso ao conhecimento. Todavia, existem também algumas pessoas, mesmo que nunca frequentaram o ambiente escolar. Aprenderam sozinhos a ler e escrever, são os conhecidos autodidatas pensantes. Estes têm a arte de pensar extraordinária.
Wait while more posts are being loaded